Cinema é tema da nova edição da revista ‘Fora do Eixo’

10/05/2022 13:25

Está no ar a 18ª edição da Fora do Eixo, revista digital de cultura e política do Centro de Comunicação e Expressão (CCE). Neste número, o tema discutido é o cinema como forma de arte e intervenção social. 

Em seu ensaio, Luiz Queriquelii fala sobre a perda de prestígio do Oscar em um mundo em que os parâmetros de Hollywood já não dão conta da diversidade das produções cinematográficas. Heron Moura diverge das interpretações correntes de Bacurau, de Kléber Mendonça e Juliano Dornelles, e toma o filme como exemplo do que ele chama de bolsonarismo de esquerda. Já o filósofo Alexandre Meyer avalia a linguagem cinematográfica a partir de dois estudos de caso: a série Dirty Harry e Alexander Supertramp. Por fim, Fábio Lopes da Silva compara o cinema à literatura para se perguntar se existe mesmo uma sétima arte.  

Organizada pelos professores do Departamento de Língua e Literatura Vernáculas (DLLV) Luiz Queriquelli, Heronides Moura e Fábio Lopes da Silva, a publicação surgiu logo no início da pandemia, como um veículo para discutir temas candentes e atuais de forma não acadêmica, dirigida ao grande público. A Fora do Eixo se inspira nos antigos suplementos culturais mantidos por grandes jornais brasileiros como O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil Folha de S. Paulo.

A revista pode ser acessada em revistaforadoeixo.com.

Tags: CCEDLLVFora do EixoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina