Pesquisa sobre cultivo de milho desenvolvida na UFSC tem repercussão internacional

27/05/2014 14:53

O artigo “Análise proteômica comparativa entre milho geneticamente modificado cultivado em diferentes agroecossistemas no Brasil”, desenvolvido por membros do Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais e publicado em dezembro de 2013 na revista Proteome Science, foi acessado cerca de cinco mil vezes nos últimos seis meses. A revista, especializada em aspectos metodológicos relacionados aos estudos funcionais e estruturais do proteoma – conjunto de proteínas e suas variantes que podem ser encontradas em uma célula específica – é referência em sua área e classificada como A2 no ranking Capes/Brasil, segunda maior qualificação. O artigo brasileiro, primeiro a evidenciar diferenças moleculares entre organismos geneticamente modificados e seus respectivos convencionais, está atualmente entre os dez com maior número de downloads do site da revista.

Participaram da pesquisa a doutoranda Sarah Agapito-Tenfen, os professores Miguel Pedro Guerra e Rubens Onofre Nodari, e o pesquisador norueguês Odd-Gunnar Wikmark. O objetivo foi comparar o proteoma do milho transgênico e o do convencional e, ainda, observar a influência de estímulos do ambiente externo. Para isso, foram cultivadas as duas variedades do grão em diferentes agroecossistemas de Santa Catarina, localizados em Campos Novos e Chapecó. Em seguida, amostras desses cultivos foram coletadas e analisadas em laboratório.
(mais…)

Tags: cultivo de milho. Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos VegetaisMiguel Pedro GuerraOdd-Gunnar WikmarkProteome ScienceRubens Onofre NodariSarah Agapito-TenfenUFSC