CCA participa e apresenta estudos na Fenaostra 2019

17/09/2019 13:11

A 20ª edição da Festa Nacional da Ostra e da Cultura Açoriana (Fenaostra) chegou ao fim no último domingo, 15 de setembro com a estimativa de público de 70 mil pessoas. A UFSC se fez presente no estande da Superintendência de Pesca, Maricultura e Agricultura da Prefeitura Municipal de Florianópolis, com uma mostra técnico-científica do departamento de Aquicultura, do Centro de Ciências Agrárias (CCA). O espaço do estande também foi dividido com a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc).

A participação da UFSC na Fenaostra foi marcada por ações em relação a maricultura de Santa Catarina que são desenvolvidas pelo CCA junto com demais órgãos na cadeia de produção de ostras no estado de Santa Catarina. O espaço foi bem movimentando durante os 11 dias do evento, onde o público procurava informações sobre o cultivo e produção de ostras e também tinha a oportunidade de conhecer outros trabalhos desenvolvidos pelo Laboratório de Camarões Marinhos (LCM/UFSC). Durante a Fenaostra, a UFSC também realizou palestras técnicas com produtores de moluscos e divulgou o curso de Aquicultura que completou, em 2019, 20 anos de atuação.

Depoimento

“Meu nome é Everton Luiz da Silva Oliveira, sou filho único de carioca e pernambucana. Sou estudante de Engenharia de Aquicultura da UFSC, e bolsista de extensão no Laboratório de Moluscos Marinhos. Estava bastante chateado com o atual estado da Universidade frente ao contigenciamento de verbas e em especial com o cancelamento da Sepex (Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão). Porém, esse sentimento foi tomado por esperança, quando a Prefeitura cedeu esse espaço para Universidade em uma das maiores festas tradicionais de Florianópolis, a Fenaostra. Fiquei muito feliz quando recebi o convite do nosso coordenador de Extensão, Gilberto Andrade. Tive a oportunidade de unir as duas coisas que gosto: moluscos e o público em geral. Fiquei surpreso com o nível de interesse das pessoas, com perguntas tais como: ‘quanto tempo uma ostra sobrevive fora d’água?’; ‘como são feitas as pérolas?’.
Isso me mostrou como o nosso trabalho dentro da Universidade não é uma coisa isolada, é de interesse de todos.
Espero participar mais vezes. Gratidão pela experiência e aos novos amigos.”

 

 

 

Tags: Centro de Ciências Agrárias (CCA)FenaostraUFSC