Cerimônia homenageia 416 servidores docentes e técnico-administrativos aposentados da UFSC

21/07/2017 21:06

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC.

Uma cerimônia realizada na tarde de quinta-feira, 20 de julho, homenageou 416 servidores docentes e técnico-administrativos aposentados da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Todos os trabalhadores homenageados se aposentaram entre novembro de 2015 e maio de 2017. A solenidade ocorreu no auditório Guarapuvu, do Centro de Cultura e Eventos, e contou com a apresentação musical do Grupo Açoriano do Núcleo de Estudos da Terceira Idade (Neti/UFSC).

Todos os aposentados foram convidados ao palco, onde receberam os cumprimentos das autoridades presentes e uma caneca de porcelana amarela, onde estavam inscritos com o brasão da UFSC e a frase “Sonhos não envelhecem. E a história não se aposenta”. Do início ao fim da cerimônia, o Grupo Açoriano apresentou diversas canções regionais, como o hino de Florianópolis “Rancho de amor à ilha”, “Canção praieira” e “Praias da ilha”.

Discursos

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC.

A pró-reitora de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas (Prodegesp), Carla Cristina Dutra Búrigo, agradeceu a contribuição de cada um dos aposentados na história e desenvolvimento da UFSC: “O trabalho é uma questão de sobrevivência e necessidade na nossa sociedade. Nessa função, dedicamos em média 30 a 35 anos da nossa vida, e deixamos boa parte da nossa história na instituição onde atuamos. A história de vocês, materializa a história da nossa universidade.”

O diretor do Departamento de Atenção à Saúde (DAS), Paulo Eduardo Botelho, afirmou que “homenagear os aposentados significa, acima de tudo, valorizar a história da universidade e a história das pessoas que ajudaram a construir essa instituição, que contribuíram para que ela alcançasse o patamar nacional e internacional em que se encontra hoje.”

O reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo exaltou a importância do legado que deixa cada servidor que se aposenta: “Nós devemos tudo o que somos a vocês. Vocês trabalharam, passaram o bastão para nós, e queremos agora ter a mesma dedicação, o mesmo orgulho, a mesma competência que vocês tiveram no período em que se dedicaram à universidade. Todos trabalharam em favor de uma universidade melhor.”

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC.

O respeito, o diálogo, a tolerância e um ambiente de trabalho pacífico também marcou o discurso do reitor: “É importante termos uma universidade onde as pessoas se deem bem, se respeitem e sejam tolerantes. É muito ruim para uma instituição estar em permanente estado de conflito, pois isso atrapalha o desenvolvimento de nossas atividades. É ruim um ambiente onde as pessoas não se respeitam, não são tolerantes, onde o assédio moral é constante. Ao contrário, como é bom um ambiente de paz, de tranquilidade, onde todo mundo se dá a mão e pensa na mesma direção, onde cada um sabe exatamente qual a sua função, qual a sua responsabilidade. Não é infinitamente melhor trabalhar em um ambiente assim?”

“Essa é a universidade que queremos construir. Nosso trabalho diário na Administração Central é mostrar para a comunidade universitária que vamos construir uma universidade que seja da paz, do diálogo, onde as pessoas se entendam nos vários níveis: acadêmico, profissional, pessoal. Fiz questão de vir aqui hoje para passar essa mensagem. Obrigado por tudo que aprendemos com vocês, que é essa cultura da paz, do diálogo e da tolerância. Queremos, quando concluirmos nosso mandato, que essa universidade seja bem diferente daquela que assumimos”, afirmou Cancellier.

Também estiveram presentes a vice-reitora Alacoque Lorenzini Erdmann; a diretora do Departamento de Administração de Pessoal (DAP), Rita de Cássia Knabben; e a presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas da UFSC (Apopen), Maria do Carmo Raitz.

A próxima cerimônia em homenagem aos aposentados está prevista para o dia 1º de dezembro de 2017, quando serão convidados os servidores que se aposentaram entre junho e novembro deste ano.

Daniela Caniçali/Jornalista da Agecom/UFSC