Atendimento veterinário na UFSC Curitibanos: a extensão mais próxima da comunidade

04/04/2018 16:49

Cedup, no bairro São Francisco, em Curitibanos. Fotos: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC

Fábio Júnior Arruda Lima estuda e trabalha na UFSC Curitibanos. O futuro médico veterinário é o primeiro contato do público externo com a instituição, para atendimento clínico a animais domésticos, selvagens e de grande porte. Ora na recepção, ora em sala de aula, Fábio conhece como ninguém como se dá esse importante trabalho do curso de Medicina Veterinária, no meio-oeste catarinense. Na triagem, agenda atendimentos, repassa informações, gera boleto, cuida do estoque, arquivo, entre outras atividades.

O curso, criado em 2012, oferece atendimento veterinário aberto à comunidade e com preço bem acessível. As pessoas interessadas devem entrar em contato por telefone ou por e-mail para agendar dia e horário. Como a UFSC não presta um serviço de urgência e emergência é necessário o agendamento prévio. A consulta é feita em sala de aula pelos estudantes a partir do sétimo semestre, com a supervisão do professor. No dia preestabelecido, é regra que o animal esteja em caixa de transporte, no colo ou com coleira.

O atendimento veterinário é feito em sala de aula pelos alunos, com a supervisão do professor

Animais de grande porte são atendidos na propriedade de origem. Cães e gatos são atendidos no Centro de Educação Profissional Professor Enori Pozzo (Cedup), no bairro São Francisco. O espaço possui uma área construída de 5 mil metros quadrados e é de propriedade do Governo do Estado, que concedeu boa parte da estrutura para utilização da UFSC. No local estão os laboratórios que atendem as áreas profissionalizantes do curso.

Devido à grande procura e à boa aceitação da comunidade pelo serviço da UFSC, já há uma lista de espera. Os custos de, R$ 15 para atendimentos em sala de aula e R$ 30 externos, são inferiores ao que se encontra no mercado e servem somente para cobrir despesas, explica a coordenadora geral Marcy Lancia Pereira. “O intuito não é concorrer com as clínicas, nosso público maior são os animais dos próprios alunos, amigos e familiares”. E como tem crescido a demanda, a coordenação planeja a abertura de horário extra de atendimento.
(mais…)

Tags: atendimento veterinárioCedupCuritibanosmedicina veterináriaUFSC