Memorial em cinema expandido homenageia Cancellier nesta terça

02/10/2018 09:03

Templo Ecumênico. Foto: Henrique Almeida/Agecom

Na terça-feira, 2 de outubro, o falecimento do então reitor da UFSC Luiz Carlos Cancellier de Olivo completa um ano. Dentre as homenagens, ocorre neste dia a exposição do memorial em formato de cinema expandido. Com concepção artística da cineasta intervencionista e professora do curso de Cinema da UFSC Célia Mello, o memorial projetará na fachada do Templo Ecumênico da UFSC, a partir das 19h, uma série de imagens da cobertura midiática dos eventos que precederam a trágica morte do dirigente máximo da instituição em 2017.

Sobre o projeto

O Memorial em formato de cinema expandido é uma composição artística de imagens que será projetada na fachada do Templo Ecumênico. Clélia capturou um grande volume de manchetes, jornais, vídeos e páginas da internet que tratavam do assunto. O resultado desse trabalho é uma frenética edição de imagens que insere o espectador diante dos acontecimentos midiáticos.
(mais…)

Tags: CancellierCinema expandidohomenagem a Luiz Carlos Cancellier de OlivoIntervenção artísticaLuiz Carlos Cancelier de OlivoSecretaria de Cultura e Arte (SeCArte)Templo Ecumênico da UFSCUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Retrospectiva UFSC 2017: novembro e dezembro

09/02/2018 13:14

O último bimestre de 2017 começa na UFSC com um clima tenso. A comunidade universitária segue abalada com a prisão e morte do reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo. Em novembro, no

entanto, as atividades começam a voltar à normalidade. Com a morte do reitor e o afastamento da vice-reitora por motivos de saúde, o Conselho Universitário organizou uma sessão extraordinária no dia primeiro de novembro para decidir a sucessão. Foi deliberado que haveria uma consulta pública para o cargo, a ser realizada no primeiro semestre de 2018. Até a consulta pública, Ubaldo César Balthazar, decano do Conselho Universitário e então diretor do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ), assumiria a reitoria, em caráter pro tempore.

Sessão aberta do CUn deliberou reitor pró-tempore até a eleição de novo(a) reitor(a). (Foto: Jair Quint/Agecom/UFSC).

No encerramento da sessão, o novo reitor da Universidade agradeceu a confiança, mas avisou que não pretendia permanecer no cargo e que, naquele momento, o que era preciso era colocar a universidade de volta nos trilhos. “Vamos fazer isso com o apoio de todos: professores, alunos, servidores técnico-administrativos. Vamos tocar esse barco e mostrar à sociedade, ao MEC, ao mundo, que a universidade é maior”.

Novembro: consequências e superações

No mês seguinte à tragédia, foram feitas muitas as homenagens a Cancellier. Foi assim na sétima edição Congresso Catarinense de Direito Administrativo na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), no dia 6 de novembro, quando o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro abriu o evento discursando sobre abuso de autoridade.
(mais…)

Tags: A UFSC diz não à violência contra a MulherAgecomAliança pela Igualdade e DiversidadeAniversário UFSCCampus BlumenauCancellierconselho universitárioConsulta para Reitoria da UFSCconsulta públicadia da consciência negraEbserhExperimenta UFSCInstituto de Estudos de GêneroLuiz Carlos Cancelier de Olivoônibus elétricoOperação 'Ouvidos Moucos'operação Torre de Marfimreitor pro-temporeRetrospectivaretrospectiva 2017Ubaldo César BalthazarUFSCUFSC 57 anosUFSC Campus AraranguáUniversidade Federal de Santa Catarina

Cobertura da Ouvidos Moucos e da morte de Luiz Carlos Cancellier na edição especial da Rádio Ponto

24/11/2017 13:17

A Rádio Ponto UFSC apresenta, nesta sexta-feira, dia 24, a partir das 16 horas, mais uma edição especial do “Jornalismo em Debate”. Nesta nova edição do programa de análise da mídia jornalística, produzido pela webemissora do Curso de Jornalismo da UFSC, o tema é  “A cobertura da Operação Ouvidos Moucos e da morte do reitor da UFSC Luiz Carlos Cancellier”. Após a veiculação, que pode ser acompanhada em tempo real pelo site www.radioponto.ufsc.br (somente no navegador Explorer), a produção ficará disponível no mixcloud da estação.

A operação “Ouvidos Moucos” foi a deflagrada pela Polícia Federal, juntamente com a Controladoria Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU), no dia 14 de setembro de 2017. Seu foco: desvio de recursos públicos nos cursos de Educação a Distância da UFSC oferecidos pelo programa Universidade Aberta do Brasil (UAB).  Em seguida, a mídia anunciou a prisão do então reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier, relacionada com a investigação. 
(mais…)

Tags: Luiz Carlos Cancelier de OlivoRádio PontoUFSC

Homenagem a Luiz Carlos Cancellier contou com lançamento do livro ‘Em Nome da Inocência: Justiça’

22/11/2017 15:31

Foto: Solon Soares/Agência AL

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) promoveu, na noite desta terça-feira, 21 de novembro, uma sessão especial em homenagem “in memoriam” ao reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier de Olivo. A solenidade atendeu a uma proposição do deputado Rodrigo Minotto (PDT) e reuniu lideranças políticas, acadêmicos e representantes de diversos poderes e órgãos públicos do estado.

Natural de Tubarão, Luiz Carlos Cancellier de Olivo, ou Cao, como era chamado por amigos e familiares, foi jornalista e professor universitário, tendo falecido no dia 2 de outubro de 2017, aos 59 anos. Ele estava afastado temporariamente do cargo de reitor da UFSC, no qual havia sido empossado em maio de 2016 para mandato até 2020.
(mais…)

Tags: ALESCLuiz Carlos Cancelier de OlivoUFSC

Manifestações de pesar com o falecimento do reitor da UFSC Luiz Carlos Cancellier de Olivo

02/10/2017 18:39

A Agecom recebeu desde o último dia 2 de outubro inúmeras manifestações de pesar com o falecimento do professor de Direito e reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier de Olivo. Neste espaço encontra-se uma parte destas mensagens, pois ainda não foi possível reunir todas as palavras reconfortantes advindas da sociedade catarinense e do país, tão importantes para a comunidade universitária e para a família do professor Cancellier, neste momento tão triste e trágico para toda a UFSC.

Conselho Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Direito (Conpedi)

Com extremo pesar e consternação, o Conselho Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Direito — Conpedi comunica o falecimento do Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), professor Doutor Luiz Carlos Cancellier de Olivo.

Por onde passou, Cau, como era conhecido pelos mais próximos, nos deixa como legado o diálogo e as formas negociadas de resolução de conflitos. Em recente entrevista à Revista e TV Conpedi, o Reitor falou sobre os desafios de gerir umas das maiores universidades públicas do país.

Natural da cidade catarinense de Tubarão, Cancellier ingressou no Curso de Direito da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) no ano de 1977, onde engajou-se no movimento de oposição à ditadura militar. Interrompeu seus estudos para atuar como jornalista e participar ativamente das campanhas pela redemocratização.

Retomou os estudos em Direito apenas em 1996 na própria UFSC, onde concluiu a graduação (1998), mestrado (2001) e doutorado (2003), para em seguida tornar-se professor do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade. Em 2015, foi eleito para exercer o mandato de reitor entre 2016-2020.

Sempre à frente de importante instituições acadêmicas, Cancellier manteve relações próximas ao Conpedi durante toda sua trajetória.  Uma de suas últimas atividades como Reitor da UFSC foi sua participação no VII Encontro Internacional do Conpedi, realizado na cidade de Braga, em Portugal.

O Conpedi exalta o profissional e deixa aos familiares os pêsames pela perda de um dos grandes defensores do aprimoramento das instituições democráticas e do exercício da cidadania, que são também princípios norteadores desse Conselho.

Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB)

O Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), mais longeva casa da cultura jurídica nacional, manifesta seu profundo pesar pelo recente falecimento do magnífico reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier de Olivo.

Vítima fatal do processo penal do espetáculo, o professor Cancellier, conforme se verifica de seus últimos escritos, optou pelo suicídio em razão da humilhação decorrente de prisão que lhe foi imposta, sem sequer ter sido previamente ouvido, por suposta obstrução a investigações que se realizavam acerca de ilícitos possivelmente cometidos em gestão anterior à sua, bem como pela proibição de frequentar a universidade da qual era reitor e outras medidas restritivas à sua liberdade de ir e vir.

O IAB repudia atos de justiçamento público, antecipação de penas privativas da liberdade e quaisquer decisões judiciais tomadas em desrespeito aos princípios da presunção da inocência e da ampla defesa, alicerces maiores do devido processo legal.

Nesse momento de sofrimento e revolta, o IAB solidariza-se com os familiares, amigos, colegas e alunos do professor Cancellier, externando suas condolências.

Técio Lins e Silva – Presidente Nacional do IAB

Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes)

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), profundamente consternada, comunica o trágico falecimento do Prof. Dr. Luiz Carlos Cancellier, Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, ocorrido na manhã desta segunda-feira. O sentimento de pesar compartilhado por todos/as os/as reitores/as das universidades públicas federais, neste momento, é acompanhado de absoluta indignação e inconformismo com o modo como foi tratado por autoridades públicas o Reitor Cancellier, ante um processo de apuração de atos administrativos, ainda em andamento e sem juízo formado.

É inaceitável que pessoas de bem, investidas de responsabilidades públicas de enorme repercussão social tenham a sua honra destroçada em razão da atuação desmedida do aparato estatal. É inadmissível que o país continue tolerando práticas de um Estado policial, em que os direitos mais fundamentais dos cidadãos são postos de lado em nome de um moralismo espetacular. É igualmente intolerável a campanha que os adversários das universidades públicas brasileiras hoje travam, desqualificando suas realizações e seus gestores, como justificativa para suprimir o direito dos cidadãos à educação pública e gratuita.

Infelizmente, todos esses fatos se juntam na tragédia que hoje temos que enfrentar com a perda de um dirigente que por muitos anos serviu à causa pública. A ANDIFES manifesta a sua solidariedade aos familiares e amigos do Reitor Cancellier e continuará lutando pelo respeito devido às universidades públicas federais, patrimônio de toda a sociedade brasileira.

Brasília, 2 de outubro de 2017.

Universidade de Brasília (UnB)

A Universidade de Brasília decreta, a partir desta segunda-feira (2), luto oficial de três dias pela morte do reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier.

A medida integra ação coletiva das instituições vinculadas à Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), que publicou nota de pesar pelo ocorrido.

A administração superior da UnB manifesta solidariedade à família do professor Luiz Carlos Cancellier e a toda comunidade da UFSC, instituição de referência acadêmica, com relevantes contribuições à educação superior no Brasil.

Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes)

A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) lamenta, com profundo pesar, o trágico falecimento do professor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), ocorrido na manhã desta segunda-feira, 2 de outubro de 2017. Consternada e entristecida, a Administração Central da Ufes decretou luto oficial de três dias em respeito à memória do professor. Manifestamos a nossa solidariedade para com os familiares e amigos do reitor Cancellier, bem como com a comunidade acadêmica da UFSC.

Igualmente, manifestamos a nossa veemente indignação com a forma como autoridades judiciais, policiais e do Ministério Público atuaram recentemente, no curso de investigações sobre supostas irregularidades apontadas no âmbito daquela instituição de ensino, e que resultou na extemporânea prisão do reitor Cancellier. Um ato extremo e grave no ambiente do Estado Democrático de Direito, visto que o reitor Cancellier sequer havia prestado esclarecimentos no processo.

Tal episódio atingiu brutalmente a honra do professor doutor Cancellier, que não resistiu tamanha execração pública, resultando na tragédia ocorrida na manhã desta segunda-feira. Repudiamos, igualmente, as recorrentes práticas ultimamente adotadas em nosso País, as quais impõem, pela força judicial e policial, ainda no curso de investigações, a execração pública de cidadãos e cidadãs, em frequente associação com veículos de comunicação. Desse modo, manifestamos o nosso forte questionamento à condenação sumária adotada em relação ao reitor Cancellier, antes mesmo que a Justiça, a Polícia e o Ministério Público tivessem alcançado alguma conclusão sustentável.

É de fato intolerável tal situação, que fere os preceitos elementares da democracia e que provocam tragédias irreversíveis a cidadãos honrados e gestores públicos comprometidos com as suas atribuições. Que a tristeza pelo falecimento do professor Luiz Carlos Cancellier nos mova para a necessária reflexão acerca do particular momento vivido em nosso País de grave desorganização institucional, o que afeta cada cidadão e cada cidadã. Todos nós, reitores das universidades federais, deveremos manter, com firmeza, a defesa da universidade pública – patrimônio da sociedade brasileira – e o compromisso da plenitude democrática no Brasil.

Vitória-ES, 2 de outubro de 2017.

Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

A UFGD decreta, a partir desta segunda-feira (02/10), luto oficial de três dias pela morte do reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier. A medida integra ação coletiva das Instituições Federais de Ensino Superior – Ifes vinculadas à Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), que publicou nota oficial. A Universidade se solidariedade com família, parentes e amigos do professor Luiz Carlos Cancellier e a toda comunidade da UFSC, instituição de referência acadêmica, com relevantes contribuições à educação superior no Brasil.

Universidade Federal do Paraná

A Universidade Federal do Paraná lamenta profundamente o trágico falecimento do Prof. Dr. Luiz Carlos Cancellier de Olivo, reitor da Universidade Federal de Santa Catarina. Como faz hoje o conjunto das Universidades Federais brasileiras, a UFPR decreta também luto de três dias.

Acompanhando a nota publicada pela ANDIFES, entendemos que a ocasião, além de ser de pesar e de solidariedade aos familiares e aos amigos do professor Cancellier, é de reflexão sobre o papel desempenhado atualmente em nosso país pelos aparatos estatais de controle e de punição, bem como sobre a consequente repercussão pública, especialmente nesse momento crítico vivido pelas Universidades. E, não menos importante, ponderar, em nossa jovem democracia, sobre o necessário resgate de uma cultura de direitos que respeite a dignidade humana, o contraditório, a ampla defesa e a presunção de inocência, reafirmando que a responsabilidade em relação à vida é soberana em qualquer situação.

Universidade Tecnológica Federal do Paraná

A Reitoria da UTFPR lamenta profundamente o falecimento do reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier de Olivo, ocorrido nesta segunda-feira (02).O sentimento de pesar vem acompanhado de inconformismo com o modo como o reitor Cancellier foi tratado por autoridades públicas durante o processo de apuração de atos administrativos, ainda em investigação.
Expressamos as nossas condolências à comunidade da UFSC e aos familiares e amigos do professor Olivo. Informamos que a UTFPR decreta luto oficial de três dias em respeito à dor de todos.

Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc)

É com pesar que a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) recebeu a notícia do falecimento do reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc), Luiz Carlos Cancellier. A Udesc lamenta profundamente o ocorrido e se solidariza com a família do reitor e com toda a comunidade acadêmica da universidade federal. Que esse momento de dor também seja de reflexão frente aos acontecimentos.

Universidade Federal de Alagoas (Ufal)

Cientes do  falecimento do Reitor Luiz Carlos Cancellier, a gestão da Universidade Federal de Alagoas vem manifestar sentimentos de profundo pesar e, unida às universidades que integram a ANDIFES, decreta três dias de luto oficial em solidariedade aos gestores UFSC e toda a comunidade universitária.

Maria Valéria Costa Correia – Reitora

Universidade Federal do Ceará

A Administração Superior da Universidade Federal do Ceará manifesta consternação ante a morte trágica do Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, Prof. Luiz Carlos Cancellier, ocorrida na manhã de segunda-feira (2). Na comunidade acadêmica brasileira, acentua-se, com essa perda, a indignação pelo modo como o Prof. Cancellier foi tratado, recentemente, por autoridades federais, no contexto de um processo – ainda em andamento e sem juízo formado – que apura atos administrativos na UFSC.

O trauma da prisão e a decisão judicial que o afastou da Reitoria pesaram em demasia sobre os ombros de Cancellier, cuja brilhante trajetória no Ensino Superior será sempre motivo de orgulho para sua Instituição. Em nossa comunidade, essa perda é recebida como mais um golpe vibrado contra a Universidade pública de qualidade. Em nota, a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior traduz com fidelidade o sentimento reinante:

“É inaceitável que pessoas investidas de responsabilidades públicas de enorme repercussão social tenham a sua honra destroçada em razão da atuação desmedida do aparato estatal. É inadmissível que o País continue tolerando práticas de um Estado policial, em que os direitos mais fundamentais dos cidadãos são postos de lado em nome de um moralismo espetacular.”

Na UFC, estamos solidários com os familiares do Prof. Cancellier e com os professores, alunos e servidores técnico-administrativos da UFSC. Estamos, igualmente, alertas diante da pressão que se exerce sobre as nossas Instituições e que se deve, seguramente, à sua histórica insubmissão face ao arbítrio. Mesmo sufocadas pelo torniquete das restrições orçamentárias, que comprometem o alcance de sua ação transformadora, as universidades federais estão dispostas a resistir a quaisquer tentativas de desqualificá-las como instâncias independentes, sérias, empenhadas em oferecer ensino gratuito de qualidade e contribuir para o avanço socioeconômico do País.

Confrontada com a perda que experimenta a UFSC, a Universidade Federal do Ceará observará, a partir de hoje, três dias de luto oficial.

Fortaleza, 2 de outubro de 2017.

Henry de Holanda Campos
Reitor da UFC

Universidade Federal do Tocantins

O reitor da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Luiz Eduardo Bovolato, em nome da instituição informa que lamenta a morte do reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e presta condolências aos familiares e amigos nesse momento de tristeza e dor.

Diretoria de Comunicação

Procuradoria Geral do Estado

O Procurador Geral do Estado vem a público manifestar profundo pesar pelo falecimento do Professor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, Magnífico Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, bem como solidarizar-se com seus familiares e amigos.

A morte de Cancellier enluta Santa Catarina pela perda de um de seus filhos mais ilustres, um homem digno, de poucas posses, que devotou os últimos anos de sua rica trajetória profissional à nobre causa do ensino, da pesquisa e da extensão universitárias.

A tragédia de sua partida ocorre sob condições revoltantes. As informações disponíveis indicam que Cancellier padeceu sob o abuso de autoridade, seja em relação ao decreto de prisão temporária contra si expedido, seja em relação à imposição de afastamento do exercício do mandato, causas eficientes do dano psicológico que o levaram a tirar a própria vida.

Por isso, respeitado o devido processo legal, é indispensável a apuração das responsabilidades civis, criminais e administrativas das autoridades policiais e judiciárias envolvidas.

Que o legado do Professor Luiz Carlos Cancellier de Olivo seja, em meio a tantos outros bens que nos deixou, também o de ter exposto ao país a perversidade de um sistema de justiça criminal sedento de luz e fama, especializado em antecipar penas e martirizar inocentes, sob o falso pretexto de garantir a eficácia de suas investigações.

João dos Passos Martins Neto – Procurador-Geral do Estado

Associação Catarinense de Imprensa (ACI)

A Associação Catarinense de Imprensa (ACI) – Casa do Jornalista – lamenta a tragédia ocorrida na manhã de hoje (02/10) com o amigo, jornalista, advogado, professor e reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier. O acontecimento entristece a todos e deixa enlutados os colegas do homem que ao longo da vida deu inúmeras provas de companheirismo e apoio às causas da liberdade de expressão, do bom jornalismo e da educação. A ACI externa seus profundos e sinceros sentimentos de pesar à família e amigos.

Governo do Estado

O governo do Estado lamenta o falecimento do reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier de Olivo, ocorrida na manhã desta segunda-feira, 2, em Florianópolis, e manifesta solidariedade à família e aos amigos do reitor e à toda a comunidade profissional da universidade catarinense.

Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (CRUB)

Nossas sinceras condolências. É com muito pesar que a diretoria do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (CRUB) recebeu a lamentável notícia do falecimento do Reitor Luiz Carlos Cancellier, nesta segunda feira, dia 2 de outubro de 2017. Os Reitores deste Colegiado lamentam o ocorrido e oferecem aos familiares as suas mais sinceras condolências, bem como os mais estimados préstimos por tão grande perda. Neste momento nos unimos em oração à sua família e amigos para que esta perda possa ser compreendida com a esperança do conforto de Deus.

Reitor Benedito Guimarães Aguiar Neto – Presidente do CRUB

Associação Brasileira das Universidades Comunitárias (ABRUC)

Ao tomar conhecimento do passamento do Reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, lamentamos imensamente o ocorrido. Neste momento de forte emoção, enviamos em nome de nossa Associação, nossos sentimentos de solidariedade e profundo respeito, aos seus familiares e à toda Comunidade Acadêmica da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC.

Pedro Rubens Ferreira Oliveira – Presidente da ABRUC e Reitor da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP)

Fórum Nacional de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior Brasileiras (Forproex)

A Coordenação do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior Brasileiras (Forproex) manifesta profundo pesar pelo falecimento do Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, Luiz Carlos Cancellier de Olivo. Nossas mais sinceras condolências à família, amigos e à comunidade acadêmica por esta inestimável perda.

Daniel Pansarelli Presidente do Forproex-Nacional

Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina (CREA/SC)

Em nome da Diretoria, conselheiros e empregados do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina, e em meu próprio, externo os nossos sentimentos à família do professor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, Reitor da UFSC, que faleceu na manhã desta segunda-feira (02/10), em Florianópolis.

Carlos Alberto Kita Xavier – Presidente do Crea-SC

Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE)

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) lamenta profundamente o trágico falecimento do professor Luiz Carlos Cancellier, reitor da UFSC. Além do pesar, expressamos nosso inconformismo com o processo de apuração de atos administrativos, ainda em andamento, inconclusivos, de argumentação frágil, mas destruidores de uma trajetória respeitável e comprometida com os anseios da sociedade brasileira e catarinense.

Com uma prática policialesca do Estado, que nos últimos tempos tem sido constante em nosso país, o professor Cancellier foi acusado de praticar desvio de recursos da instituição, sem quaisquer provas, sendo aprisionado de maneira abusiva, indo de encontro aos princípios da tolerância e da mediação, por ele sempre praticados.

Sua história respeitada, sua militância em prol dos direitos do povo brasileiro, especialmente à educação, foram desconsiderados, destruindo sua dignidade perante a Universidade que sempre o teve como exemplo, e à sociedade que o via como um cidadão que atuava em prol das instituições públicas.

A CNTE reafirma sua defesa da educação pública de qualidade, do estado democrático de direito, das instituições públicas de ensino, do pleno respeito à cidadania e aos direitos humanos fundamentais.

Nossa solidariedade aos professores e alunos da UFSC. Nosso apoio e respeito aos familiares.

Professor Cancellier, presente!

Brasília, 2 de outubro de 2017.

Diretoria executiva da CNTE

Câmara de Dirigentes Lojistas de Florianópolis (CDL)

Em meu nome, de todos os Diretores, Conselheiros e Colaboradores da Câmara de Dirigentes Lojistas de Florianópolis manifesto os nossos mais sinceros sentimentos de tristeza pelo falecimento do Reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, ocorrido no dia de hoje. Deixamos aos Servidores da UFSC, Amigos e Familiares as nossas condolências e pesares. Que todos sejam acolhidos pela luz divina.

Lidomar Antônio Bison – Presidente da CDL

Secretaria Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) de Santa Catarina

A Secretaria Regional da SBPC de Santa Catarina vem manifestar seu profundo pesar pelo trágico falecimento do Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Professor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, na manhã desta segunda feira, 2 de outubro. Expressamos nossa solidariedade aos familiares, amigos e membros da equipe administrativa da Reitoria da UFSC.

André Ramos – Coordenador do Projeto Imagine e Secretário Regional da SBPC-SC

Luiz Inácio Lula da Silva

Minha solidariedade, nesse momento de dor, à família do magnífico reitor Luiz Carlos Cancellier e a toda a comunidade acadêmica da Universidade Federal de Santa Catarina. É um momento muito triste para o país, a perda de um professor dedicado à causa do conhecimento e da universidade pública que foi exposto sem nenhum motivo justificável, apenas para a sanha das manchetes sensacionalistas e a sede da destruição de reputações. Cancellier deveria ter retornado em vida para exercer suas atividades na universidade da qual era reitor e da qual foi afastado em medida que desrespeitou a autonomia universitária, e que não deveria ter lugar no estado democrático. Muita força aos parentes, amigos, alunos e admiradores de Cancellier, que suas lembranças e ensinamentos sigam com todos que conviveram com ele.

União Nacional dos Estudantes (UNE)

É com grande tristeza e pesar que a União Nacional dos Estudantes recebe a notícia do suicídio do professor Luiz Carlos Cancellier, reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, recentemente afastado de seu cargo, vítima de uma injusta e arbitrária ação da Polícia Federal.

Em uma operação extremamente duvidosa, e divulgada pela imprensa de forma irresponsável, Cancellier foi preso e liberado no dia seguinte há cerca de 15 dias atrás acusado de desvio de recursos na UFSC e obstrução da justiça. Tanto a administração da universidade, como institutos, professores e estudantes manifestaram seu repúdio à forma com que essa operação foi conduzida, desrespeitando o estado democrático de direito e a presunção de inocência, alegando ao atual reitor possíveis irregularidades, que sequer foram suficientemente apuradas, que podem ter ocorrido em gestões anteriores.

Cancellier, que foi também um militante em sua juventude, e esteve presente no congresso de Reconstrução da UNE em 1979, fora um reitor próximo das pautas e demandas do movimento estudantil brasileiro, especialmente na defesa da universidade pública e de seu papel enquanto fomentadora do debate crítico e político.

Essa situação trágica além de nos entristecer nos preocupa e indigna. Vivemos em um ambiente de sérias perseguições à figuras e lideranças políticas, e a universidade pública passa também a ser vítima desse processo, num verdadeiro desmonte de todas conquistas que tivemos em nosso país.

Nos solidarizamos à toda família, amigos e à comunidade universitária da UFSC e repudiamos toda e qualquer operação policial que não se paute pelo devido processo legal e pelo justo direito de defesa.

Tags: Luiz Carlos Cancelier de OlivoUFSC

Falece o reitor da UFSC Luiz Carlos Cancellier de Olivo

02/10/2017 12:03

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) informa, com pesar, o falecimento do reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, na manhã desta segunda-feira, 2 de outubro.

Pró-reitorias e secretarias da Administração Central paralisaram as atividades a partir das 11h, em função do trágico acontecimento.

Luis Carlos Cancellier de Olivo, 59 anos, natural de Tubarão, ingressou em 1977 no curso de Direito da UFSC. Como universitário engajou-se no movimento estudantil, que era um foco de resistência à ditadura militar. Interrompeu os estudos para trabalhar como jornalista, em “O Estado” (Florianópolis) e em Brasília, assessorando parlamentares catarinenses. Também participou ativamente das campanhas pela anistia, pelas diretas-já, pela eleição de Tancredo Neves e pela Constituinte, além do movimento Fora Collor. Em 1996, retomou os estudos, concluindo a graduação em Direito e fazendo em seguida mestrado e doutorado na mesma área. Foi professor e diretor do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade.
(mais…)

Tags: Luiz Carlos Cancelier de OlivoUFSC

Reitor em exercício e Chefe de Gabinete manifestam posição da UFSC sobre operação da Polícia Federal

14/09/2017 10:45

Sobre a ação da Polícia Federal na UFSC, executada nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira, 14 de setembro, o chefe de Gabinete, Aureo Mafra Moraes, concedeu entrevista por volta das 10h, na Sala dos Conselhos, aos veículos de comunicação da instituição – Agência de Comunicação (Agecom) e TV UFSC – e também aos do curso de Jornalismo.

Aureo inciou sua fala com a constatação de que “em 57 anos de existência da UFSC, nunca teve situação como essa”. Explicou que “o que se procurou fazer logo no início da manhã foi obter algumas informações de modo a orientar uma decisão”. O secretário de Segurança Institucional, Leandro Luiz Oliveira, e sua equipe, acompanhou a diligência da Polícia Federal, desde cedo, em todos os prédios e instalações para os quais tinham mandados de busca. Afirmou que todas as ações demandadas pela PF foram atendidas sem dificuldades.

Com relação à situação do reitor Luiz Carlos Cancellier, em particular, o secretário de Aperfeiçoamento Institucional, Luiz Henrique Urquhart Cademartori, falou rapidamente com ele, por telefone, por volta das 8h30, e se dirigiu à PF para acompanhá-lo.

A UFSC não possui, até o momento, nenhum tipo de informação sobre o status da condução do reitor. Em função da vice-reitora, Alacoque Lorenzini Erdmann, estar em viagem ao México, em missão oficial – com  previsão de retorno neste final de semana – o decano dos pró-reitores, Rogério Cid Bastos, assumiu a Reitoria da UFSC, de modo a restabelecer a normalidade e o funcionamento da instituição.

O chefe de Gabinete enfatiza que “foi uma enorme surpresa para todos a ação ter culminado com a condução do reitor; não temos informações oficiais das outras pessoas detidas, presas ou conduzidas e ao longo do processo de apuração, que sempre esteve a cargo da Corregedoria-Geral. No que a Administração Central da UFSC foi demandada esclarecer, não há nenhuma restrição, impedimento ou prejuízo para que as apurações se deem da melhor forma possível no sentido das boas práticas de gestão”. E esta é por ora a situação na UFSC, que realizou uma reunião mais cedo, com a equipe do colegiado – assessores, pró-reitores e secretários – para os encaminhamentos necessários que a situação exige.

Rogério Cid Bastos, reitor em exercício da UFSC, afirmou durante a coletiva na sede da PF em Santa Catarina, que a instituição “vai tornar este processo transparente e ser parceira dos órgãos de controle nas investigações e procurar esclarecer todos os fatos”. Ele ressaltou que “não é um fato agradável” e é uma “investigação em andamento, não um processo de culpa formada”.

Outro ponto destacado por Bastos foi que a operação não vai impactar nas decisões da universidade. “A UFSC continua viva, é um único projeto que está sob investigação. A gestão do professor Cancellier não tem nada a esconder”.

Confira a entrevista:

 

Tags: Luiz Carlos Cancelier de OlivoPolícia federalUFSC