Competições de slam reúnem estudantes em eventos com poesia e representatividade

04/09/2023 16:53

“A Universidade é esse ambiente aberto que vai além da graduação. É um ambiente de arte, de cultura e de formação de movimentos sociais. É de extrema importância que a poesia ocupe aqui o seu espaço”, afirma Fernando Guerra, estudante de Relações Internacionais da UFSC e participante das competições do Slam Estrela D’Alva. Na última sexta-feira, 1° de setembro, o Slam, movimento em que os poetas declamam suas poesias em público, realizou mais um encontro. Dessa vez, em edição especial, não foram dadas notas aos participantes por um júri, e as avaliações foram feitas por todos os presentes.

Angelo Perusso, slammaster do Estrela D’Alva Foto: divulgação/ Lucas Vieira

Uma roda de pessoas sentadas no chão, ouvindo atentamente alguém declamar sua poesia. Em frente ao varandão do Centro de Comunicação e Expressão (CCE), pelo menos uma vez por mês, tornou-se comum ver essa cena. As pessoas vão chegando, e, quando se percebe, a roda de poesia já tem mais de 50 ouvintes reunidos. Ainda que o slam tenha competição entre os participantes, o foco da atividade é a performance do poeta e o envolvimento da comunidade. Segundo Angelo Perusso, organizador do Slam Estrela D’Alva junto ao Programa de Educação Tutorial dos Cursos de Letras da Universidade Federal de Santa Catarina (PET-Letras/UFSC), o destaque que o slam tem é dar alcance a diferentes narrativas. “Mostrar que a poesia é para todos. Que é um local de questionamentos sobre qual é a linguagem da poesia, quem pode produzir poesia e quais regras definem isso. O slam parte dessa ideia de ressignificar conceitos.”


(mais…)

Tags: acessibilidadearte e culturaCentro de Comunicação e ExpressãoPET Letras UFSCpoesiaRepresentatividadeslamSlam Estrela D'AlvaUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaVarandão do CCE

Evento do Pet-Letras discute existências e resistências pretas na UFSC

29/08/2023 07:55

O Programa de Educação Tutorial dos cursos de Letras da UFSC (Pet-Letras) promove, na quinta-feira, 31 de agosto, o evento Pretitudes | Existências pretas e resistências na UFSC. A programação é parte do PET-Varandão e tem o objetivo de fazer uma conversa aberta sobre como as pessoas pretas vivem e existem na UFSC, seja trabalhando, estudando ou pesquisando. O evento será às 18h, na varanda do Centro de Comunicação e Expressão. 

O PET Varandão é um projeto que prevê diálogos abertos, no Varandão do CCE, de temas que dizem respeito à vida, à subjetividade e às vulnerabilidades dos corpos dos discentes. A primeira edição ocorreu em novembro do ano passado, debatendo a temática LGBTQIA+. Nesta edição, uma servidora terceirizada, dois graduandos e quatro graduandas estão entre os convidados.

Tags: pet letrasPET-VarandãoVarandão do CCE