Projeto de Recuperação e Educação Ambiental do Bosque do CFH recebe prêmio A3P

06/08/2018 19:00

O Projeto de Recuperação e Educação ambiental do bosque do Centro de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina (CFH) recebeu, no dia 23 de agosto, o prêmio de sustentabilidade Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P). O projeto ficou na terceira colocação da categoria “Uso/Manejo Sustentável dos Recursos Naturais”.  O prêmio foi entregue no auditório do museu da Imprensa Nacional, em Brasília, durante o 10º Fórum da A3P, promovido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). Representando a UFSC, estiverem presentes estudantes do Núcleo de Estudos em Permacultura da UFSC (NEPerma), Luiz Leal e Amanda Vita, e o biólogo da Coordenadoria de Gestão Ambiental da UFSC (CGA), Allisson Castro, todos membros do projeto.

Projeto

O projeto de Recuperação do Bosque do CFH existe desde setembro de 2014 e é coordenado pela CGA, em parceria com o NEPerma e a Comissão de Revitalização do Bosque – que consiste em um grupo formado por servidores da UFSC lotados no CFH e estudantes deste mesmo Centro de Ensino.

Nesses quatro anos, as ações de revitalização do solo, flora e fauna de uma das maiores áreas verdes do campus de Florianópolis realizou mutirões de limpeza do espaço; garantiu o fechamento da área para evitar que automóveis fossem estacionados; criou canteiros agroecológicos; procedeu à remoção de espécies vegetais exóticas (espécies que não pertencem ao ecossistema ou região) como eucaliptos e casuarinas; realizou o plantio de mudas de espécies nativas e outras atividades de restabelecimento da vegetação do ecossistema e mata ciliar dos cursos d’água.

Premiação

O Prêmio A3P é uma iniciativa que procura reconhecer nacionalmente projetos que possam se tornar modelo de sustentabilidade e de uso racional dos bens públicos e recursos naturais, impactando na qualidade de vida de quem utiliza estes serviços e gerando conscientização. A premiação, realizada a cada dois anos, reconhece ações de sustentabilidade desenvolvidas nos órgãos públicos, com projetos implementados. Nesta edição do prêmio, foram mais de 70 inscritos de todo o país, sendo selecionados 12 para concorrer à premiação.

Os mutirões de recuperação do bosque são abertos ao público e ocorrem todas as sextas-feiras, às 9h, na área central do Bosque.

Mais informações

Sobre a premiação A3P 2018 no site

Sobre o projeto de revitalização: Facebook e Página CGA

 

 

Maria Clara Flores e Gabriel Martins/Agecom UFSC

Fotos e imagens: divulgação