Pós-doutoranda e professora da UFSC publicam artigo em catálogo da exposição ‘Tarsila Popular’

19/07/2019 18:06

O artigo Na caverna de Tarsila: sobrevivências do primitivo como presença do não colonial, produzido em Estágio de Pós-Doutorado por Maria Bernardete Ramos Flores  e Michele Bete Petry, junto ao Programa de Pós-Graduação em História na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) integra o catálogo da exposição Tarsila Popular, no Museu de Arte de São Paulo. O trabalho foi supervisionado pela professora Maria Bernardete Ramos Flores, coordenadora do Projeto Iconografia do Brasil – Arte Primitivista e Modernismo: sobre visualidades emergentes, do Núcleo de Estudos em Políticas da Escrita, da Memória e da Imagem (NEPEMI).

Sobre o catálogo e a exposição

‘Tarsila popular’ é o catálogo que acompanha a mostra de mesmo nome realizada pelo MASP até 28.7, dedicado à obra de Tarsila do Amaral (Capivari, São Paulo, 1886 – São Paulo, 1973), artista fundamental do modernismo brasileiro. De família de fazendeiros do interior de São Paulo, Tarsila estudou em Paris nos anos 1920, onde aprendeu com André Lhote (1885-1962) e Fernand Léger (1881-1955) para em seguida devorar os estilos modernos europeus, como o cubismo, e digeri-los de maneira antropofágica, produzindo algo próprio, singular, híbrido.
(more…)

Tags: da Memória e da ImagemNEPEMINúcleo de Estudos em Políticas da EscritaPPGHPrograma de Pós-Graduação em HistóriaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Verbetes socializam conhecimento acadêmico em uma linguagem acessível

06/12/2018 09:43

Os verbetes Antiquário, Escola Metódica, História do Tempo Presente, História Global e Scriptorium estão disponíveis na Wikipédia em Língua Portuguesa, enciclopédia livre que permite a consulta aberta de qualquer pessoa que tenha acesso à Internet. Desses, três estão classificados como verbetes destacados pela plataforma, ou seja, vão artigos “de excelente qualidade, precisos, neutros, íntegros e com estilo”. Dos 1.010.825 artigos presentes atualmente no site, somente 1.105 possuem o destaque.

A atividade é desenvolvida no Projeto de Extensão Teoria da História da Wikipédia, pelo Núcleo de Estudos em Políticas da Escrita da Memória e da Imagem (NEPEMI), vinculado ao Departamento de História (DEHIS) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Outro três verbetes estão em construção por estudantes que integram o projeto.

O objetivo da ação é reformular e construir verbetes na área de Teoria da História e da História da Historiografia utilizando a Wikipédia como ambiente de consulta e divulgação do conhecimento. O material poderá ser utilizado para consultas, investigações, preparações de trabalhos escolares, ensaios e artigos acadêmicos e integração de propostas universitárias. “É uma linguagem diferente da acadêmica e que nos propõe o desafio de encarar um tipo de escrita que seja pensada para audiências que não são exatamente as acadêmicas, permitindo um acesso universal ao conhecimento”, explica Rodrigo Bonaldo, um dos coordenadores do projeto.

Além de socializar o conhecimento acadêmico em uma linguagem acessível, a ação visa contribuir para que outros professores divulguem o seu saber. “Esperamos que o projeto atinja não só o público leitor da Wikipédia, mas também outros professores como forma de incentivarem que as universidades e outros campi de saberes possam atuar na edição de verbetes”, complementa Flávia Varella, também coordenadora do projeto.
(more…)

Tags: antiquárioDEHISescola metódicahistória do tempo presentehistória globalHistória UFSCNEPEMIProjeto de Extensão Teoria da História da Wikipédiaprojeto extensãoScriptoriumTeoria da História da WikipédiaUFSCverbetes históriaVerbetes wikipédia