Hospital Universitário realiza centésimo transplante hepático

18/10/2018 10:09

O Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU/UFSC) realizou seu centésimo transplante hepático no dia 11 de outubro. A trajetória de transplantes no HU teve início em novembro de 2011, contribuindo para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e para a formação de novos profissionais nesta área.

 

O centésimo transplante hepático foi realizado em uma paciente com hepatite fulminante internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do HU e durou cinco horas, com a participação de três membros da equipe cirúrgica. O trabalho foi feito, ainda, por uma equipe multidisciplinar que acompanha desde o acolhimento do paciente até os cuidados pós-cirúrgicos em todas as fases. Os pacientes que passaram por cirurgia de transplante hepático no HU são, em sua maioria, da faixa etária de 40 a 60 anos, mas há transplantados de 18 a 70 anos no histórico do hospital. Após a cirurgia, é realizado um acompanhamento permanente do paciente, que faz visitas regulares ao hospital para este serviço.
(mais…)

Tags: HUtransplante hepáticoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

HU alcança recorde de transplantes hepáticos e projeta futuro promissor

26/01/2015 12:51
Fernando Miranda acredita no aumento do número de transplantes de fígado no HU - Foto Henrique Almeida/Agecom/DGC/UFSC

Fernando Miranda acredita no aumento do número de transplantes de fígado no HU. Foto: Henrique Almeida/Agecom/DGC/UFSC

Em dezembro de 2014, o Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina (HU/UFSC) realizou quatro transplantes de fígado. É o maior número em um únicos mês desde novembro de 2011, quando da primeira cirurgia do tipo no HU. Em pouco mais de três anos, foram 45 transplantes hepáticos; em 2014, foram 17. “Esse resultado foi ocasionado por vários fatores”, explica Fernando Miranda, médico-cirurgião do Hospital. “Tínhamos pacientes graves na ponta das listas de espera; foi um mês com bastantes doações, e tínhamos a estrutura e a equipe disponíveis, o que nem sempre é possível”, diz. Os quatro transplantes foram bem-sucedidos.

O HU é o único hospital público em Santa Catarina que realiza a cirurgia, a qual, até 2011, era feita somente pelo hospital Santa Isabel, em Blumenau, então o único credenciado para fazê-la. Um acordo de cooperação entre as duas instituições permitiu ao HU da UFSC também realizá-la. “Foi um processo lento e cuidadoso, era um projeto de cerca de 10 anos”, observa Miranda. A meta para 2015 é fazer entre 20 e 24 transplantes hepáticos, número que supre as necessidades locais. Para isso, existe a vantagem de Santa Catarina ser referência nacional em doação de órgãos.

O cirurgião ressalta ainda a equipe multidisciplinar necessária para realizar transplantes. “A gente já deixou de fazer transplante porque não tinha todos no momento; é sempre muito rápido. Do aviso da disponibilidade do órgão até o paciente estar na mesa de cirurgia, são de 12 a 15 horas”, diz. A curva crescente de sobrevida e os resultados satisfatórios, associados à estrutura cada vez mais sólida do serviço de transplantes, são outras razões citadas por Miranda para acreditar na possibilidade de o HU atingir em 2015 a meta desejada. Em janeiro de 2015, já foi realizado mais um transplante, também com sucesso.

 

Fábio Bianchini – Jornalista/Agecom/DGC/UFSC

Claudio Borrelli/Revisor de Textos da Agecom/Diretoria-Geral de Comunicação/UFSC

Tags: HUtransplante hepático