17ª Sepex: contadores de Histórias do Neti trazem alegria ao público infantil

19/10/2018 17:00

(Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC)

Olhos atentos, bocas em silêncio. Sentados no chão, na entrada do prédio da Reitoria, mais um grupo de crianças participa da contação de histórias desenvolvida pelo Núcleo de Estudos da Terceira Idade (NETI) na 17ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão (Sepex/UFSC). Enquanto a história é narrada, os alunos permanecem em silêncio e completamente imersos na narrativa. Quando a história termina, uma salva de palmas, o grupo se levanta, e um novo grupo logo chega e mais uma história entra no imaginário de outra dezena de crianças.

A rotina que se repete no espaço do NETI na Sepex já existe na forma de um projeto, o “A Hora da História”, desenvolvido há seis anos por um grupo de cerca de dez voluntários. O contador voluntário pesquisa e seleciona contos e histórias para apresentação em público, e promove, assim, a interação intergeracional por meio da contação de história. O público pode ser infantil, infanto-juvenil ou mesmo adulto e idoso.

A voluntária Margarete Leopoldo de Melo conta que o grupo vai a creches, escolas, instituições. “Onde nos solicitam, nós vamos! Trabalhamos com contos populares, livros de histórias bem diversas. Contamos histórias também com um tema. Os idosos gostam mesmo das histórias infantis e nós costumamos dizer pra eles que ‘as histórias não são apenas para as crianças dormirem, mas para os adultos acordarem’. Cada conto tem uma mensagem, para motivação, para conscientização. Mesclamos com música, adivinhação, piadas, ditados populares”, explica.

“É muito gratificante sair de casa com esse objetivo de contar histórias. Recebemos muito mais que doamos. O retorno é muito positivo, sempre pedem que a gente volte e isso é sinal que gostaram do trabalho”, entusiasma-se a voluntária do NETI.

O NETI está presente na Sepex até o sábado, 20 de outubro, com extensa programação. Além da contação de histórias, o Núcleo trouxe apresentações musicais e atividades interativas e culturais. Confira a programação no site do NETI. A programação geral da Sepex está disponível aqui.

 

Mayra Cajueiro Warren / jornalista da Agecom / UFSC

Tags: A Hora da Históriacontação de históriacontação de históriascontadores de históriasNETUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Coordenadoria das Fortalezas lança projeto de educação patrimonial voltado para crianças

28/08/2017 14:59

A Coordenadoria das Fortalezas da Ilha de Santa Catarina, vinculada à Secretaria de Cultura e Arte da Universidade Federal de Santa Catarina (SeCArte/UFSC), iniciou na quinta-feira, 24 de agosto, o projeto de educação patrimonial “Aprender sobre história também é coisa de criança!”, voltado às crianças da educação infantil e do primeiro, segundo e terceiro ano do ensino fundamental.

Em seu primeiro dia de atividade, o projeto recebeu um grupo de crianças da creche Poeta João da Cruz e Souza, da rede municipal de Florianópolis, acompanhado pelas professoras Raquel Nunes de Oliveira, Elisabete Corrêa Carvalho e Manuela Catarina Gomes. O objetivo do projeto é aproximar os estudantes dos conhecimentos relacionados à história das fortalezas de Santa Cruz de Anhatomirim, Santo Antônio de Ratones e São José da Ponta Grossa, e sua vinculação com a história de Florianópolis, sensibilizando para a importância de valorizar e preservar o Patrimônio Histórico Nacional.

A atividade do projeto consiste na contação de história, utilizando o recurso “Caixa de História”, por meio da qual as crianças têm acesso às informações iniciais sobre a construção do sistema defensivo da Ilha de Santa Catarina, o uso, abandono e a restauração das fortalezas e sua consolidação como museus ao ar livre. A contação de história é seguida de uma visita à Fortaleza de São José da Ponta Grossa, onde as crianças podem constatar, por si mesmas, as belezas e a imponência da fortaleza.

O trabalho toma como base a compreensão de que é preciso possibilitar para as crianças, desde pequenas, os conhecimentos produzidos historicamente pela humanidade e que as pessoas só valorizam e cuidam daquilo que conhecem. O projeto possibilita também que as crianças levem para a sua escola folders, flyers e cartões postais sobre as fortificações, indicando aos professores materiais para aprofundamento do conteúdo.

O agendamento de visitas deve ser feito pelo e-mail agendamentofortaleza@contato.ufsc.br

Mais informações pelos telefones (48) 3721-8302 | (48) 3721-3857, pelo e-mail fortalezas@contato.ufsc.br ou no site da Coordenadoria das Fortalezas.

 

Fotografias: Franciely Dal Grande Rosa

Texto: Débora Damas/Estagiária de jornalismo da Coordenadoria das Fortalezas/SeCArte/UFSC

Tags: contação de históriaCoordenadoria das Fortalezas da Ilha de Santa CatarinacriançafortalezashistóriaProjetoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina