Oficina ‘Direito internacional e feminismo: uma perspectiva decolonial’ ocorre nesta quinta

29/08/2018 18:20

O Observatório de Justiça Ecológica (OJE/UFSC) promove nesta quinta-feira, 30 de agosto, das 14h20 às 16h, a oficina “Direito Internacional e Feminismo: uma perspectiva decolonial”. O evento, que  integra o projeto de extensão Oficina de Direitos Humanos, ocorre no auditório do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal de Santa Catarina (CCJ/UFSC). A atividade é aberta ao público e será fornecido certificado de horas complementares.

Ministrada por Juliana Gonçalves, mestranda do Programa de Pós-graduação em Direito da UFSC, a oficina apresentará a situação das mulheres no Direito Internacional, a partir de uma perspectiva decolonial. Durante grande parte da história, as mulheres foram levadas à subjugação, submissão e opressões de toda ordem. Recentemente tem-se buscado revisitar toda vivência e produção de conhecimento no que tange os movimentos feministas. Surgem em certos contextos e pontos do globo manifestações de mulheres de todo tipo buscando reivindicar espaços e direitos. Erguem-se as feministas. Erguem-se os estudos e as manifestações feministas.

Hoje, o universalismo do feminismo não mais é considerado plausível. De mulher passa-se a mulheres. Existem contextos, realidades e mulheres diferentes, portanto, feminismos diferentes. Esse é um dos pontos do feminismo decolonial. O direito internacional, assim como outras áreas do direito, tem sido dominado por um discurso que desconsidera não só a visão dos países ditos do sul, como o surgimento de novos atores e sujeitos internacionais, como os movimentos feministas nas suas diferentes perspectivas.

Mais informações na página do OJE ou pelo e-mail

Tags: Centro de Ciências Jurídicas (CCJ/UFSC)Direito Internacional e Feminismo: uma perspectiva decolonial"Observatório de Justiça Ecológicaoficina de direitos humanosOJEUFSC