II Jornada Catarinense de Estomaterapia celebra os 30 anos do Grupo de Apoio à Pessoa Ostomizada

09/09/2015 14:30

© Pipo Quint / Agecom / UFSCA II Jornada Catarinense de Estomaterapia, organizada com o  objetivo celebrar os 30 anos do Grupo de Apoio à Pessoa Ostomizada (GAO), começou nessa quarta-feira, dia 9, e prossegue até sexta-feira, 11 de setembro, no auditório da pós-graduação do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A convidada para a conferência de abertura foi a professora Margareth Linhares Martins, do Departamento de Enfermagem,  fundadora do GAO. A partir do tema “Há 30 anos mudando caminhos para pessoas com estomas, feridas e incontinências”, Margareth rememorou com alegria e sensibilidade a história e as principais conquistas do grupo. “O GAO nasceu do desejo de encontrar soluções para esses pacientes, mobilizá-los a ter uma vida com qualidade e proporcionar-lhes novas oportunidades.”

A professora Lúcia Nazareth Amante, presidente da Jornada, apontou a importância do GAO ao longo das três última décadas no aprimoramento da prática assistencial. “O grupo abriu novos horizontes para o cuidado do paciente, incentivando os profissionais da enfermagem a oferecer uma assistência mais efetiva e humanizada.” O GAO surgiu em 1985 como projeto de extensão universitária, buscando repensar modelos de cuidado de pessoas ostomizadas. É constituído por professores da graduação e da pós-graduação, bolsistas e profissionais da Enfermagem. O grupo já esteve presente em diversos congressos nacionais e internacionais da área e participou de todas as edições da Semana de Pesquisa, Ensino e Extensão (SEPEX) da Universidade.

Cerca de 130 pessoas estão inscritas na Jornada. A programação prossegue até esta sexta-feira.
Mais informações na página do GAO ou pelo email:

 

Tags: CCSenfermagemEstomaterapiaGAOGrupo de Apoio à Pessoa OstomizadaII Jornada Catarinense de EstomaterapiaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Grupo de Apoio à Pessoa Ostomizada promove II Jornada Catarinense de Estomaterapia

08/09/2015 08:53

O Grupo de Apoio à Pessoa Ostomizada (GAO), projeto de extensão da UFSC, promove a II Jornada Catarinense de Estomaterapia entre 9 e 11 de setembro, no auditório da pós-graduação do Centro de Ciências da Saúde (CCS). O objetivo do evento é socializar conhecimentos para o atendimento qualificado e inserção social de pessoas ostomizadas, com feridas e com incontinências.

Desde 1985, o GAO atua em prol de pessoas com estomas intestinais e urinários, incontinências e feridas. A iniciativa é um projeto de extensão da UFSC com a realização de atividades assistenciais, além de desenvolver pesquisa e socializar conhecimento na área de estomaterapia, a exemplo de ações de atualização para profissionais da saúde, estudantes, pacientes e familiares. “Paralelo às atividades assistenciais, o GAO participa ativamente na formação dos estudantes de Enfermagem, com a inclusão de alunos bolsistas, tanto da graduação quanto da pós-graduação; na capacitação permanente dos profissionais. Atualmente também estamos em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde na I Oficina de Capacitação da Rede de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência, que ocorrerá em diversos municípios de Santa Catarina”, diz a coordenadora do GAO, enfermeira e professora, Lúcia Amante.

Nesses 30 anos de GAO, os membros percebem a evolução tecnológica e social, a exemplo do desenvolvimento de bolsas coletora de fezes ou urina. “Antes, cada paciente utilizava um recipiente que considerava mais apropriado para a coleta. Mas com muita luta da sociedade, do GAO, da Associação Brasileira de Ostomizados e da Associação Regional da Pessoa Ostomizada (ARPO) conseguimos evoluir nesse quesito com a criação de uma bolsa própria para essa finalidade. Precisamos orientar os pacientes e cuidadores para utilização da bolsa de maneira adequada”, detalhou a subcoordenadora do GAO, Tatiana Martins.

Mais informações pelo e-mail ou no Facebook.

gao

Tags: GAOGrupo de Apoio à Pessoa OstomizadaII Jornada Catarinense de EstomaterapiaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina