Mestranda da Pós em Ecologia da UFSC recebe prêmio em conferência internacional

17/12/2019 10:20

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ecologia da UFSC, Larissa Dalpaz foi premiada como melhor apresentação estudantil da América do Sul na Conferência Mundial de Mamíferos Marinhos (WMMC). No evento, realizado na Espanha de 9 a 12 de dezembro e um dos mais importantes da área, havia 2,5 mil participantes de mais de 95 países e foram mais de 1,6 mil apresentações.

Larissa recebe o prêmio. Foto: Divulgação

A pesquisa de Larissa estuda a população de baleias-de-Bryde que vive na Bacia de Santos (entre Florianópolis e Cabo Frio). Esta espécie de baleia está entre as menos conhecidas do mundo e  a população que Larissa estuda passa o ano inteiro em águas brasileiras.

“Descobrimos coisas bem interessantes sobre elas: no verão elas ficam concentradas mais próximas à costa, na região sudeste do Brasil; já no inverno, a maioria delas se desloca para o sul e se afasta da costa. Esses deslocamentos que elas fazem são, principalmente, em busca de regiões com maior disponibilidade de alimento”, explica a pesquisadora.

O trabalho também acompanhou uma baleia por 28 dias através de um transmissor, que envia informações por satélite. Isso permite entender melhor os caminhos e as áreas que elas mais usam.

A reprodução da espécie ocorre em águas brasileiras, aponta Larissa. “Todos os filhotes que encontramos foram no verão e a maioria próximo da costa. Agora que reunimos essas informações, podemos entender como evitar alguns impactos negativos sobre essa população. Um problema que as baleias enfrentam são os atropelamentos por navios, por exemplo. Sabendo as áreas que elas se concentram e os caminhos que elas usam, podemos reduzir esses episódios”.

Os dados do estudo foram dados coletados no Projeto de Monitoramento de Cetáceos na Bacia de Santos (PMC-BS). Este projeto é executado pela Petrobras como um dos programas de monitoramento requeridos pelo IBAMA no processo de licenciamento ambiental para produção e transporte de óleo na Bacia de Santos.

Mestranda da UFSC apresenta a pesquisa. Foto: Divulgação

Tags: baleia-de-BrydeecologiaMamíferos marinhosUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina