3º Encontro Catarinense de Direitos Animais ocorre na UFSC nesta sexta

12/08/2019 17:00

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) sedia o III Encontro Catarinense de Direitos Animais nesta sexta-feira, 16 de agosto. Com o tema “Abordagens emancipadoras antiespecistas”, o evento é gratuito e aberto a todos. As atividades serão realizadas no auditório do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ/UFSC) e as inscrições devem ser feitas pelo e-mail . A programação inclui uma conferência e cinco painéis com a participação de 13 pesquisadores da UFSC e de outras instituições.

Homenagem

Promovido pelo Observatório de Justiça Ecológica (OJE/UFSC) e pelo Programa de Pós-graduação em Direito (PPGD/UFSC), este ano o encontro homenageará a professora Paula Brügger. “Queremos reconhecer a importância da contribuição dessa mulher que bravamente vem colaborando para edificar uma ciência pautada no respeito pela vida, além de seu papel no movimento abolicionista animal no Brasil”, afirmam os organizadores.

Paula foi professora do Departamento de Ecologia e Zoologia (ECZ/UFSC) durante 37 anos: de 1982 a 2019. Graduada em Ciências Biológicas, com mestrado em Educação e Ciência e doutorado em Ciências Humanas – Sociedade e Meio Ambiente, a docente coordenou por 15 anos o projeto “Amigo Animal” na rede municipal de Florianópolis e rede estadual de ensino de Santa Catarina. Ela integra dois grupos de pesquisa na universidade: o OJE, do qual é uma das coordenadoras; e o Laboratório de Estudos Transdisciplinares (LET).

Professora Paula Brügger. Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC.

É autora dos livros “Educação ou adestramento ambiental?” e “Amigo Animal”, além de dezenas de capítulos de livros e artigos. Recentemente dois de seus trabalhos foram reconhecidos internacionalmente, conforme relata a pesquisadora: “Em 2017, o livro ‘Impact of meat consumption on health and environmental sustainability‘, do qual sou co-autora, recebeu o prêmio de melhor livro do ano, na categoria Best Sustainable Food Book. Em 2019, o livro ‘Social marketing and its influence on animal origin food product Consumption’ foi indicado em segundo lugar no International Book Awards, categoria Marketing and Advertising. Ficamos muito felizes, pois essa premiação é conferida a publicações tradicionais e a nossa é bastante anti-mainstream. Isso evidencia a impossibilidade de ignorar esse tema, ainda pouco aceito nos meios acadêmicos.”

Neste livro, Paula escreveu o capítulo It’s the speciesism, stupid! Animal Abolitionism, Environmentalism and the Mass Media, onde ressalta a importância do papel dos meios de comunicação na formação de valores. “Precisamos de um novo paradigma para a construção de uma cultura não especista, compassiva com os animais e responsável com o meio ambiente”, defende.

programação completa do Encontro está disponível aqui.

Mais informações pelo e-mail   ou na página do OJE.

Tags: antiespecismoCCJDireitoespecismoIII Encontro Catarinense de Direitos AnimaisUFSC