Artigo de professores da UFSC é capa da revista ‘Journal of the American Chemical Society’

19/06/2020 10:53

Os professores Josiel Domingos e Giovanni Caramori, do Departamento de Química da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), são coautores do artigo que estampa a capa da mais recente edição do Journal of the American Chemical Society, uma das mais respeitadas revistas da área de química no mundo. O texto é fruto do trabalho de diversos grupos de pesquisa e contou com a colaboração do professor Gonçalo Bernardes, da Universidade de Cambridge, no âmbito do Programa Institucional de Internacionalização – PrInt/CAPES, com o Programa de Pós-Graduação em Química (PPGQ), por meio da coordenação do subprojeto Desenvolvimento e Aplicação de Nanocatalisadores.

“A participação do professor Gonçalo no subprojeto do PPGQ permitiu a ele visitar Florianópolis em outubro de 2019, com uma bolsa PrInt do tipo ‘Professor Visitante no Brasil’ e, assim, começar uma colaboração comigo e outros colegas do Departamento de Química, resultando nesta publicação e em diversos outros trabalhos que estão em andamento”, destacou Josiel Domingos. Além da UFSC, outras quatro instituições estão envolvidas na publicação: Universidade de Cambridge, na Inglaterra; Universidade de Lisboa e Champalimaud Centre for the Unknown, em Portugal; e Université Côte D’azur, na França.

O título do artigo é Platinum-Triggered Bond-Cleavage of Pentynoyl Amide and N-Propargyl Handles for Drug-Activation. O tema da publicação foi concebido com a hipótese de que compostos de platina poderiam ser utilizados para a ativação de pró-fármacos em tumores durante a quimioterapia com a cisplatina. A cisplatina é um remédio antineoplásico à base do metal platina, utilizado para tratar até 20% dos pacientes com câncer.

“Nossa hipótese é que a platina presente na cisplatina também poderia atuar como catalisador na ativação de um segundo fármaco, potencializando a inibição do crescimento tumoral na terapia contra um câncer. (…) Os resultados mostraram uma ativação eficiente dos pró-fármacos na presença de quantidades não terapêuticas do medicamento anticâncer cisplatina em um ambiente in vivo, identificando potencialidades e os desafios para desenvolvimentos de reações de ativação de pró-fármacos mediadas por platina, no combate ao câncer”, explicou o professor Josiel.

O docente da UFSC destaca a importância dos resultados alcançados. “Este estudo é o primeiro trabalho a mostrar que a platina pode ser utilizada na ativação de pró-fármacos em ambientes biológicos. Embora ainda recente, protocolos de ativação molecular mediados por metais de transição progredirão num futuro próximo para se tornar um modus operandi bem estabelecido para muitas aplicações de ciências da vida”, finalizou.

> Confira AQUI a íntegra da publicação.

Tags: ArtigoJournal of the Americam Chemical SocietyquímicaUFSC