Violência Contra Mulher na UFSC é tema de mesa-redonda nesta quinta

14/08/2019 13:01

A Coordenadoria de Diversidade Sexual e Enfrentamento da Violência de Gênero (CDGEN) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) promove, nesta quinta, dia 15, mesa-redonda sobre Violência Contra Mulher na UFSC. O evento irá discutir os aspectos jurídicos relativos à violência contra a mulher, mas, também, a rede de apoio às mulheres que sofrem violência na universidade. A mesa será realizada no Auditório da Reitoria 1, com a participação de membros da comunidade universitária com envolvimento com o tema.

Mais informações no site.

Tags: CDGENCoordenadoria de Diversidade Sexual e Enfrentamento da Violência de GêneroSaadSecretaria de Ações Afirmativas

Espaço Gênero e Diversidades da UFSC recebe atividades da Maratona Cultural

12/08/2019 11:21

O Espaço Cultural Gênero e Diversidades (ECGD) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) recebe apresentações da Maratona Cultural nos dias 16, 17 e 18 de agosto. A programação conta com performance de dança, oficina de escrita e duas apresentações de teatro, todas as atividades são gratuitas. O espaço fica na Rua Desembargador Vitor Lima, nº 45, e foi desenvolvido em parceria da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte) e a Secretaria de Ações Afirmativas (SAAD) da UFSC.

Agenda

Dia 16: “Dançando a Bruxa Silenciosa”

“Sycorax” é uma criatura de Shakespeare, uma bruxa africana da Algéria que encontra uma ilha caribenha deserta, a qual passa viver e existir. Até a chegada do mago europeu Próspero, Sycorax governa a ilha, sendo a senhora das magias e do oculto, da sombra e da luz, com Deusas antigas que a ela se abrem. Essa dança-debate abre espaço pra pensar em corporeidades que dialogam com a decolonialidade, assim como as epistemologias e ontologias que elas carregam.

Horário: 18h45
Não precisa inscrição prévia. Acomodação por ordem de chegada.

 


Dia 17: “Oficina de escrita do Sarau Vozes Negras: Grito de Rua”

A “Oficina de escrita do Sarau Vozes Negras: Grito de Rua” tem como objetivo despertar emoções, sensações e sentimentos transformando-os em textos poéticos. Experimentar, sentir, vivenciar cada palavra e seus significados. Escrever é uma arte e além de técnica, precisamos de sensibilidade para compreendê-la e para executa-la. A partir de leitura de poetas contemporâneos da literatura afro-brasileira iremos estudar os componentes básicos que estruturam o gênero textual poema, assim como analisar o contexto de surgimento desse estilo literário.

Horário: 10h às 12h
Vagas por ordem de chegada.

 


Dia 17: Espetáculo “ANTIPRINCESAS”

Antiprincesas é um espetáculo que conta histórias de três importantes e inspiradoras mulheres latino-americanas: Clarice Lispector, Frida Kahlo e Violeta Parra, que já em suas épocas não se encaixavam em estereótipos de gênero. Elas não eram princesas, não moravam e nem sonhavam com castelos e não precisavam de nenhum homem para serem felizes. Viviam suas vidas da forma como bem entendiam e tinham um amor em comum: a arte.

Atrizes e diretoras: Emeli Barossi e Isadora Lunge – Grupo Duas e Só
Fotografia: Annelize Tozzeto (em anexo)
Classificação: Livre para todos os públicos
Ingressos: gratuitos – distribuídos por ordem de chegada. As portas se fecham 14h50.
OBS: Contribuições “no chapéu” serão aceitas para valorização das artistas.


Dia 18: Solo Teatral “Arapuca”.

Solo performático construído na disciplina da Interpretação
Teatral IV em 2018, ministrada pela professora Maria Brígida de
Miranda. ARAPUCA é o corpo não-binário em cena, explorando
os desdobramentos do ser a partir do questionamento.

Ator: Caê Beck
Iluminação: Caê Beck
Classificação: 12 anos
Agradecimentos: Maria Brígida de Miranda, Anderson do Carmo,
Luan Renato Telles.
Valor: Gratuita, mas contribuições voluntárias serão aceitas como forma de valorização do artista.

Tags: ECGDEspaço Cultural Gênero e DiversidadesSaadSeCArteSecretaria de Ações AfirmativasSecretaria de Cultura e ArteUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC divulga 3ª chamada do Vestibular 2019-2

06/08/2019 12:38

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) divulga, nesta terça-feira, dia 06 de agosto, o edital nº 36, referente à 3ª Chamada do Vestibular UFSC 2019-2. Candidatos classificados devem realizar matrícula presencial no período de 8 a 9 de agosto, na respectiva coordenadoria do curso, localizada no Campus em que irão frequentar as aulas, munidos da documentação exigida.

A validação das autodeclarações dos candidatos cotistas deverá ser realizada conforme cronograma a ser divulgado no site da Secretaria de Ações Afirmativas (SAAD).

Confira o edital:

3ª Chamada Vestibular UFSC 2019-2

Tags: SaadSecretaria de Ações AfirmativasUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaVestibular 2019.2

NeTrans: UFSC tem primeiro grupo de pesquisa do Brasil criado por estudantes trans

31/01/2019 14:44

Três anos após concluir sua graduação, Juno Nedel retornou a universidade para ingressar na pós-graduação e se tornar, assim, o primeiro estudante trans no mestrado em História da UFSC. A recepção da academia à sua nova identidade foi o principal motivo que o manteve longe dos estudos por tanto tempo. “Os professores não sabiam lidar com a minha transição, que foi bem no meio da graduação”, comenta Juno que ainda não sabia como se apresentar, apenas não se identificava com a identidade cis gênero heterossexual. Cis gênero diz respeito às pessoas que se identificam com o mesmo gênero com o que lhes foi designado no registro social logo após o nascimento; e heterossexual refere-se à identidade sexual cuja atração sexual é direcionada ao sexo oposto.

Hoje, Juno se reconhece como não-binário — termo utilizado para identidades de gênero que não são exclusivamente femininas ou masculinas — transmasculino e apesar de ter sido o primeiro aluno trans do mestrado na História, não foi o único da UFSC a chegar na pós-graduação. Com o crescimento do número de pesquisadores surgiu a possibilidade de construir um grupo de resistência trans no espaço acadêmico.

Criado pela doutoranda Gabriela da Silva e pela mestranda Maria Zanella em maio de 2018, o Núcleo de Pesquisas e Estudos de Travestilidades – Transexualidades – Transgeneridades (NeTrans) da UFSC é o primeiro grupo de pesquisa universitária do Brasil criado por pessoas que se reconhecem como transgênero. Desde então, tem reunido pesquisadores com o intuito de produzir estudos sobre gênero e transgeneridade. A união desta comunidade na Universidade funciona também como uma estratégia para reconhecimento no espaço acadêmico. “A partir do momento que existimos aos olhos da academia, geramos uma demanda”, observa Gabriela que foi, também, a primeira pessoa trans do doutorado em Educação.
(mais…)

Tags: CDGENCoordenadoria de Diversidade Sexual e Enfrentamento da Violência de GêneroNeTransNúcleo de Pesquisas e Estudos de Travestilidades - Transexualidades - TransgeneridadesSaadSecretaria de Ações AfirmativasUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC inicia série de eventos sobre Setembro Amarelo

31/08/2018 18:25

Nesta semana, a  Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades da Universidade Federal de Santa Catarina (SAAD/UFSC) inicia uma série de eventos sobre o Setembro Amarelo, campanha que tem por objetivo a prevenção do suicídio.

Programação

Ao todo, serão 18 dias de atividades sobre o Setembro Amarelo, envolvendo oficinas, rodas de conversas, mesas redondas, uma peça teatral e um mini-curso. Dentre os temas de debate estão a série da Netflix “13 Reasons Why”; suicídio em diferentes grupos sociais, como a população negra, indígena e LGBTI; saúde mental no ambiente universitário e experiências com prevenção do suicídio. Também estão previstas práticas de meditação, yoga, dança circular, entre outras. Todas as atividades são abertas ao público e não é necessário fazer inscrição.

A agenda completa pode ser conferida no link.

Atualização: a palestra agendada para esta segunda-feira, 3 de setembro, foi cancelada. A palestra, cujo tema seria “felicidade”, será reagendada para uma data futura.

 

Tags: felicidadepalestrapsicologiaSaadSecretaria de Ações AfirmativasSetembro AmarelosuicídioUFSC