Museu Amazônico sediará a “Exposição Ticuna em dois tempos”

04/04/2013 11:54

Com a presença de pesquisadores e docentes da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) a Exposição “Ticuna em dois tempos” será inaugurada no dia 10 de abril, às 19h, no Museu Amazônico, da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). A exposição, que foi abrigada no Museu de Arqueologia e Etnologia Professor Oswaldo Rodrigues Cabral (MArquE) da UFSC, de maio a novembro de 2012, reúne artefatos Ticuna. Estes objetos, apesar de pertencerem a uma mesma etnia, foram coletados em épocas e por personagens diferentes, observando critérios e objetivos distintos e atualmente constituem coleções sob a guarda de instituições nos dois extremos do País, UFSC e UFAM, em Manaus.

De Florianópolis conta-se com a Coleção Ticuna coletada pelo antropólogo catarinense Silvio Coelho dos Santos em trabalho de campo realizado nos anos 1960. De Manaus, a coleção do artista plástico Jair Jacmont, adquirida pelo Museu Amazônico em 1994, cujo material foi comprado pelo próprio artista, de índios em Manaus. As duas instituições museológicas, em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisa Brasil Plural (INCT/CNPq), buscam por meio desta segunda etapa da exposição apresentar dois olhares diferentes sobre a cultura Ticuna.

Participarão da abertura os professores Rafael Victorino Devos e Sônia Weidner Maluf, que também ministrará a aula inaugural do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da UFAM no dia 9 de maio.

Mais informações: 

Tags: Exposição “Ticuna em dois tempos”Museu AmazônicoMuseu UniversitárioUFSC