Longe de casa, perto de um sonho: calouros deixam cidade natal em busca do curso superior

27/02/2019 15:23

Em suas mãos, a edição mais recente do Zero, jornal-laboratório produzido por alunos do curso de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e uma pasta transparente com documentos confirmam a suspeita levantada por seus olhos, que vasculham o ambiente a procura de informações. Suyane de Liz é caloura e ocupa os corredores do Departamento de Jornalismo da UFSC para a etapa presencial da matrícula. Nos dias 5 e 8 de fevereiro, período de realização das matrículas presenciais dos aprovados na 1ª e 2ª chamada do Vestibular 2019, a UFSC recebeu a visita de estudantes de diversas partes do estado e do Brasil.

Saindo de São Carlos, cidade do Extremo Oeste catarinense localizada a quase 600 km de Florianópolis, Mariana Donhauser visitou o campus da UFSC pela primeira vez para se matricular no curso de Física. Higor Luiz Coelho Olenka se deslocou um pouco menos, percorrendo mais de 300 km ao deixar Caçador, município localizado no Meio-Oeste de Santa Catarina, a fim de realizar sua matrícula no curso de Engenharia Aeroespacial oferecido pela UFSC de Joinville.

Os campi de Joinville, Araranguá, Curitibanos e Blumenau são recentes, diferente do Campus Sede, localizado em Florianópolis, com 58 anos. Fundada na capital do estado em 1960, foi a partir de 2009 que a UFSC deu início a sua expansão para o interior, por meio de recursos do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), do Ministério da Educação (MEC). Atualmente, os cinco campi desenvolvem atividades de ensino, pesquisa e extensão e reúnem mais de 119 cursos de graduação, presencial e à distância.

Nesta reportagem, a Agecom conversou com Suyane, Mariana e Higor para compreender o percurso que cada um fez e fará para conquistar o diploma de ensino superior.

(mais…)

Tags: CCECEMCoAESCurso de Engenharia AeroespacialCurso de Físicacurso de jornalismodepartamento de JornalismoPRAEUFSCVestibular 2019

Alunos da UFSC Joinville vencem 1º Concurso de Bicicletários Sustentáveis

16/11/2012 17:26

Os alunos do Grupo de Infraestrutura e Transportes (GIT) da UFSC Joinville, sob a coordenação das professoras Carolina Pereira de Souza, Christiane Nogueira Fernandes e Silvia Taglialenha, venceram o 1º Concurso de Bicicletários Sustentáveis, promovido pelo Movimento Pedala Joinville, em parceria com o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano do município.

As duas equipes participantes da UFSC entregaram seus protótipos no último domingo, dia 11, no Complexo Expoville. Os resultados foram divulgados no dia 13 de novembro. As equipes conquistaram o primeiro lugar e receberam quatro bicicletas como premiação, além de certificados de participação.
(mais…)

Tags: 1º Concurso de Bicicletários SustentáveisCEMGITUFSc Joinville

Congresso da Anpet em Joinville promove debate sobre transporte e mobilidade

29/10/2012 10:58

Cerimônia de abertura do XXVI Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Transporte (XXVI ANPET), que vai até o dia 1º de novembro

Iniciou neste domingo (28/10) o XXVI Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Transporte (XXVI ANPET). O evento promovido pelo Campus de Joinville da UFSC acontece até  1º de novembro, no Hotel Bourbon, centro da cidade.  O objetivo é debater aspectos técnicos, gerenciais, políticos, ambientais, econômicos e sociais relativos a todas as modalidades de transporte, possibilitando a discussão de problemas enfrentados por administradores, operadores e usuários dos diferentes sistemas de transportes, bem como uma visão sistêmica da problemática contemporânea do setor. Mais de 300 pessoas participam do Congresso, onde serão apresentados cerca de 200 artigos científicos sobre transporte.

Na abertura oficial, o professor Acires Dias, diretor do Campus de Joinville, ressaltou o comprometimento da UFSC com o congresso e com a gestão da mobilidade. Disse que a cidade foi escolhida para o evento em função do modelo conceitual utilizado pela unidade de ensino nas engenharias de transporte. “Nossa formação enfoca a engenharia da mobilidade como ciência e tecnologia para transportar de forma segura pessoas, mercadorias e informações”.

O presidente da Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transporte (ANPET), Orlando Fontes Lima Júnior, ressaltou que a entidade vive um momento de renovação, impulsionado pelo momento político e econômico que tem pautado o tema da mobilidade.

A vice-reitora Lúcia Helena Pacheco considera que a área de transporte sempre representa grandes desafios, pois envolve temas permanentes na agenda pública: mobilidade urbana, segurança, transporte sustentável, menos gasto de energia e degradação ambiental. Também lembrou que a  dimensão continental do país dificulta o escoamento da produção, com a necessidade urgente de modernizar as rodovias e dimminuir o número de acidentes. Finalizou dizendo que a implantação do Centro de Engenharias da  Modalidade na UFSC é um reconhecimento deste setor estratégico para o desenvolvimento do país.

Na abertura do evento também foi lançada a última edição da revista da Associação Nacional de Transportes Terrestres, ANTT.

Programação

As principais áreas temáticas do Congresso incluem: Engenharia e Segurança de Tráfego; Políticas de Transporte; Planejamento de Transportes; Análise de Sistemas de Transportes; Transporte e Meio Ambiente; Economia dos Transportes; História e Geografia dos Transportes; Gestão e Organização do Transporte; Operação de Sistemas de Transportes; Infraestrutura de Transportes; Logística; Novas Tecnologias; Formação de Recursos Humanos em Transportes e Pesquisa e Parcerias em Transportes.

Nesta segunda-feira, será debatido o custo do transporte urbano, a lei da mobilidade urbana entre outros temas. O professor Acires Dias ministra pela manhã a palestra “O conceito do Centro de Engenharias da Mobilidade”, apresentando o modelo acadêmico utilizado pela UFSC em Joinville.

Serviço:

XXVI Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Transporte (XXVI ANPET)

Local: Bourbon Joinville Business Hotel, rua Visconde de Taunay , 275, Joinville-SC, telefone (47) 2105-9000

Informações:  www.xxvianpet.org.br

Realização: Anpet, Centro de Engenharia da Mobilidade (CEM- Joinville, UFSC), Capes, CNPq, PET COPPE/UFRJ, Governo Federal e Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU).

Informações:
Professor Acires Dias – CEM/UFSC – Joinville – 
Professora Liseane Thives – coordenadora do Grupo de Pesquisa e Gestão do Espaço (GE/UFSC) 

 

Paulo Fernando Liedtke / Agecom / UFSC

Fotos: Henrique  Almeida / Agecom / UFSC

Tags: ANPETCEMmobilidadeUFSC

UFSC Joinville sedia o XXVI Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Transporte

19/10/2012 17:34

 O XXVI Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Transporte ( XXVI ANPET) , que será realizado de 28 de outubro a 1º de novembro em Joinville, Santa Catarina, vai  debater aspectos técnicos, gerenciais, políticos, ambientais, econômicos e sociais relativos a todas as modalidades de transporte, possibilitando a discussão de problemas enfrentados por administradores, operadores e usuários dos diferentes sistemas de transportes, bem como uma visão sistêmica da problemática contemporânea do setor.

(mais…)

Tags: CEMDaniel BoudoinFrancesc VenturaXXVI ANPET

Palestra “Pacto de Mobilidade de Barcelona”

19/10/2012 15:48

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) promove no dia 31 de outubro, quarta-feira, das 8h às 12h, a palestra “Pacto de Mobilidade de Barcelona”, com o arquiteto e professor Francesc Ventura, da Universidade Politécnica de Catalunha (UPC/Espanha). O evento será realizado no auditório João Ernesto Escosteguy Castro, Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas (EPS/UFSC).

O objetivo do evento é conhecer a experiência de Barcelona, tida internacionalmente como um exemplo a seguir, contada por um de seus protagonistas.

Podem participar professores, pesquisadores e alunos de universidades; gestores e legisladores públicos; representantes da sociedade civil organizada; profissionais e cidadãos interessados no tema “Mobilidade Urbana”.

Outras informações pelo telefone (48) 3721-7765 ou pelo e-mail 

Tags: BarcelonaCEMCTCFrancesc VenturaGrupo GEmobilidade urbanapalestraUFSC

Começam as obras no campus da UFSC em Joinville

07/05/2012 16:13

Primeira obra é o Bloco 1, que está sendo estaqueado.

Uma cerimônia realizada na tarde de sexta-feira, 4 de maio, marcou o iníco da construção dos primeiros prédios do campus da UFSC em Joinville. O evento serviu para comemorar esta etapa e também relembrar todo o processo de instalação da universidade na região, que iniciou em  2007 e foi marcado por uma série de dificuldades e de superações. “Quando abraçamos o desafio, enfrentamos enormes dificuldades. Mas hoje temos a agradecer ao Governo Estadual, à Prefeitura de Joinville e à comunidade acadêmica do Centro de Engenharia da Mobilidade, entre tantos parceiros que tem nos acompanhado”, afirmou o reitor da UFSC, Alvaro Prata.

Quatro obras entram em fase de construção. A maior delas é o Bloco Acadêmico I, um edifício de 9.850 metros quadrados com quatro pavimentos destinados a salas de aula. O estaqueamento desse bloco começou na semana

Estudantes do CEM visitam o campus da UFSC em Joinville pela primeira vez.

passada. Dois prédios destinam-se aos diversos laboratórios do curso que compõem o Centro de Engenharia de Mobilidade (CEM): o Bloco II e Bloco III. O Bloco IV abrigará os gabinetes dos professores, áreas administrativas e de apoio. Também está em fase de terraplenagem a pista de testes, que servirá para o desenvolvimento de pesquisas sobre o desempenho dos veículos em diferentes tipos de solos.

A previsão é inaugurar o novo campus em março de 2014. A estimativa do diretor do CEM, Acires Dias, é que nesta data a comunidade acadêmica seja formada por 2000 alunos de graduação, 125 professores e 150 Servidores Técnico-Administrativos Educacionais. O início dos cursos de pós-graduação também está previso para 2014. “A proposta é implantar também cursos nas áreas de Economia, Humanidades, Saúde, Direito, de acordo com as verbas e a possibilidades”, explicou Acires Dias.

Direção do CEM no canteiro de obras do Bloco 1.

Para inaugurar o novo campus é necessário construir estradas de acesso, uma obra que já foi autorizada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). O diretor do CEM informou que o projeto dessa obra deve ser concluído no final deste mês.

Entre as autoridades presentes estavam o senador Luiz Henrique da Silveira, que era o  governador quando o curso foi criado, o prefeito de Joinville, Carlito Merss, o secretário de Desenvolvimento Regional do Estado, Bráulio Barbosa, o reitor da UFSC, Alvaro Prata, e a reitora eleita, Roselane Neckel. Prefeitos de cidades da região norte do estado, empresários, representantes de entidades, além dos estudantes da UFSC em Joinville também participaram do evento, que aconteceu no futuro campus da universidade, um terreno de mais de um milhão de metros quadrados localizado às margens da rodovia BR-101, na altura dos quilômetros 51 e 52.

A placa em comemoração à obra é descerrada pelo secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de SC, Bráulio Barbosa, junto com a futura reitora da UFSC, Roselane Neckel, o prefeito de Joinville, Carlito Merss, o senador Luiz Henrique da Silveira, o reitor Alvaro Prata e o diretor do CEM, Acires Dias.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Texto e fotos: Laura Tuyama, jornalista na Agecom.

Tags: campus joinvilleCEMUFSC

Campus da UFSC em Joinville inaugura novas instalações

09/04/2012 15:25

Depois de dois anos e meio instalada no Campus da Univille, a comunidade acadêmica da UFSC em Joinville passa a ocupar uma estrutura de 3,2 mil m², mais uma área de 2,4 mil m² para os laboratórios. Para celebrar esta nova fase, a direção do campus de Joinville organizou uma cerimônia na manhã do dia 5 de abril. Dela participaram diversas autoridades da cidade, representantes da Univille, pró-reitores da UFSC, a direção do campus Joinville, estudantes, funcionários docentes e técnico-administrativos, o reitor Alvaro Prata e as reitoras eleitas, Roselane Neckel e Lúcia Pacheco.

“Embora o espaço seja alugado e provisório, a comunidade tem agora um local próprio, fundamental para construir a identidade do grupo”, explica o diretor do Campus Joinville, professor Acires Dias. A presença da UFSC na cidade teve início em agosto de 2009, por meio de parceria com a Univille. Foi lá que os primeiros 200 alunos começaram a cursar as disciplinas do Centro de Engenharia da Mobilidade (CEM), um curso considerado inovador tanto pela temática quanto pela forma como é estruturado. Todos os alunos ingressam em um curso único e depois de três anos podem optar por se formar em bacharelado interdisciplinar, ou podem continuar por mais dois anos, direcionando-se para uma das sete engenharias que compõem o CEM: Aeronáutica, Automobilística, Ferroviária e Metroviária, Mecatrônica, Naval e Oceânica, Infraestrutura ou Tráfego e Logística. A primeira turma de bacharelado já completa o período para se formar no próximo mês de julho, mas até agora nenhum estudante se candidatou à formatura, devendo portanto seguir para Engenharia.

Campus próprio em março de 2014

Hoje o curso tem quase 1.200 alunos. Para dar conta deste crescimento, foi alugado o prédio atual, localizado no bairro Santo Antônio, que tem três pavimentos, com 11 salas de aula de 60, 80 e 100 lugares, dois auditórios de 200 lugares, dois laboratórios de informática com capacidade para 60 pessoas, uma biblioteca, salas de professores e a área administrativa. A cerca de 200 metros ficam localizados dois galpões destinados aos laboratórios de fabricação, maquetaria, pesquisa, química, entre outros. Essa estrutura ainda está em fase de instalação. O Restaurante Universitário localiza-se a menos de 100 metros do local.

O professor Acires explicou que a perspectiva era inaugurar o novo campus em agosto de 2013, mas devidos aos atrasos no início, a meta agora é março de 2014.  “Já temos licitados 15 mil m² de obras, a terraplanagem está quase pronta, já estamos trabalhando na pista de teste, semana que vem começam as fundações do Bloco 1 e as outras obras licitadas devem começar a ser construídas em maio”, explicou. A pedra fundamental do novo campus será lançada no próximo dia 4 de maio.

Compromissos

Em seu discurso, Alvaro Prata ressaltou que é um momento de olhar para o passado, agradecer aos parceiros, como a Univille, e também de assumir compromissos e dividir responsabilidades .“Esta inauguração nos mostra que a universidade segue crescendo. Em maio de 2008 assumimos o desafio de viabilizar os novos campi e há quatro anos recebemos aqui um terreno com uma série de pendências, cada uma sendo superada ao longo do tempo. Se antes algum obstáculo representava insegurança, agora só nos motiva”. Prata finalizou seu discurso falando sobre compromissos. Para a comunidade acadêmica, pediu a todos que apoiem a nova gestão de Roselane Neckel e Lúcia Pacheco a dar sequencia a esse trabalho. E para as reitoras eleitas, pediu para que cuidem do projeto em Joinville.

“Estivemos ontem (4 de abril) conversando com estudantes e funcionários, e consideramos que é muito importante estarmos aqui para conhecer este projeto e participar desse momento, dando tranqüilidade de que na nossa gestão vamos trabalhar para consolidar a estrutura que foi iniciada. Todo início é difícil, mas vamos apoiar para consolidar este projeto tanto em termos pedagógicos quanto na conclusão das obras”, afirma a reitora eleita, Roselane Neckel.

De Santa Rosa de Lima a Washington

Para encerrar a programação, o reitor Alvaro Prata proferiu a aula magna sobre qualidade e internacionalização como os novos desafios para as universidades brasileiras. Ao falar sobre qualidade, o reitor mostrou o desafio das instituições nacionais: na área de engenharias, dos 100 melhores colocados no ranking da Times Higher Education Supplement, a China aparece com 13 instituições, a Índia com duas, enquanto o Brasil não figura na lista. Sobre a internacionalização, Prata relaciona alguns benefícios: a adaptação e globalização curricular, a mobilidade de estudantes, que permite experimentar novas culturas, a globalização das atividades de pesquisa entre outros. “Não digo que devemos copiar, mas sim acompanhar o que acontece no exterior para aperfeiçoar a nossa prática”, explica.

Prata assinalou alguns pontos positivos da UFSC: cerca de 3% dos alunos estão em intercâmbio, dos quais 403 são estudantes estrangeiros no Brasil e 351 brasileiros no exterior. “O ideal seria ter 10% de intercambistas, mas mesmo assim, a UFSC é, por exemplo, a universidade que mais recebeu haitianos depois do terremoto que devastou o país”. Outro ponto destacado é a interiorização da universidade. Um exemplo é o curso de Educação do Campo, que na segunda-feira inaugurou sua turma em Santa Rosa de Lima, uma região caracterizada pela agricultura orgânica e familiar. “A UFSC é líder em educação do campo, num país em que 86% da população está na cidade, piorando tanto a situação urbana quanto rural”.

“Esta é a importância da universidade. Nossos desafios são grandes, mas quando nos capacitamos para chegar a Santa Rosa de Lima, temos capacidade de chegar também junto a empresários e cientistas em Washington, por exemplo, e relatar nossas experiências”, explica Prata, numa referência à palestra que irá proferir em Washington nesta segunda-feira, durante a viagem que está fazendo junto à comitiva da presidenta Dilma. O evento tem por objetivo congregar empresários, representantes de governos, cientistas brasileiros e norte-americanos, para promover sua aproximação por meio de relatos nas áreas de ciência e tecnologia. “Esse convite representa uma distinção muito grande para a UFSC, não somente pela oportunidade de participar do evento, que é muito seleto, como também por sermos uma das pouquíssimas instituições que irão relatar sobre as suas experiências bem sucedidas nas parcerias com empresas, e que não são poucas”, explica o reitor.

Por Laura Tuyama, jornalista na Agecom.
Fotos: Carla Costa.

Tags: campus joinvilleCEMcentro de engenharia da mobilidadeinauguraçãoUFSC