Manutenção no Sistema de Informação AGHU nesta sexta, 13

13/07/2018 10:24

A Coordenação de Tecnologia da Informação do Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago (HU/UFSC) informa que está prevista para ser realizada nesta sexta-feira, 13 de julho, das 16 às 18 horas, a manutenção na base de dados do sistema de informação AGHU. Neste horário o sistema ficará totalmente inoperante.

Mais informações pelo telefone (48) 3721-2077 ou pelo e-mail 

Tags: aghuHUmanutenção sistemaUFSC

HU prepara-se para receber novo sistema de gestão informatizada

03/01/2012 16:08

Equipe de desenvolvedores do HU trabalham no módulo compras do novo aplicativo de gestão hospitalar

O Hospital Universitário (HU) da UFSC prepara-se para implantar até junho de 2012 um novo sistema informatizado para gerenciar suas atividades, o Aplicativo de Gestão para Hospitais Universitários (AGHU). O projeto é do Ministério da Educação (MEC) e tem por objetivo padronizar práticas assistenciais e administrativas entre os 46 hospitais universitários ligados às Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes). O aplicativo faz parte das ações do Programa de Reestruturação dos Hospitais Universitários (REHUF).

A coordenação técnica do projeto é feita pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, que é referência no Brasil em informatização da gestão hospitalar. Foram os profissionais do HCPA que desenvolveram o software que é a origem do AGHU. Onze equipes de programadores, localizadas em quatro cidades brasileiras, estão reescrevendo o sistema do HCPA em um formato baseado em software livre e gratuito. Oito módulos já estão prontos: Prescrição Médica, Indicadores, Centro de Custos, Registro de Pacientes, Internação, Farmácia, Segurança de Usuário e Registro de Colaboradores. Um dos destaques é o prontuário eletrônico único, que reune todos os dados do paciente e seu histórico de atendimento médico.

“Os problemas dos hospitais não se devem apenas à falta de recursos, mas também à falta de gestão. Com o AGHU queremos resolver o problema de gestão hospitalar, melhorar os processos e fortalecer as melhores práticas na área da saúde”, explica o gerente de Tecnologia da Informação do HU, Wilmar Luis Vienhage. Ele afirma que o AGHU terá um papel importante para a gestão dos hospitais no âmbito da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), criada em dezembro de 2011.

O sistema irá fornecer também indicadores nacionais, tais como taxa de mortalidade, incidência de determinadas doenças em regiões e épocas do ano. Pode também facilitar nos processos de compra de medicamentos: os hospitais poderão consultar fornecedores e identificar se houve algum problema em compras anteriores, mesmo com outros hospitais da rede. Também será possível fazer compras conjuntas para os 46 HUs. “A expectativa é melhorar a qualidade de atendimento ao paciente e fortalecer o HU como campo de ensino e aprendizagem”, afirma Vienhage. Ele participou nos dias 13 e 14 de dezembro de uma oficina em Brasília que apresentou a versão mais recente do AGHU, a 3.0, e preparou as equipes dos hospitais universitários para construir o plano de atividades para implantação.

A previsão do gerente de TI do HU, Wilmar Luis Vienhage, é implantar o AGHU em junho de 2012.

Implantação

Para implantar o aplicativo, o HU deverá primeiro preparar a infraestrutura. A equipe do HPCA esteve no hospital em novembro e alertou que será preciso reformar totalmente a rede de comunicação do hospital. Além disso, será necessário identificar a quantidade de computadores a serem comprados. Em março de 2012 a equipe do HU irá visitar o HCPA para definir mais detalhes sobre a infraestrutura e os requisitos mínimos para instalar o sistema.

A implantação no HU deve começar em junho de 2012. Para o gerente de TI, o desafio será grande, pois durante algum tempo os usuários terão que trabalhar com dois sistemas simultaneamente. “O sistema utilizado atualmente no HU é bom, mas está escrito em uma linguagem ultrapassada, que é difícil de atualizar”, explica Vienhage. Para implantar o AGHU, serão definidas as lideranças entre médicos, enfermeiros e pessoal da administração, que irão treinar os demais colegas para usar o novo sistema.

Trabalho colaborativo

O AGHU é escrito em linguagem Java e funciona em banco de dados PostGre, tecnologias gratuitas. Para desenvolver o software o grupo organizou-se em células que trabalham de forma colaborativa. São mais de 100 profissionais. Em Porto Alegre estão seis times de analistas e desenvolvedores e em Belo Horizonte, dois. Três hospitais universitários também organizaram seus times: o Hospital de Clínicas de Porto Alegre, a Universidade Federal do Paraná e a UFSC, que está com uma equipe de seis desenvolvedores, funcionários da empresa Ibrowse Consultoria.

Seis instituições já instalaram o AGHU: a Maternidade Vitor Ferreira do Amaral, de Curitiba (PR), o HU de São Luiz (MA), o HU Grande Dourados (MS), o HU Maria A. Pedrossian, de Campo Grande (MS), HU Bettina Ferro de Souza e HU João de Barros Barreto, ambos de Belém (PA).

Mais informações:

Site do Aplicativo de Gestão para Hospitais Universitários

Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares vai gerir os HUs

 

Por Laura Tuyama, jornalista na Agecom. Fotos de Wagner Behr.

Tags: aghuEbserhHUUFSC