Pós em Medicina Veterinária Convencional e Integrativa do Campus de Curitibanos abre 18 vagas para o mestrado

03/10/2023 13:34

Estão abertas até 11 de outubro as inscrições para o processo seletivo do mestrado do Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária Convencional e Integrativa (PPGMVCI) do Centro de Ciências Rurais  da UFSC, Campus de Curitibanos. Para participar do processo, o candidato deverá obrigatoriamente efetuar sua inscrição online e anexar os documentos solicitados no Sistema de Controle Acadêmico da Pós-Graduação da UFSC – Capg .

Confira o edital.

Serão ofertadas 18 vagas, quatro delas reservadas para pessoas autodeclaradas negras, ou indígenas, duas vagas para deficientes físicos ou candidatos em vulnerabilidade social. As inscrições são gratuitas. O resultado do processo seletivo será divulgado até 14 de dezembro.  Os selecionados ingressarão no semestre 2024/1.

A Pós-Graduação em Medicina Veterinária, com a área de concentração “Saúde Animal”, busca realizar pesquisas básicas e aplicadas dirigidas nas mais diversas áreas da medicina veterinária. A linhas de pesquisa são:

– Criações animais com ênfase em saúde, nutrição integrativa e bem-estar;
– Terapias convencionais, integrativas e inovadoras para saúde;
– Avaliação de parâmetros de saúde em medicina veterinária.

Acesse a página do curso para mais informações.

Tags: ações afirmativas na pós-graduaçãomedicina veterináriaprocesso seletivoPrograma de Pós-Graduação em Medicina Veterinária Convencional e IntegrativaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Conselho Universitário aprova por unanimidade política de ações afirmativas na pós-graduação

28/10/2020 12:26

O Conselho Universitário (CUn) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) aprovou por unanimidade, em reunião nesta terça-feira, 27 de outubro, a minuta de Resolução Normativa criando a Política de Ações Afirmativas para negros, indígenas, pessoas com deficiência e outras categorias de vulnerabilidade social nos cursos de pós-graduação lato sensu (especialização) e stricto sensu (mestrado e doutorado). A medida já havia sido aprovada na Câmara de Pós-Graduação no dia 1º de outubro. Com a normatização, todos os programas de pós-graduação da Universidade deverão reservar 28% de suas vagas para as cotas.

O processo das Políticas de Ações Afirmativas (PAA) na pós-graduação foi relatado pela professora Miriam Furtado Hartung. Ela destacou no seu parecer que as políticas de ações afirmativas “mudaram consideravelmente o conjunto de estudantes nas instituições de ensino públicas brasileiras”. Na UFSC, a adoção de cotas na graduação também produziu efeitos positivos, tornando-a “uma universidade mais plural, mais inclusiva, seja na composição de sua comunidade, seja no leque de conhecimentos aqui produzidos”. Neste sentido, a extensão das ações afirmativas para a pós-graduação é considerada um “próximo passo” para a UFSC no seu esforço de combate às desigualdades.
(mais…)

Tags: ações afirmativasações afirmativas na pós-graduaçãoconselho universitáriocotas na pós-graduaçãoCUndoutoradomestradoPAApolítica de ações afirmativaspolítica de cotaspós-graduaçãoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina