TV UFSC inaugura neste sábado canal aberto e digital

16/05/2013 12:38

A TV UFSC estreia no dia 18 de maio, sábado, sua programação local com sinal aberto para a Grande Florianópolis, em transmissão digital a partir das 11 horas. A cerimônia será presidida pela reitora Roselane Neckel e terá a presença do presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Nelson Breve. A TV UFSC é mantida pela Universidade Federal de Santa Catarina, tem sede em Florianópolis e funciona desde 1998 como canal por assinatura.

Equipe de produção da TV UFSC. Foto: Jonatan Santos/TV UFSC

Numa programação compartilhada com a TV Brasil, ligada à Empresa Brasil de Comunicação, o canal 63.1 terá conteúdo voltado à valorização de produções direcionadas à cultura, educação e costumes locais. A programação local é de responsabilidade da TV UFSC e a nacional da TV Brasil. O transmissor digital, adquirido pelo Instituto Nacional para Convergência Digital (INCoD) e localizado no Morro da Cruz, terá uma área de cobertura que pode alcançar cerca de um milhão de pessoas, dependendo da topografia de cada região. O telespectador que não tiver um aparelho de tv digital pode adquirir um sintonizador para HDTV.

Para a reitora Roselane Neckel, trata-se de uma tevê em avançado processo de consolidação. “Esta experiência acumulada será fundamental para nossa equipe, pois partilhamos princípios comuns. A TV Brasil tem hoje uma programação vasta, de qualidade, voltada para um público diversificado. A partir desta parceria, a comunidade terá acesso, inclusive, a programas regionais que contribuem para o melhor conhecimento da diversidade cultural do nosso país, ao mesmo tempo que a nossa produção também estará acessível a muito mais pessoas, de diferentes perfis. Isto só para citar alguns aspectos, porque os benefícios são muitos”.

Parceria

Sede da TV UFSC. Foto: Jonatan Santos/TV UFSC

Com a parceria com a TV Brasil, o canal universitário vai oferecer uma programação informativa, cultural, artística, científica e cidadã. Um dos grandes atrativos da emissora nacional são os programas direcionados para o público infanto-juvenil, como o “ABZ do Ziraldo”, que tem como ideia principal incentivar o hábito da leitura. Apresentado pelo escritor e cartunista Ziraldo, é exibido com participação de uma plateia repleta de crianças que estudam em escolas públicas. As animações, como “Batatinhas” e “Anabel”, também fazem parte da grade.

No entretenimento, programas como “Samba na Gamboa” dão ritmo à programação. A proposta de apresentar MPB às novas gerações também ganha espaço em “Musicograma”. Cada edição possui um tema voltado para o viés regional, herança musical, escolas de samba, duos e instrumentos. Mas é no “Viola, minha viola” que o altar da tradicional música de raiz se levanta. O programa é um dos mais antigos da televisão brasileira, com 31 anos de transmissão. Além da música, a grade também possui filmes e documentários nacionais e internacionais, com temas de várias épocas e gêneros.

Quem traz informações sobre o que acontece no Brasil e no mundo é o “Sem Censura”. As descobertas mais recentes da medicina, a preservação do meio ambiente, a busca pela melhoria da qualidade de vida, a informação cultural, as formas de lazer fazem do programa um sinônimo de diversão com responsabilidade. Já o “Roda Viva” é uma produção que, dentro de sua orientação para o Jornalismo Público, oferece aos telespectadores um dos mais importantes programas de entrevistas da televisão brasileira. O seu acervo conta com personalidades nacionais e internacionais na área das artes, política, economia, cultura, esportes, educação e saúde.

Programa “UFSC Entrevista” é uma das produções da emissora. Foto: Jonatan Santos/TV UFSC

Pensamento crítico

“A TV aberta nos possibilita levar à comunidade de Florianópolis e região informação de qualidade sobre Ciência, Tecnologia, Inovação, Arte e Cultura. Este pode ser um instrumento essencial para democratizar a comunicação e ajudar a disseminar conhecimento, estimulando o pensamento crítico. Esta é, sem dúvida, uma das principais funções da universidade e com uma tevê aberta, o alcance é ainda maior. Também é preciso destacar que a tevê pode se consolidar como um excelente laboratório de ensino, pesquisa e extensão para os nossos alunos”, comemora a reitora Roselane Neckel.

Pensando nisso, a TV UFSC preparou uma programação especial para a semana de estreia do sinal aberto. No programa “Cinema Catarinense”, três filmes estreiam na tv aberta. O longa-metragem “A Antropóloga” retrata aspectos da cultura herdada dos colonizadores açorianos na Costa da Lagoa. O diretor, Zeca Nunes Pires, é um dos profissionais com produção cinematográfica mais representativa de Santa Catarina. Já o filme “Memórias de Jorge Lacerda” traz um resumo da vida e obra do político catarinense, contado através de imagens, discursos, obras literárias e memórias de um homem que conseguiu ser a um só tempo forte e atuante na política, sem deixar a intelectualidade de lado. E, por último, o documentário “De Saint Exupéry a Zeperri”. Autor de um dos maiores best-sellers universais, “O Pequeno Príncipe”, Antoine de Saint-Exupéry, tido como o “poeta da aviação”, trabalhou na antiga companhia de correio aéreo francesa Aéropostale. Em suas escalas em Florianópolis, o piloto-escritor conheceu os pescadores e seu nome de difícil pronúncia incitou o apelido “Zeperri”, cristalizado na cultura e no folclore da região. Cruzando testemunhos de franceses e brasileiros, o documentário alia relatos orais à pesquisa histórica para reconstituir um capítulo praticamente desconhecido de um escritor cuja vida e obra remontam ao mito.

Controle mestre (master). Foto: Jonatan Santos/TV UFSC

Além de apresentar notícias, entrevistas, trabalhos acadêmicos, shows de artistas locais e nacionais, filmes catarinenses e clássicos do cinema de domínio público, o canal universitário promete para este ano maior interatividade com o telespectador. Já nessa semana de estreia será exibido o especial “Memórias do Esporte Olímpico”. São dez documentários contando as histórias de luta e superação de atletas que, pouco a pouco, foram sendo esquecidos na história do esporte.

A programação, que continuará sendo transmitida pelo Canal 15 da NET (TV a cabo), pode ser conferida em www.tv.ufsc.br e www.tvbrasil.ebc.com.br.

Veja reportagem do programa Universidade Já/TV UFSC:



Por Dayane Ros/Estagiária de Jornalismo na TV UFSC
Fotos: Jonatan Santos/TV UFSC