Cobertura da Ouvidos Moucos e da morte de Luiz Carlos Cancellier na edição especial da Rádio Ponto

24/11/2017 13:17

A Rádio Ponto UFSC apresenta, nesta sexta-feira, dia 24, a partir das 16 horas, mais uma edição especial do “Jornalismo em Debate”. Nesta nova edição do programa de análise da mídia jornalística, produzido pela webemissora do Curso de Jornalismo da UFSC, o tema é  “A cobertura da Operação Ouvidos Moucos e da morte do reitor da UFSC Luiz Carlos Cancellier”. Após a veiculação, que pode ser acompanhada em tempo real pelo site www.radioponto.ufsc.br (somente no navegador Explorer), a produção ficará disponível no mixcloud da estação.

A operação “Ouvidos Moucos” foi a deflagrada pela Polícia Federal, juntamente com a Controladoria Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU), no dia 14 de setembro de 2017. Seu foco: desvio de recursos públicos nos cursos de Educação a Distância da UFSC oferecidos pelo programa Universidade Aberta do Brasil (UAB).  Em seguida, a mídia anunciou a prisão do então reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier, relacionada com a investigação. 

“Prisão do Reitor abala a UFSC”, “Ação estremece a UFSC” e “A Universidade acuada” são algumas das manchetes que estamparam os jornais no dia seguinte. Semanas depois, no dia 2 de outubro, os jornais e a UFSC enfrentam mais uma notícia inesperada: o reitor Cancellier se suicida e deixa um bilhete dizendo que sua morte “foi decretada quando fui banido da universidade”.

Para discutir a cobertura da imprensa brasileira sobre a Operação Ouvidos Moucos e a morte do reitor da UFSC, professor Luiz Carlos Cancellier, o especial do “Jornalismo em Debate” reuniu jornalistas que atuaram profissionalmente no caso ou o acompanharam pela mídia. São analistas convidados:

Suzana Tatagiba, diretora da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e do Sindicato dos Jornalistas do Espírito Santo. Trabalha como consultora de comunicação free lancer junto à instituições e entidades sindicais. Já atuou na TV Gazeta, em assessoria parlamentar, sindical e na Prefeitura de Vitória;

Carlos Damião é colunista do Jornal Notícias do Dia, já foi editor-chefe do Jornal de Santa Catarina, d’O Estado e do AN Capital. Trabalhou no antigo SBT no Grupo RIC Record;

Fábio Bispo é jornalista e repórter especial no Jornal Notícias do Dia, já foi repórter de diversas publicações como Estadão, Congresso em Foco e Caros Amigos;

Carlos Augusto Locatelli é professor no curso de Jornalismo da UFSC desde 1993 e, mais recentemente, no Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR).

O programa também traz entrevistas contextualizadoras do caso.

No site da Rádio Ponto ou nos perfis da webemissora nas redes sociais é possível baixar e ouvir edições anteriores do “Jornalismo em Debate”, tratando de grandes temas que já estiveram em pauta na mídia nacional.

O “Jornalismo em Debate” é um programa criado em 2011 pela Cátedra Fenaj/UFSC de Jornalismo para a Cidadania, uma parceria entre o Curso de Jornalismo da UFSC e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). Sua proposta é discutir a atuação e cobertura da mídia jornalística e sua influência sobre acontecimentos de relevância nacional e internacional. Até 2013, fez parte da grade normal da Rádio Ponto, a webestação laboratório do Jornalismo da UFSC. Desde 2016, volta ao ar em edições especiais. É produzido pelos estudantes de graduação, com participação de alunos da Pós-Graduação ligados ao Grupo de Investigação em Rádio, Fonografia e Áudio (Girafa), em equipes formadas por bolsistas e voluntários da emissora.

Tags: Luiz Carlos Cancelier de OlivoRádio PontoUFSC