UFSC recebe 40 vagas de docentes para os cursos de Medicina em Araranguá e Curitibanos

10/08/2015 09:13

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) terá 40 novas vagas de professores para os cursos de Medicina a serem criados em Araranguá e Curitibanos. A proposta de implantação começou a ser elaborada em maio de 2014, quando a Reitoria designou uma comissão pedagógica multicampi para estruturar os cursos. ”Trabalhamos muito, junto a lideranças locais e nacionais, para que estas vagas fossem liberadas”, ressalta a reitora Roselane Neckel.

O grupo responsável pela implantação é formado por especialistas e atua a partir de quatro dimensões: projeto pedagógico, infraestrutura, relação com a rede de saúde de cada região e corpo docente. A comissão está construindo um projeto pedagógico inovador, alinhado com os objetivos do programa Mais Médicos. A proposta é formar médicos de excelente qualidade com parâmetros bastante altos e completos, com conhecimentos, habilidades e competências definidas pelo Revalida, a partir de métodos ativos (aprendizagem baseada em problemas).

A infraestrutura requerida precisa atender a um conjunto de especificações de salas e laboratórios recomendado pelo Ministério da Educação (MEC). “Estamos atuando para adequar as atuais instalações às demandas do novo projeto, integrando-o aos demais cursos existentes nos campi, em condições adequadas”, explica Julian Borba, pró-reitor de Graduação. Dia 4 de agosto, uma comitiva da UFSC esteve na Universidade Federal do Piauí (UFPI) para conhecer os projetos arquitetônico e pedagógico do curso de Medicina do Campus Ministro Reis Velloso, em Parnaíba, que foi implantado recentemente.

Roselane Neckel se reuniu com o deputado federal Pedro Uczai (PT-SC) dia 27 de julho e explicou que sem vagas de professores e técnicos não haveria condições de abrir os cursos de Medicina. “A chegada destas 40 vagas iniciais é um passo muito importante, mas continuamos o contato intenso com parlamentares e com o Governo Federal para que outras sejam destinadas aos campi, assim como os recursos financeiros para as obras”, explica a reitora.

Em 24 de junho, Roselane esteve nos Gabinetes dos deputados catarinenses Espiridião Amin (PP), Jorginho Mello (PR) e Décio Lima (PT), que integram a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, para pedir apoio para a aprovação do PL 6244/2013, que cria 11.028 cargos efetivos da administração pública federal. O projeto foi aprovado dia 30 de junho na  Câmara  dos Deputados e seguiu para análise do Senado.

 

Diretoria-Geral de Comunicação

Tags: 40 novos docentesAraranguáCuritibanoscursos de medicinaUFSC