Reitora da UFSC participa de encontro com o ministro da Educação

15/05/2015 17:37
O ministro da Educação Jesualdo participou de reunião do Conselho Pleno da Andifes realizada no dia 12 de maio em Brasília. Foto: Reprodução

O ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, participou da reunião do Conselho Pleno da Andifes realizada no dia 12 de maio em Brasília. Foto: Reprodução Andifes

A reitora Roselane Neckel pediu ao ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, especial atenção às questões que envolvem a permanência estudantil. “As políticas de permanência são essenciais para o fortalecimento das políticas de inclusão”, alertou. A observação foi feita durante a última reunião do Conselho Pleno da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) na última terça-feira, 12 de maio, com participação do ministro. Ela ressaltou, ainda, que as universidades são parceiras na constituição de políticas institucionais para a formação de professores.

Durante o encontro, Roselane falou, também, sobre a importância da destinação de recursos para a consolidação dos campi. Outro ponto destacado pela reitora foi a necessidade de divulgação do orçamento para 2015. “Isto é fundamental para o planejamento de todas as universidades e, sobretudo, para a estabilidade das instituições”, disse. O ministro garantiu aos reitores que não haverá cortes no custeio das universidades e que o compromisso da expansão será honrado, mas frisou que é preciso conter despesas. “Estamos realmente num momento de dificuldades financeiras. Nós teremos que fazer o melhor uso possível do dinheiro que temos, então tudo o que for economia vai ser feito”, avisou.
(mais…)

Tags: AndifeseducaçãoJesualdoMECministroreitorareunireunião

Ministro dos Portos visita o LabTrans

09/03/2012 12:10

Técnicos do Laboratório de Transportes e Logística (LabTrans) da Universidade Federal de Santa Catarina apresentaram ao ministro dos Portos, José Leônidas Cristino, na manhã desta sexta-feira, dia 9, uma série de dados que serão utilizados na elaboração do Plano Nacional de Logística Portuária (PNLP), que o governo federal pretende divulgar no mês de abril. A equipe da UFSC foi contratada para realizar um amplo diagnóstico do setor, incluindo estudos de benchmarking internacional, projeções de demanda e capacidade até o ano de 2030 e análise das áreas de influência por portos e por produtos.

De posse dessas informações, a Secretaria dos Portos da Presidência da República está definindo um plano de ação para o desenvolvimento do setor, que alcançará 34 portos públicos e 128 terminais privativos de todas as regiões do país. A intenção é traçar diretrizes e expandir a capacidade de acesso e de operação, para que o setor portuário não seja um entrave ao desenvolvimento brasileiro.

De acordo com o coordenador do LabTrans, Amir Mattar Valente, alunos, professores e pesquisadores das áreas de graduação, mestrado e doutorado da Universidade estão envolvidos neste trabalho. “Com os dados na mão, o governo saberá onde tem de investir e de que forma envolver a iniciativa privada neste processo”, disse ele.

Com uma costa de 8,5 mil quilômetros navegáveis, o Brasil conta com um sistema portuário que movimenta anualmente cerca de 700 milhões de toneladas das mais diversas mercadorias e responde, sozinho, por mais de 90% das exportações. O modal aquaviário possui um dos menores custos para o transporte de cargas no Brasil, perdendo apenas para os transportes dutoviário e aéreo.

Por Paulo Clóvis Schmitz/jornalista na Agecom

Tags: governoministroPortos