Laboratório de Sociologia do Trabalho promove seminário de pesquisa nos dias 23 e 24 de abril

10/04/2018 15:02

O Laboratório de Sociologia do Trabalho (LASTRO/UFSC) promove o Seminário de Pesquisa “Trabalho que se (des)faz“. O objetivo do evento é apresentar a produção acadêmica do Laboratório dos últimos anos. As investigações buscam explorar as peculiaridades do mundo do trabalho contemporâneo sob diferentes perspectivas e temas diversos, expondo suas interseccionalidades. O Seminário ocorre nos dias 23 e 24 de abril, no miniauditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas. A atividade é aberta a todos.

Programação:

23 de abril de 2018

Sessão 1 – Mediação: Jacques Mick

8h às 9h40h:
Henrique Cignachi: Ascensão e crise do lulismo: compromisso de classes e acumulação capitalista no Brasil contemporâneo (1989-2016)
Camila Philippi: O milagre do petróleo: Petrobras, Iirsa/Cosiplan e neodesenvolvimentismo
Luiz Gustavo Cunha: Trabalho, identificação, reconhecimento10h às 12h:
Adir Valdemar Garcia, Jaime Hillesheim e Tânia Regina Krüger: Educação, pobreza e desigualdade social: uma análise de documentos de gestão federais, estaduais, municipais e Projetos Político-Pedagógicos
Giana Carla: A educação profissional no âmbito da CUT
Eliton Felipe: “Eu também fui torturado”, as memórias dos militantes comunistas de Joinville sobre o regime militar brasileiro
Juliana Grigoli: Política de Memória Histórica: a atuação dos movimentos políticos e das Comissões da Verdade no Brasil

Sessão 2 – Mediação: Ricardo Gaspar Müller

14h às 16h20:
Samuel Lima: Perfil do jornalista brasileiro
Aldo Schmitz: Autonomia profissional dos jornalistas
Sabina Estayno: flexMediaLives – Trajetórias de jornalistas na crise (Brasil e França)
Luísa Tavares: Tensões profissionais nos jornalistas de periferia
Raíssa Turci: Jornalismo, perspectivismo e agonismo16h40 às 18h:
Jacques Mick: Observatório da Rede Brasil Afroempreendedor
Noa Cykman:Luta – Laboratório da Utopia

24 de abril de 2018

Sessão 3 – Mediação: Maria Soledad Etcheverry Orchard

8h às 9h50:
Jennifer Morel Hartmann: Transições e Resistências: Empregabilidade de Mulheres Trans e Travestis em Florianopolis.
Luísa Scirea: Disciplinamento do trabalho em shopping centers
Rafael Lara: Repercussões do trabalho ubíquo no cotidiano de professores universitários em Santa Catarina
Raphael Sansonetti Valverde: Carreira e a Contratação Temporária Horista na Rede Estadual de Ensino de Santa Catarina (2015-2017) – Valorização ou Desmonte do Trabalho do Magistério

10h10 às 12h:
Iraldo Matias: Pejotização na economia criativa
José Carlos Mendonça: Pensamento político-social heterodoxo: o Gepensah
Luciana Raimundo: Finanças solidárias e a luta contra hegemônica
Arland Costa: MEI e trabalho precário

Sessão 4 – Mediação: Samuel Lima

14h às 15h50
Eduardo Bonaldi: A formação social da classe média brasileira
Christine Fortes
A identidade no trabalho: uma análise do trabalho terceirizado no serviço de limpeza e conservação da UFSC
Elaine Thais da Silva Lima: A reserva legal de cargos públicos no Brasil para pessoas com deficiência em universidades públicas federais, na perspectiva do trabalho decente
Maria Soledad Etcheverry Orchard: Mundo do trabalho no cinema: uma leitura sociológica

16h10 às 18h
Josnei DiCarlo: A intervenção do marxista Mário Pedrosa no debate político através da imprensa liberal (1946-1968)
Ricardo Müller: A atualidade da categoria exterminismo em E. P. Thompson
Sabrina Schultz: Terrorismo de Estado: a tortura como das formas de sua expressão
Rafael Gallo: A Promoção da Democracia no Norte da África e Oriente Médio pela União Europeia e pelos Estados Unidos da América

Mais informações pelo e-mail , pelo Facebook ou pelos telefones: (48) 3721-4046 || (48) 3721-9250.