Agenda Cultural: Teatro da UFSC recebe ‘A Garota da Capa’ neste fim de semana

25/09/2014 09:50

O Teatro da UFSC recebe a comédia A Garota da Capa, espetáculo teatral solo, sem fala, com Andréa Padilha e direção do inglês John Mowat, neste sábado e domingo, dias 27 e 28 de setembro, às 20h. A apresentação faz parte do Projeto Cena Aberta, do Departamento Artístico Cultural da UFSC. A bilheteria do teatro abre uma hora antes do início do espetáculo.

Sinopse
A Garota da Capa é uma comédia visual, sobre uma mulher sozinha em seu apartamento, vivendo a vida através de revistas. É uma história triste, mas engraçada ao mesmo tempo, que se passa no mundo secreto de seus sonhos e desejos, suas memórias e esperanças. A mulher cercada por amigos famosos, amada por dezenas de homens, convidada por celebridades para festas e viagens a lugares exóticos a mulher que quer ser eternamente jovem.

A Garota da Capa, segundo os produtores
“O espetáculo estreou em agosto de 2011, na cidade de Florianópolis, com a direção do inglês John Mowat.
Tínhamos como ponto de partida, um argumento: falar de fome, mas fome de quê? As cenas foram criadas através do processo de improvisação, retratando a fome de forma mais abrangente. No intuito de dar continuidade à pesquisa que a atriz investiga há 23 anos, também se manteve o recurso da não utilização da fala, apenas o gramelô (uma conversação improvisada sem sentido definido, técnica dos atores da Commedia dell’Arte), como meio de valorizar a ação em alguns momentos da cena.

Percebe-se algumas pitadas da palhaçaria, e a atriz, como um espelho da platéia, reflete situações cotidianas, principalmente do universo feminino, provocando no público a reflexão sobre temas que abordam a solidão, frustrações, amor… Pode-se dizer que é um espetáculo inteligente e que transita entre o drama e a comédia. Risos e lágrimas, aplausos…”

Sobre a atriz
Andréa Padilha nasceu e vive em Florianópolis/SC, onde trabalha como atriz, produtora e arte educadora há 23 anos. É formada no curso de Artes Cênicas da UDESC e participou de diversos workshops no Brasil com profissionais de vários países: Hilary Chaplin (EUA), Ângela de Castro (Inglaterra), Ricardo Pucetti /Lume( Brasil), John Mowat (Inglaterra), Jean Jacques Lemetrê (França) e, em Andorra, com Laura Herts (da França). Foi uma das fundadoras da Cia. Pé de Vento Teatro, de Florianópolis, e atriz durante oito anos do espetáculo De Malas Prontas, somando seiscentas apresentações em renomados teatros e festivais brasileiros, na Espanha, Portugal, Andorra, México, Áustria, EUA e Argentina.

Atualmente participa como atriz do espetáculo A Vida Como Ela É, da Cia. Teatro Sim…Por Que Não?!!, de Florianópolis, e do espetáculo solo A Garota da Capa, com direção do diretor inglês John Mowat. Como arte-educadora e gestora do Projeto GRIO (inspirado nos contadores de histórias de povos africanos), realizou nos anos de 2012 a 2014, atividades artísticas, culturais e educativas em comunidades menos favorecidas de Florianópolis. Recentemente foi contemplada com o edital dos Correios para execução desse mesmo projeto no primeiro semestre de 2015, estendendo-o para outras cidades do estado de Santa Catarina.

De norte a sul
Desde a estreia de A Garota da Capa, além de Santa Catarina (Florianópolis e Joinville), a atriz esteve com esse espetáculo em festivais de teatro em Brasília, Rio de Janeiro, São José do Rio Preto (SP) e, há poucos dias, em Rio Branco (AC). No Norte do Brasil, onde participou do Projeto Aldeias, com apresentações e debates teatrais, a atriz apresentou a peça e atuou como mediadora junto com outros profissionais de teatro do Brasil.

Cena Aberta

O projeto Cena Aberta é uma realização do Departamento Artístico Cultural (DAC), da Secretaria de Cultura (SeCult) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e visa incentivar a produção teatral catarinense e torná-la acessível à comunidade.

Serviço:
O quê: espetáculo A Garota da Capa, comédia teatral solo, sem fala, com Andréa Padilha, direção do inglês John Mowat, no projeto Cena Aberta.
Quando: dias 27 e 28 de setembro de 2014 (sábado e domingo), às 20 horas.
Onde: Teatro da UFSC (ao lado da Igrejinha), praça Santos Dumont, Trindade, Florianópolis (SC).
Quanto: R$ 10 (inteira); R$ 5 (meia).
Classificação: 14 anos. Duração: 50 minutos.

Veja o artigo “Andréa Padilha e o humor ácido do espetáculo A garota da capa, por Revista Osíris (Marco Vasques / Rubens da Cunha).

Visite www.dac.ufsc.br

Fonte: [CW] DAC: SECULT: UFSC, com texto da atriz/produção do espetáculo.

Tags: A Garota da CapaCena AbertaTeatro da UFSCUFSC