Instituições e entidades manifestam solidariedade ao reitor e chefe de gabinete da UFSC

30/08/2018 10:12

A Administração Central da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) vem recebendo moções de apoio e manifestações que repudiam a recente denúncia do Ministério Público Federal em Santa Catarina que atingem o reitor Ubaldo Cesar Balthazar e o chefe de Gabinete, Áureo Mafra de Moraes.

O Conselho Universitário da UFSC emitiu nota à nação brasileira, manifestando “o seu posicionamento diante da insegurança jurídica e dos trágicos acontecimentos do último ano”. O CUn declara que: “A UFSC não vê o direito punitivo, unicamente, e a intimidação como solução para os complexos problemas da atualidade, e não comunga de espírito de emulação com quem quer que seja;  mais não pede que a tranquilidade para coonestar com trabalho e dedicação (e competência), o que recebe em reconhecimento, recursos e esperanças da Nação brasileira; e deixa a cargo dos órgãos competentes, sobretudo do julgamento da história, os lastimáveis e trágicos episódios, que a enlutam, e comovem o Brasil.” Leia a nota na íntegra.
(mais…)

Tags: Aureo Moraesmoção de apoiomoção de repúdiosolidariedadeUbaldo César BalthazarUFSC

Campanha para apoio à aluna de Ciências Contábeis atropelada em ponto de ônibus está no Facebook

20/10/2014 16:53

Está no ar a página da campanha criada no Facebook pelos amigos da estudante Gislene Daiana Martins que se mobilizam para ajudá-la a custear despesas médicas e pessoais. Os posts reúnem relatos e atualizações da situação de Gislene, informações sobre como dar apoio à movimentação e links de matérias na imprensa a respeito da campanha. Gislene é aluna do curso de Ciências Contábeis na UFSC. No dia 29 de setembro, ela estava em um ponto de ônibus no bairro Itacorubi, em Florianópolis, e foi atropelada: o ponto foi derrubado por um grupo de suspeitos de atirar em uma base da PM que fugiam em alta velocidade de uma viatura; Gislene e mais duas pessoas foram atingidas. Ela sofreu ferimentos graves nas duas pernas e foi internada no Hospital Celso Ramos. Teve fraturas no fêmur e na tíbia da perna esquerda e precisou amputar a direita, logo abaixo do joelho. Durante a semana, os médicos observarão a oxigenação e circulação na perna para avaliar se será necessário amputar acima do joelho. Ela continua internada, e não há previsão de alta.

Quando os colegas de curso souberam que ela havia sido atingida, publicaram um post no Facebook explicando a situação e pedindo ajuda com recursos financeiros e doações de sangue. Os compartilhamentos chamaram a atenção da imprensa local, que também produziu matérias sobre a situação de Gislene. Ela trabalhava como estagiária e precisará do dinheiro para custear gastos com cuidados médicos, remédios, fisioterapia e outros mais.

Página da campanha: www.facebook.com/apoioagislenedaianamartins

Conta para ajuda financeira:
BANCO DO BRASIL – 001
Agência: 5201-9
Conta corrente: 11.056-6
CPF 033.857.349-67
Gislene Daiana Martins.

A matéria da TV UFSC sobre a campanha é a primeira da edição de 20 de outubro do UFSC Cidade:

Tags: ciências contábeisGislene Daiana MartinssolidariedadeUFSC

Estudantes da UFSC iniciam campanha para auxiliar colega atropelada em perseguição policial

17/10/2014 18:14

Os amigos da estudante Gislene Daiana Martins que se mobilizam para ajudá-la a custear despesas médicas e pessoais lançam na próxima segunda-feira a página da campanha, cujo principal motivo é centralizar as informações e pedidos de doações. “Começou como uma arrecadação entre quem conhece a Gislene, amigos mais próximos, e tomou uma proporção bem maior; apareceu bastante gente que quer colaborar. Isso surpreendeu a nós todos e a ela também”, conta Josane Vieira, colega de Gislene.

Gislene é aluna do curso de Ciências Contábeis na UFSC. No dia 29 de setembro, ela estava em um ponto de ônibus no bairro Itacorubi, em Florianópolis, e foi atropelada: o ponto foi derrubado por um grupo de suspeitos de atirar em uma base da PM que fugiam em alta velocidade de uma viatura; Gislene e mais duas pessoas foram atingidas. Ela sofreu ferimentos graves nas duas pernas e foi internada no Hospital Celso Ramos. Teve fraturas no fêmur e na tíbia da perna esquerda e precisou amputar a direita, logo abaixo do joelho. Durante a semana, os médicos observarão a oxigenação e circulação na perna para avaliar se será necessário amputar acima do joelho. Ela continua internada, e não há previsão de alta.

Somente na semana passada os colegas de curso souberam que ela havia sido atingida. Publicaram então um post no Facebook explicando a situação e pedindo ajuda com recursos financeiros e doações de sangue. Os compartilhamentos chamaram a atenção da imprensa local, que também produziu matérias sobre a situação de Gislene. Ela é órfã e tem sido cuidada também pelos tios. Trabalhava como estagiária e precisará do dinheiro para custear gastos com cuidados médicos, remédios, fisioterapia e outros mais.

Além de na página do Facebook, os participantes recolherão dinheiro pessoalmente no campus. “A campanha de fato começa segunda. A conta bancária que estamos divulgando é a dela, para que haja transparência e as pessoas saibam que todo o dinheiro arrecadado está indo direto para ela”, observa Josane.

Conta para ajuda financeira:
BANCO DO BRASIL – 001
Agência: 5201-9
Conta corrente: 11.056-6
CPF 033.857.349-67
Gislene Daiana Martins.

Tags: campanhaciências contábeisGislene Daiana MartinssolidariedadeUFSC