Editora da UFSC lança livro ‘Mundo de Sonho e Catástrofe’ com participação de tradutora

26/10/2018 08:09

A Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (EdUFSC) realizou o lançamento do livro “Mundo de sonho e catástrofe: o desaparecimento da utopia de massas na União Soviética e nos Estados Unidos”, de Susan Buck-Morss, na última quarta-feira, dia 24. O evento ocorreu na sala Harry Laus da Biblioteca Universitária (BU) e contou com a participação de Ana Luiza Andrade, uma das tradutoras da obra.

O livro apresenta os projetos utópicos das duas superpotências da Guerra Fria (EUA e URSS), ressaltando não apenas as suas divergências, mas também suas semelhanças. Ambos os mundos de sonho compartilhavam o ideal de modernidade como progresso histórico, ancorado em determinado tipo – fordista, taylorista – de industrialização composta de “empresas gigantes, produção centralizada, tecnologias industriais pesadas”, ou seja, numa solução bem específica, concebida na primeira metade do século XX, para suprimir a tensão existente entre os seres humanos e a natureza. O livro foi escrito em 2000, pela filósofa e professora de Ciência Política Susan Buck-Morss, pesquisadora estadunidense do Centro de Pós-Graduação da City University of New York. O trabalho foi resultado de uma pesquisa de Susan nos anos da Guerra Fria em visita a então União Soviética.

Segundo Ana Luiza Andrade, o processo de tradução foi complexo: “Tentamos traduzir de uma versão já existente em espanhol, mas isso acabou mais atrapalhando do que ajudando. Nossa tradução levou 5 anos para ser concluída, mas assim garantimos uma versão final bem clara e fiel ao texto de Susan”. A tradutora também revela que antes de trabalhar nesta obra já havia traduzido outros livros e textos da pesquisadora estadunidense. “Quando pedi a ela para traduzir este livro, ela aceitou facilmente, pois já me conhecia há anos e confiava muito em mim”, conclui.

Tradutora Ana Luiza Andrade. Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

Sobre o conteúdo do “Mundo de Sonho e Catástrofe”, Ana Luiza destaca que o mais impressionante no livro é justamente que essa disputa entre projetos utópicos das duas superpotências se deu talvez mais por suas semelhanças do que por suas divergências, pois ao longo das páginas há comparações de propagandas políticas de ambos os lados, que possuem muito em comum. “O trabalho desmistifica a ideia de que cada um tinha uma ideia muito diferente de mundo utópico. Na realidade havia semelhanças incríveis, o tempo inteiro”, ressalta.

Os capítulos do livro são divididos em “Mundos de sonho da democracia”; “Mundos de sonho da história”; “Mundos de sonho da cultura de massa”; “Cultura para as massas”; “Sonho e despertar”; e “Tempo vivido/Tempo histórico”, todos trazendo comparações entre os dois lados, ancoradas em uma análise filosófica, além de notas.

O lançamento faz parte da programação especial em comemoração à Semana Nacional do Livro e da Biblioteca (SNLB), promovida pela BU com a participação da Editora.

A sinopse completa do livro está disponível aqui.

 

Alan Christian/Estagiário de Jornalismo na Agecom/UFSC