40 anos do NDI: uma mensagem a distância para celebrar a educação infantil na UFSC

08/05/2020 08:00

O desejo de realizar um evento acadêmico com conferências, exposição fotográfica, apresentação de banners e de vídeo institucional não teve como não ser adiado. E para não deixar passar em branco os 40 anos do Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), comemorados neste dia 8 de maio, uma mensagem às crianças, aos pais, aos professores, aos técnicos, aos estagiários e aos colaboradores. A todos que neste momento estão distantes, uma tentativa de aproximar, confortar, matar um pouco da saudade, e celebrar essa longa trajetória que, momentaneamente, está diferente, um tanto quanto silenciosa, sem aquele vai e vem tão comum de um ambiente de educação infantil.

Criado em 8 de maio de 1980, o NDI atende em torno de 200 crianças de zero a seis anos. Na sua essência, assim como o atendimento institucionalizado à pequena infância, a necessidade de um espaço de guarda aos filhos dos trabalhadores e estudantes da Universidade. Mas o aspecto assistencial que o originou foi se transformando, passando a adotar um caráter educacional e acadêmico.

O que comemorar nestes tempos tão difíceis de pandemia e de uma conjuntura atual de desvalorização da educação pública, gratuita e de qualidade. Primeiro, a continuidade da preservação destes mesmos princípios que sustentam o pleno funcionamento do NDI. Um segundo motivo e algo que lhe é inerente, a defesa da Educação Infantil como espaço inclusivo, de ensino e de aprendizagem que objetiva promover o desenvolvimento integral das crianças.

Outro orgulho para o NDI em data tão especial são os seus profissionais altamente qualificados. Hoje são 24 professores e 27 técnicos-administrativos em Educação responsáveis pela qualidade do trabalho pedagógico desenvolvido no espaço. Muito mais do que ensino de excelência, têm como funções primordiais a pesquisa e a extensão, atuando na formação docente, na construção de políticas públicas, na produção e na socialização de conhecimentos.

Duas importantes conquistas marcaram a história recente do NDI: em 2013, tornou-se a única escola exclusivamente de Educação Infantil reconhecida como Colégio de Aplicação, consolidando sua identidade educacional e acadêmica; e, em 2014, houve a abertura do Núcleo à comunidade, por meio de sorteio público e universal, com reserva de vagas para crianças com deficiência, e das quase 200 atendidas, 11% é público-alvo da Educação Especial.

A estrutura ampla e diversificada do Núcleo é um dos seus diferenciais e deve ser também valorizada nesta ocasião. O número de crianças por turma possibilita um olhar atento e uma mediação mais qualificada às subjetividades dos alunos. Essa qualidade é reconhecida socialmente, prova disso é o crescente número de inscrições a cada edital de novas vagas.

Motivos não faltam, só no último ano o NDI contribuiu para a formação de mais de 150 estudantes de graduação das áreas de Pedagogia, Filosofia, Letras, Educação Física, Psicologia, Fonoaudiologia, Design, Física, Nutrição, Teatro, Música, entre outras. Ainda desenvolveu cinco projetos de extensão, que ao todo somaram mais de 70 ações, alcançando diretamente mais de 2 mil pessoas. Também recebeu duas pesquisas externas em nível de pós-graduação e produziu seis projetos com o envolvimento de 11 docentes. Realiza projetos interdisciplinares com cursos da UFSC e da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), em várias áreas do conhecimento. Além disso, promove atividades culturais, a exemplo do boi-de-mamão, que possui livro e CD originais.

.

.

A diretora do Núcleo de Desenvolvimento Infantil, Juliane Mendes Rosa La Banca, informa que, desde a suspensão das atividades presenciais, estão sendo feitos contatos semanais com as famílias, por meio de boletins por e-mail encaminhados pelo Setor de Atenção à Saúde do NDI, com informações atualizadas sobre a Covid-19 e os cuidados necessários para saúde e prevenção. Como forma de apoio, também estão sendo enviados vídeos e livros de história para abordar o tema com as crianças e um material com sugestões e possibilidades de atividades durante o isolamento social.

Neste período, o NDI têm trabalhado de forma remota no atendimento de diferentes demandas e na produção e revisão de documentos importantes como o seu regimento, proposta curricular e planos de ensino. Estão sendo realizadas reuniões virtuais, periodicamente, com todos os setores e grupos de profissionais. A professora reforça que, neste momento, o Núcleo está comprometido com a discussão que vem sendo empreendida na UFSC para a retomada das atividades presenciais, considerando as especificidades da Educação Infantil.

Juliane entende que o retorno ao convívio vai ser em uma outra lógica de funcionamento. “Seguiremos pautando nossas ações e decisões nos princípios pedagógicos que têm nos acompanhado ao longo desses 40 anos de trabalho, fundamentados nas orientações de saúde e em dados científicos garantindo o direito à educação, mas de forma a preservar também o direito à saúde das crianças e adultos que fazem parte da nossa escola”.

Confira no vídeo a mensagem que o NDI preparou para o seu aniversário:

 

Rosiani Bion de Almeida/Agecom/UFSC com informações do NDI

Fotos: Acervo Agecom

Tags: 40 anosCEDndiNúcleo de Desenvolvimento InfantilUFSC