Vestibular UFSC 2017: Yara Reynaldo

10/10/2016 08:01

YARA_Vestibular_2017

Yara Reynaldo – Estudante de Medicina Veterinária – UFSC Curitibanos

“Eu escolhi estudar na UFSC porque é uma universidade muito bem conceituada, que tem os melhores professores, além de ser federal. Assim eu não ia precisar me preocupar com os gastos de poder estudar numa boa universidade. Eu nem esperava mais passar, não que eu tivesse desistido, mas é que eu não esperava mesmo. Já tinha começado a fazer cursinho para tentar passar de novo. Acabei passando na oitava chamada, última chamada do primeiro semestre.

Estou gostando muito do curso, os professores são realmente bons, de todas as disciplinas. Tive medo de vir para cá pela falta de um hospital veterinário, pesquisei bastante para ver se isso poderia afetar minha formação. Mas descobri que existe a clínica de animais de pequeno porte, que ajuda a suprir a falta do hospital. Mesmo não tendo muito contato, por estar no segundo semestre, vejo muitos casos e a participação do alunos.

As pessoas daqui são muito legais, gostei muito do campus e não tive nenhum problema com moradia. Foi tudo muito de boa mesmo. Tive um problema com transporte, porque aqui em Curitibanos o campus tem dois prédios que são separados um do outro. A UFSC é bem longe do Centro de Educação Profissionalizante (Cedup). No Cedup fica o pessoal da Veterinária e na UFSC o pessoal da Agronomia, Engenharia Florestal, mas ainda tem algumas disciplinas da Veterinária lá. Então eu tenho aula em dois lugares diferentes e faço as refeições no Restaurante Universitário (RU), que é em outro lugar. A UFSC disponibiliza um ônibus gratuito nos horários de almoço e jantar, mas durante um período o serviço foi cancelado e eu parei de ir de ônibus. Agora não uso mais esse transporte porque para mim não estava dando certo. Esse foi o único problema que eu tive. O resto da estrutura é muito boa, salas de laboratório completas, os microscópios, além de ótimos professores.

Cresci muito depois que entrei na faculdade, amadureci, comecei a ver as coisas com outros olhos. Acho que fiquei mais independente, não só por estar morando longe, mas por começar a entender que as coisas que eu faço são pra mim.

Morar sozinha no começo foi meio difícil, porque eu nunca tinha ficado sem meu pais num lugar tão longe. Mas eu consegui me virar bem, até porque em casa eu já fazia algumas coisas, ajudava minha mãe. O que eu não sabia eu fui aprendendo com o tempo, mas não foi muito difícil de me virar. E eu moro com outras meninas que ajudaram bastante a conhecer as coisas, a cidade.

Pra quem vai entrar agora eu posso dizer que toda a dedicação vale a pena quando você vê seu nome na lista de aprovados. É muito boa a sensação de passar numa universidade como a UFSC, com seu próprio esforço. E também porque depois de entrar na universidade você muda muito e cresce. Começa a ver as coisas de um outro jeito e é sempre um aprendizado, uma mudança boa que a gente faz. Estudar e se esforçar nunca vai ser demais porque depois todo esse esforço vai ser recompensado.”

 

Tags: UFSCVestibular UFSC 2017