Equipes da UFSC participam de competição de pesquisa energética nos Estados Unidos

18/04/2018 18:06

Na última terça-feira, 17 de abril, duas equipes da Universidade Federal de Santa Catarina embarcaram para a Califórnia, Estados Unidos, onde vão participar da Shell Eco-Marathon Américas, entre os dias 19 e 22 de abril. Uma delas é a Equipe de Eficiência Energética (Eficem), da UFSC Joinville, e a outra é a Equipe UFSC de Eficiência Energética (e3), com integrantes de diversos cursos do campus Florianópolis.
(mais…)

Tags: campus joinvillecompetiçãoEficemEquipe de Eficiência EnergéticaEquipe UFSC de Eficiência EnergéticamaratonaShell Eco-Marathon AméricasUFSC

Professores de matemática do Campus Joinville desenvolvem projeto ‘Maratona de Cálculo’

31/05/2017 12:06
Com a intenção de estimular o estudo de Cálculo nos cursos da área de exatas e reduzir a evasão e os elevados índices de reprovação nas disciplinas iniciais dos cursos, os professores da matemática do Departamento de Engenharia da Mobilidade da UFSC do Campus Joinville implementaram o projeto “Maratona de Cálculo”. Ele é baseado no Rei da Derivada, evento realizado na Universidade Nacional de Brasília, e é uma competição envolvendo temas da disciplina de  Cálculo Diferencial e Integral. O projeto foi dividido em duas etapas, uma local (para o campus), realizada durante a Sepex no ano passado, e outra regional (em parceria com a Universidade Católica de Santa Catarina e a Univali).
A etapa regional ocorreu no último sábado, 27 de maio, na Universidade Católica de Santa Catarina, em Jaraguá do Sul, e foi intitulada como I Torneio de Derivadas Inter-Institucional.  Quatro alunos de cada instituição  se enfrentaram na resolução de derivadas. Os alunos de Engenharia Aeroespacial, Stephanny Nogueira Moreira Silva, Gabriel Yudi Ragni Hamada, Laura Carolina Monteiro dos Santos Rodrigues da Silva e Vinícius Martins Freire foram os representantes da UFSC. O aluno Gabriel conquistou o primeiro lugar.

(mais…)

Tags: cálculoCampusjoinvillemaratonaProfessorestorneioUFSC

Agenda Cultural: Cine Paredão apresenta maratona de filmes nacionais nesta sexta

13/06/2014 10:01

O projeto Cine Paredão celebra o seu sexto aniversário em 2014, e, para dar início às comemorações, quatro obras marcantes do cinema brasileiro da década de 60 serão exibidas no especial Maratona de Filmes Nacionais, nesta sexta-feira, 13 de junho, a partir das 14h30, no auditório do CFH.

Serão exibidos os filmes Matou a família e foi ao cinema (Júlio Bressane, 1969), São Paulo, sociedade anônima (Luis Sergio Person, 1965), A mulher de todos (Rogério Sganzerla, 1969) e Deus e o Diabo na terra do sol (Glauber Rocha, 1964) – este último finalizará a sessão, com um debate aberto com a presença do professor  do Departamento de História da UFSC, Paulo Pinheiro Machado.

Entrada franca e aberto à comunidade.

https://www.facebook.com/cineparedao?fref=ts

 

Tags: Agenda culturalcine paredãofilmes nacionaismaratona

Maratona Nacional de Engenharia – Votação

08/09/2011 08:38

A UFSC está participando da Maratona Nacional Chemtech de Engenharia, evento anual eque reúne futuros profissionais da área o Brasil. A universidade está sendo representada pelos alunos Brayan Marcelo Paredes e Diego Colombo Pelegrin, orientados pelo professor Max de Queiroz. A dupla está concorrendo a última vaga na final desta competição por meio de votação no Facebook, que garante a presença no maior evento de óleo e gás do mundo, a Offshore Technology Conference (OTC), no Rio de Janeiro. A equipe pede a colaboração para chegar à final desse desafio”curtindo” os links abaixo na seguinte ordem:

Clicando em “CURTIR” no seguinte endereço:

https://www.facebook.com/chemtechcarreiras

Clicando em “CURTIR” na seguinte foto:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=194355950631060&set=a.133286593404663.23961.120857587980897&type=1&theater

Tags: engenhariamaratona

HU fez 76 cirurgias plásticas de caráter tumoral durante a semana

26/11/2010 15:50

Com os quatro pacientes atendidos na manhã desta sexta-feira, dia 26, chegou a 76 o número de procedimentos realizados durante a Maratona de Cirurgias Plásticas do Hospital Universitário da UFSC, que começou segunda-feira. Desta forma, o HU zera a fila de pacientes de todo o Estado que esperavam por operações de reconstrução, todas de caráter tumoral, aproveitando que Florianópolis sediou, durante esta semana, o Congresso Brasileiro de Anestesiologia, evento que liberou parte das salas do centro cirúrgico da casa de saúde.

Vice-reitor Paraná (centro) com os médicos responsáveis pela Maratona: "Houve dias em que a equipe realizou 18 cirurgias, indo das 8h até à 1h da manhã”, afirmou o doutor Rodrigo d’Eça Neve. Foto: Paulo Noronha / Agecom

De acordo com o diretor do hospital, Felipe Felício, o mutirão foi comandado pelos cirurgiões Rodrigo d’Eça Neves, diretor do Serviço de Cirurgia Plástica, Jorge Bins Ely e Zulmar Accioli, que trabalharam ao lado de seis médicos residentes em três salas destinadas exclusivamente a este fim, durante cinco dias. “Houve dias em que a equipe realizou 18 cirurgias, indo das 8h até à 1h da manhã seguinte”, conta o diretor d’Eça Neves. Todas elas estavam previamente agendadas e os pacientes foram atendidos com o uso de anestesia local e liberados em seguida.

Agora, o material retirado será encaminhado para análise de laboratório e, se for o caso, os pacientes serão chamados para uma eventual reoperação. O diretor do Serviço de Cirurgia Plástica calcula que 15% dos casos vão requerer uma nova intervenção. De qualquer maneira, em seis meses os pacientes poderão saber se terão de voltar para realizar novo procedimento. Todo o processo, incluindo consulta e operação, é gratuito.

“Este é o único serviço de cirurgia plástica do Estado que forma novos especialistas”, diz o diretor. Como o HU funciona como escola, os cirurgiões gerais se especializam durante mais três anos para atuarem nesta área. A intenção é repetir a maratona em 2011, evitando que os pacientes de uma doença que pode progredir se submetam a uma fila de espera. “A própria Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica vem estimulando esses mutirões”, informa d’Eça Neves.

Segundo os médicos do HU, a maior parte dos pacientes são pessoas com mais de 40 anos e um histórico de muita exposição ao sol. São agricultores, pescadores, pessoas que trabalham ao ar livre ou que excederam as horas de sol na praia, na juventude.

O cirurgião Rodrigo d’Eça Neves diz que o fato de ter uma população de pele predominantemente clara, sobretudo no Vale do Itajaí, faz de Santa Catarina um Estado com elevada incidência de câncer. “O efeito maléfico do sol é somatório”, conta ele, informando que a quantidade de raios é que pode determinar o risco de desenvolver um tumor. Além da exposição ao sol de forma desregrada, o uso de recursos sem efeito comprovado para o bronzeamento da pele termina por gerar um novo fator de risco.

Pior ainda são as máquinas que bronzeiam, que podem provocar melanomas e que vêm sendo proibidas em quase todos os países. “A boa notícia é que aumentou a consciência acerca dos perigos e há mais informações disponíveis para que as pessoas evitem a exposição excessiva à luz solar”, conclui o médico.

Mais informações na direção do Hospital Universitário, fone (48) 3721-9136.

Por Paulo Clóvis Schmitz/ Jornalista na Agecom

Tags: cirurgias plásticasHUmaratonatumor