Associação Catarinense de Letras Jurídicas empossa Ubaldo Balthazar como novo acadêmico e homenageia Luiz Carlos Cancellier

26/10/2017 15:20

Pilati: respeito às leis. Foto: Ítalo Padilha/Agecom

A Associação Catarinense de Letras Jurídicas – Acalej – empossou nesta quarta-feira, 25, o professor Ubaldo Cesar Balthazar, diretor do Centro de Ciências Jurídicas da UFSC, na cadeira número 17 que tem como patrono João Bayer filho. Na cerimônia foram feitas homenagens à professora Vera Regina Pereira de Andrade e um culto de louvor à obra Direito Alternativo e Contingência, de Edmundo Lima de Arruda Júnior, além de um minuto de silêncio pelo falecimento do reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo.

Ao fazer seu discurso já como acadêmico da cadeira 17, Ubaldo Cesar Balthazar não conteve a emoção ao falar sobre Cancellier, a quem considerava um amigo e companheiro. Depois de uma longa pausa, ratificou que a partida do reitor “possa representar um início de um novo tempo e mais respeito à Constituição Federal e seus princípios maiores”.

O vice-presidente da Acalej, José Isaac Pilati, lembrou que “Cancellier foi aqui aluno, professor, chefe de departamento, diretor e reitor; reitor que se partiu tão cedo pela sua universidade pública descontente, gratuita e de excelência. Nessa Academia de Letras Jurídicas, da mesma forma, Cancellier foi mais que acadêmico; ele inaugura aquela dimensão de completude, que somente a morte atribui às Academias: sermos como os nossos Patronos, memória imortal e pó do nosso tempo. Os índios do campus foram os primeiros a homenageá-lo, e isso significa que a sua amizade universal começava pelas minorias, como cidadão do mundo que sempre foi.”

Segundo Pilatti, Cancellier “ensinou o respeito às leis e morreu pelas mãos delas; mas não levou mágoa na sua grandeza. Deram duas horas somente para voltar ao campus e orientar seus alunos; mas ele utilizou menos de dois segundos e o resto da eternidade, para a maior das lições. Com sabedoria de professor maduro, sensibilidade de jornalista e clareza de estadista.”

Ubaldo: um novo tempo. Foto: Ítalo Padilha/Agecom

De acordo com o presidente da Acalej, Cesar Luiz Pasold, entre os objetivos da Academia estão a preservação e resgate histórico de dados literários jurídicos, aprimoramento, difusão e publicação com relevância para as letras jurídicas, além da qualidade e zelo da produção do Direito, das peças e da argumentação jurídica.

A Academia Catarinense de Letras Jurídicas tem José Isaac Pilati na vice-presidência, Elizete Lanzoni Alves na diretoria executiva e Ricardo José da Rosa como diretor financeiro-acadêmico.

Tags: AcalejposseUbaldo BalthazarUFSC