Pós em História promove seminário ‘Histórias Possíveis’

10/08/2015 08:35

O Programa de Pós-Graduação em História (PPGHST) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) promove mais uma edição dos seminários “Histórias Possíveis” na terça-feira, 11 de agosto, às 16h, no auditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH).

O tema “Nem tribunal, nem tribuna: estratégias retóricas de agentes repressivos militares na Comissão Nacional da Verdade” será apresentado pela professora da Udesc, Mariana Joffily. Como reagiram os agentes repressivos militares nas audiências públicas e privadas da Comissão Nacional da Verdade (CNV) às quais foram convocados? Como reagiram a um empreendimento que buscou estabelecer uma “verdade histórica” muito distinta da deles? A resposta a essas indagações passa pelo estabelecimento do quadro de tomada dos depoimentos desses agentes na CNV, pela análise das estratégias retóricas e memoriais por eles utilizadas e por uma reflexão acerca do lugar que ocupam esses testemunhos nas investigações e na imagem pública da CNV, que oscila entre a busca de informações inéditas e a denúncia pública.

Os seminários “Histórias Possíveis” são encontros mensais de professores e alunos do PPGHST, organizados em torno da apresentação de trabalhos de pesquisa e debate sobre eles – em 2015, os seminários terão por eixo o tema “Silêncios”.

Os objetivos são fomentar abordagens inovadoras; estimular o exercício da crítica acadêmica; ampliar diálogo entre linhas de pesquisa; propiciar divulgação das pesquisas desenvolvidas no PPGHST/UFSC.

Os seminários são abertos ao público, e há certificado de extensão para os que vierem a toda a programação – a frequência é de 75%.

Mais informações pelo telefone (48) 3721-9359.

Tags: Comissão Nacional da VerdadePrograma de Pós-Graduação em HistóriaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Legado da Comissão Nacional da Verdade é tema de palestra, nesta quarta, na UFSC

31/03/2015 09:23

A Comissão da Memória e Verdade da UFSC irá iniciar seus trabalhos públicos nesta quarta. dia 1º de abril, às 9h, com a palestra “O legado da Comissão Nacional da Verdade à sociedade brasileira”, ministrada pela advogada e professora universitária Rosa Maria Cardoso da Cunha, no auditório da Reitoria. Rosa Maria foi a quarta coordenadora da Comissão Nacional da Verdade (CNV), entre maio e agosto de 2013, a qual tem integrado desde sua instalação em maio de 2012.

Segundo a professora e membro da Comissão da Memória e Verdade da UFSC, Ana Lice Brancher, a atividade “é importante na conjuntura atual, em que ainda há pessoas querendo a volta dos militares ao poder. Uma parte da sociedade não sabe o que foi a ditadura e será possível esclarecer o que significa viver num regime ditatorial, com a perda de direitos e perseguições”.

Além da palestra, Rosa Maria participa de um encontro com os membros da Comissão da UFSC para discutir metodologias de trabalho durante a tarde. “É uma reunião interna e ela irá conversar conosco e orientar sobre a experiência das entrevistas, de como conseguir acesso a determinados arquivos, lidar com os representantes das Forças Armadas, entre outros assuntos.”
(mais…)

Tags: Comissão da Memória e VerdadeComissão Nacional da VerdadeUFSC