Profissão Cientista: Sarah se reveza entre UFSC e Noruega para pesquisar segurança alimentar

29/07/2019 07:42

Sarah Agapito no laboratório de pesquisa na UFSC.

Cientista. A assinatura de e-mail de Sarah Zanon Agapito-Tenfen é clara e objetiva. A doutora em Recursos Genéticos Vegetais pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) compõe a equipe do laboratório do GenØk (Centro de Biossegurança), localizado na Universidade Ártica da Noruega, fundado em 1998 com o objetivo não comercial de prestar informações científicas para o Governo da Noruega tomar decisões que impactam a sociedade.

O contato de Sarah com o GenØk iniciou na época da graduação em Agronomia, também na UFSC. “Conheci os fundadores porque o professor Nodari (Rubens Onofre Nodari), vinculado ao Laboratório de Fisiologia do Desenvolvimento e Genética Vegetal (FIT/UFSC), estava envolvido com a escrita da Lei da Biossegurança do Brasil. Naquela época, como estudante, iniciaram os contatos e a parceria entre a UFSC e a Noruega, que dura até hoje”.

De estudante à pesquisadora que presta consultoria para o Governo da Noruega, Sarah trilhou um caminho longo e assertivo. A rotina dela se divide entre períodos no GenØk e outros na UFSC desde 2014, quando foi convidada para ingressar no GenØk como cientista. A parceria entre as duas instituições é complementar, uma vez que a UFSC tem laboratório forte na pesquisa de genética de plantas e o Centro Norueguês é forte na biologia molecular, microbiologia e vírus. “Percebemos que não seria possível desenvolver as pesquisas na Noruega sem ter e poder crescer as plantas. Assim, no Brasil temos as plantas e na Noruega analisamos a parte genética. Daí a importância da parceria UFSC-GenØk para continuar com os ensaios sobre segurança alimentar”, revela ela.

A fala de Agapito durante a entrevista é repleta de orgulho ao resgatar a sua trajetória acadêmica. “A UFSC fez toda a diferença na minha vida profissional. Quando entrei aqui e comecei a fazer pesquisa, percebi que era isso que eu queria. Aqui temos laboratórios e estruturas incríveis e isso se comprova pelas parcerias. A UFSC fez uma diferença total na minha vida, não teria chegado aonde cheguei sem ter passado por aqui”.

A conversa é acompanhada de perto pelo professor e orientador Nodari. Para ele, o bom pesquisador precisa, antes de tudo, encontrar-se. “Ter competência e investigar um tema desafiador, porque ser cientista é ter uma profissão que exige dedicação. Ser cientista é uma escolha”.

E foi isso que aconteceu com Sarah quando ingressou na graduação na UFSC. Por meio da iniciação científica atuou como bolsista e passou pelo mestrado e doutorado fazendo o que mais gosta: investigar. “Conseguimos avaliar várias alterações metabólicas no milho e agora vamos estudar a soja. A análise das moléculas da planta, em diversos níveis e por inteiro, nos deu oportunidades de descobrir o que está errado na planta”.

A atuação da cientista é no teste da segurança alimentar, principalmente em alimentos chamados de Organismos Geneticamente Modificados (OGMs), tal qual o milho e a soja. “Estamos analisando como esse alimento se comporta, e são poucos os grupos de pesquisa se dedicando a isso, a maioria observa o desenvolvimento dos OGMs”, explica Sarah.
(mais…)

Tags: Fisiologia do Desenvolvimento e Genética VegetalGenØkNoruegarecursos genéticos vegetaissegurança alimentartransgênicoUFSC

CCA recebe pesquisador para discutir parcerias com o Centro de Biossegurança da Noruega

17/10/2016 13:08

Nesta semana, o pesquisador norueguês Odd-Gunnar Wikmark, que  integra o GenØk – Centro de Biossegurança da Noruega – estará no Centro de Ciências Agrárias (CCA) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). De acordo com o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais da Universidade, Rubens Onofre Nodari, o objetivo da visita é discutir uma futura parceria, nos moldes do projeto de colaboração desenvolvido entre a UFSC e o GenØk entre 2009 e 2014. Durante o período, foram realizadas capacitações em Biossegurança, com participantes da América Latina; execução de projetos de pesquisa conjuntos, com estudos sobre os efeitos da modificação genética em vários aspectos da planta; e intercâmbio de estudantes de graduação e pós-graduação da UFSC com instituições da Noruega e África do Sul, e vice-versa.

O GenØk é referência nacional de biossegurança naquele país e presta assessoria técnica a assuntos relacionados aos transgênicos e agrotóxicos. Nodari informa que o coordenador estadual do Fórum Catarinense de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos e Transgênicos (FCCIAT), Paulo Locatelli, acolheu sua indicação para uma palestra de Wikmark no evento e, desta forma, decidiu antecipar a Plenária do Fórum Estadual para o dia 21 de outubro, às 14h, no auditório da PM-SC, localizado no Centro Executivo Casa do Barão, no Centro de Florianópolis. Wikmark ministrará a palestra “Transgênicos e Biologia Sintética – novos rumos da Biotecnologia aplicada à agricultura”. Haverá tradução simultânea.

Tags: CCAFCCIATGenØkNoruegaparceriaUFSC

UFSC promove workshop sobre pesquisa em Biossegurança de Organismos Geneticamente Modificados

13/11/2013 08:49

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e o GenØk – Centro de Biossegurança, vinculado à Universidade de Tromsø, Noruega, criaram em 2009 um programa colaborativo de pesquisas nas áreas de Biodiversidade e Biossegurança, e promovem, juntos, de 11 a 14 de novembro, no Recanto Champagnat, em Florianópolis, um workshop para definir as atividades futuras.
(mais…)

Tags: GenØkhubOMGorganismos geneticamente modificadosprograma de pós-graduação em Recursos Genéticos VegetaisRubens Onofre NodariSarah Zanon Agapito-TefenTromsøworkshop