Trabalho, estudo, deslocamento: perfil do graduando UFSC aponta uma rotina intensa

31/05/2019 17:30

A rotina de Edson da Costa Gularte, estudante de Pedagogia na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), é intensa. Associar estudos, trabalho e deslocamento até o Campus Trindade não é fácil, mas ele faz com maestria. Edson é o primeiro da família a ingressar no ensino superior. Teve acesso à UFSC por meio da ação afirmativa Escola Pública/Baixa Renda, além de trabalhar e estudar, fatores que estão mudando o perfil de estudantes nas universidades públicas federais brasileiras.

Essa realidade é apresentada no Relatório Executivo da V Pesquisa Nacional de Perfil Socioeconômico e Cultural dos Graduandos das IFEs, edição de 2018, que identificou um universo de mais de 1,2 milhão de estudantes de 65 IFEs, sendo 63 universidades e dois Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefets), e contou com 424.128 respondentes, sendo que da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) participaram 34.205 graduandos, o que representou 2,8% do total de respondentes.

Segundo os organizadores do estudo nacional, “não é pequeno o significado social e simbólico no seio familiar do ingresso pioneiro de filhos e filhas nas instituições federais de ensino superior com potencial de, inclusive, imantar, num ciclo mais amplo de relações sociais e familiares, o desejo de construir mesma trajetória e almejar semelhantes objetivos”.

Para chegar à UFSC, Edson utiliza transporte coletivo. Ele sai de Paulo Lopes e enfrenta uma jornada de três horas diárias. “A minha rotina é, basicamente, passar todo o dia na UFSC. Eu saio de casa às 11h20 e retorno às 23h30, tenho todo esse trajeto no ônibus”.

(mais…)

Tags: perfil do graduandoperfil do graduando UFSCPRAEUFSCV Pesquisa Nacional de Perfil Socioeconômico e Cultural dos Graduandos 2018