Professores da UFSC iniciam votação para decidir se entram em greve a partir de 15 de abril

03/04/2024 20:18

Categoria se reuniu no auditório do EFI na manhã desta quarta-feira. Foto: Stefani Ceolla/Apufsc

Os professores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) iniciaram nesta quarta-feira, 3 de abril, a votação on-line que decidirá se a categoria entra ou não em greve, por tempo indeterminado, a partir do dia 15 de abril. Conforme prevê o estatuto do Sindicato dos Professores das Universidades Federais de Santa Catarina (Apufsc), a votação ocorre exclusivamente por meio do site da entidade e se estenderá por 72 horas, encerrando-se às 18h deste sábado, 6 de abril.

O processo que irá decidir a adesão à greve começou pela manhã, quando mais de 300 pessoas compareceram à Assembleia Geral Extraordinária (AGE), promovida pelo Sindicato, no auditório do Espaço Físico Integrado (EFI), no Campus de Florianópolis. Ao todo, conforme levantamento da Apufsc, estavam presentes 252 docentes filiados e 99 não filiados.

A Assembleia teve início com a manifestação de estudantes e representantes dos técnicos-administrativos em educação (TAEs), que estão em greve desde 11 de março, em solidariedade à categoria docente. Na sequência, houve espaço para os docentes se pronunciarem. De acordo com a nota divulgada pelo Sindicato, além de serem contrários ao reajuste zero proposto pelo governo federal até o momento, os professores também destacaram a necessidade de recomposição do orçamento das universidades e melhores condições de trabalho.
(mais…)

Tags: Apufsc-Sindicaldocentesestado de greveGreveProfessoresUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Sindicato de professores da UFSC decide por ‘estado de greve’ e marca um dia para paralisação

28/03/2024 15:15

Votação no auditório do CCE. Foto: Ana Laura Baldo/Divulgação/Apufsc

Em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) convocada pelo Sindicato dos Professores das Universidades Federais de Santa Catarina (Apufsc-Sindical), realizada na tarde de quarta-feira, 27 de março, os sindicalizados que fazem parte da categoria docente da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) decidiram entrar em estado de greve. De acordo com a Apufsc, os professores reivindicam reajuste salarial em 2024: a categoria acumula cerca de 35% de defasagem nos salários, e a proposta do governo para este ano é de reajuste zero.

Na assembleia, que durou mais de três horas e foi promovida no auditório do Centro de Comunicação e Expressão (CCE), foram aprovados outros quatro encaminhamentos: criação de comissão de mobilização; nova AGE no dia 3 de abril, tendo a greve como pauta única; manifestação de apoio aos técnicos-administrativos em Educação (TAEs), que estão em greve desde 11 de março; e paralisação da categoria docente na próxima quarta-feira, 3 de abril, como parte de uma ação nacional que reivindica o reajuste salarial.

“O estado de greve não significa paralisação imediata dos trabalhos, portanto, os professores e professoras seguem trabalhando normalmente. O estado de greve é um alerta aprovado por uma categoria de trabalhadores, anunciando que uma greve poderá ser deflagrada”, comunica a entidade em nota. “A diretoria da Apufsc ressalta que a greve deve ser o último recurso, quando todas as negociações já se esgotaram, e elas ainda estão acontecendo, com a expectativa de uma nova mesa de negociação na primeira quinzena de abril”, traz o texto.

Com informações da Comunicação da Apufsc.

Tags: Apufsc-Sindicaldocentesestado de greveGreveProfessoresUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina