Dia Nacional do Farmacêutico é celebrado em 20 de janeiro com ação da Farmácia Escola da UFSC

19/01/2018 10:54

Em comemoração ao Dia Nacional do Farmacêutico, na semana de 22 a 26 de janeiro a Farmácia Escola da UFSC, em parceria com o Conselho Regional de Farmácia de Santa Catarina (CRF/SC), desenvolve ações de orientação farmacêutica, voltadas especialmente ao uso seguro e racional de medicamentos e ao descarte correto de produtos vencidos ou sobras. As ações serão desenvolvidas no local e junto aos próprios usuários do serviço. Interessados em orientações podem se dirigir à Farmácia Escola, que atende ao público de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, exceto às quartas-feiras, quando o serviço funciona das 8h às 15h

Sobre a Farmácia Escola

A Farmácia Escola é um estabelecimento vinculado ao ensino superior, destinada à formação e ao treinamento de acadêmicos e de profissionais da área farmacêutica e de outras áreas, podendo agregar atividades de pesquisa e extensão, em concomitância à prestação de serviços a usuários/pacientes em suas necessidades relacionadas aos medicamentos. Na UFSC, o protagonismo dos estudantes foi fundamental na história da implementação de uma Farmácia Escola na década de 1980. Desde 2008, o local atua em convênio firmado entre a UFSC e a Prefeitura Municipal de Florianópolis (PMF) para o atendimento dos moradores do município. Atualmente, são atendidos cerca de 5 mil usuários por mês, que fazem uso dos medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF).

Atuam na Farmácia Escola três farmacêuticas da UFSC, seis farmacêutica(o)s da PMF, cerca de 25 estudantes de graduação em Farmácia da UFSC e da Estácio de Sá, cinco professores do Departamento de Ciências Farmacêuticas da UFSC e pessoal técnico e de apoio.

Historicamente, 20 de janeiro é o aniversário da Associação Brasileira de Farmácia (ABF). Fundada em 1916, a ABF exerceu papel fundamental para a categoria farmacêutica no século XX e as comemorações nesta data foram marcadas pela valorização do profissional farmacêutico. Em 2010, a Lei 12.338 oficializou a data como Dia Nacional do Farmacêutico. Mundialmente, a federação Internacional dos Farmacêuticos (FIP) definiu a data de 25 de setembro como Dia do Farmacêutico.

A prática farmacêutica no Brasil

Do Brasil colônia até o início do século XX a prática farmacêutica no país consistiu na preparação artesanal e a venda dos medicamentos, no aconselhamento e, muitas vezes, no diagnóstico, na definição da terapêutica e o atendimento emergencial, particularmente em localidades onde não havia médicos. Entre as décadas de 1930 a 1950 a industrialização dos medicamentos suplantou a tarefa secular do farmacêutico na preparação artesanal dos produtos. Rapidamente os médicos abandonaram a prescrição de formulações e adotaram os medicamentos industrializados. As farmácias passaram, então, a desempenhar um papel muito mais de comércio do que de saúde e os farmacêuticos ampliaram suas atividades para as áreas de desenvolvimento e produção industrial de medicamentos, análises clínicas e bromatológicas.

A partir do final do século XX, o aumento da complexidade das terapias medicamentosas modernas trouxe um novo desafio aos profissionais farmacêuticos e às farmácias. O grande número de medicamentos disponíveis, a necessidade do uso concomitante de muitos deles e as novas formas de apresentação dificultam a utilização adequada pelos usuários. Assim, os farmacêuticos passaram a assumir um importante papel na orientação, gerenciamento e acompanhamento da terapia medicamentosa, auxiliando médicos e pacientes no sentido da obtenção do melhor resultado terapêutico. Em 2014 a Lei 13.021 definiu a farmácia como unidade de prestação de serviços destinada a prestar assistência farmacêutica, assistência à saúde e orientação sanitária individual e coletiva, na qual se processe a manipulação e/ou dispensação de medicamentos […]. Entre as responsabilidades do farmacêutico está, portanto, a promoção do uso racional de medicamentos.

Texto: divulgação

Edição: Gabriel Martins/Agecom/UFSC