Calendário de Eventos UFSC

fev
28
qua
Guia Ilustrado AlterNativas
fev 28@13:00 – 14:00

Capa do guia ilustrado Alternativas.

O guia ilustrado Alternativas, baseado no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Renato Fiacador de Lima, será lançado nesta quarta-feira, 28 de fevereiro, em uma reunião da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). O evento é aberto ao público e ocorre na Sala de Reunião das Comissões nº 02 da Alesc, das 13h às 14h. Também haverá transmissão ao vivo pelo canal da Alesc no YouTube.

O trabalho teve orientação de Michele de Sá Dechoum, professora do departamento de Ecologia e Zoologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e coordenadora do Laboratório de Ecologia de Invasões Biológicas, Manejo e Conservação (LEIMAC). O TCC que originou o guia – cujo título é “Evitando invasões biológicas: investigação do potencial de plantas nativas para substituir plantas exóticas invasoras para fins ornamentais” – teve por objetivo indicar espécies nativas de plantas da restinga e da floresta do litoral em Santa Catarina que possam ser utilizadas como alternativas às plantas exóticas invasoras utilizadas para fins ornamentais no estado.

A seleção das plantas exóticas invasoras utilizadas para fins ornamentais e com ocorrência em Santa Catarina foi feita a partir da Base de Dados Nacional de Espécies Exóticas Invasoras, gerenciada pelo Instituto Hórus de Desenvolvimento e Conservação Ambiental. Já as espécies nativas foram selecionadas em duas etapas: (1) um primeiro grupo de espécies foi definido por serem da mesma família botânica e apresentarem a mesma forma de vida das respectivas plantas exóticas invasoras a serem substituídas, (2) a lista de plantas exóticas invasoras foi enviada a profissionais da área do paisagismo, e juntamente com consulta a outros materiais técnicos, novas espécies puderam ser indicadas para substituição.

A professora Michele destaca o potencial do guia: “Esperamos que este guia seja utilizado como uma referência para as pessoas que buscam jardins mais integrados à paisagem natural e que querem contribuir para a conservação da biodiversidade. Esperamos também que possa ser utilizado como fonte de inspiração por profissionais paisagistas e do setor de produção de plantas ornamentais.”

O guia está disponível aqui.

Para acompanhar o lançamento ao vivo, acesse aqui.

Mais informações pelo e-mail michele.dechoum@ufsc.br

mar
2
sáb
Meeting Paralímpico Loterias Caixa 2024
mar 2 – mar 3 dia inteiro

Atletismo será uma das modalidades em disputa. Foto: Alessandra Cabral/CPB/Divulgação

O Meeting Paralímpico Loterias Caixa 2024, idealizado e realizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), chega a Florianópolis neste fim de semana, em uma parceria com o Centro de Desporto (CDS) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Serão 520 participantes em competições promovidas no Campus de Florianópolis, no bairro Trindade, no sábado e no domingo, 2 e 3 de março. Desses, 390 estão inscritos nas provas de atletismo, 96 nas de natação e 24 nas disputas de bocha. Há cerca de um mês, a Universidade assinou acordo de cooperação com o CPB para implantação do Centro de Referência Paralímpico na UFSC, o que viabilizou a promoção do evento em Florianópolis.

Leia mais em sobre o Meeting Paralímpico Loterias Caixa 2024.

 

mar
8
sex
Turnê teatral ‘Pacacoenco nos lugares onde o povo está’
mar 8@9:30 – mar 11@14:00

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) recebe os espetáculos Pacacoenco, Palhastê e Só eu e nós, a partir desta sexta-feira, 8 de março. As apresentações integram a 2ª edição do projeto “Pacacoenco nos lugares onde o povo está”, que está circulando pelas cidades Joaçaba, Lages, Criciúma, Blumenau, Joinville, Florianópolis e Itajaí. As peças são apresentadas pelo artista Charles Augusto.

No fechamento da turnê, que será UFSC, além dos espetáculos do palhaço Pacacoenco, também haverá as apresentações: Arreda Boi, A Gala dos (A)Gentes do Riso, a banda Tarrafa Elétrica, e a contação de história “Um nascimento do boi de mamão”. Os espetáculos serão gratuitos e todas as sessões terão intérpretes de Libras e audiodescrição. A classificação indicativa é livre.

Programação:

08/03 | sexta-feira

 Centro de Cultura e Eventos da UFSC
9h30 | Um nascimento do boi de mamão
10h | Pacacoenco
14H | Só eu e nós 20h30 | Tarrafa Elétrica
Bugio Trindade
21h30 | Partilha Festiva

09/03 | sábado

Praça Santos Dumont – Trindade
19h | Palhastê

11/03 | segunda-feira

Centro de Cultura e Eventos da UFSC
9h30 | Gala dos (A)Gentes do Riso
Praça da Cidadania da UFSC
12h30 | Arreda Boi
Centro de Cultura e Eventos da UFSC
14h | Gala dos (A)Gentes do Riso

Sobre os espetáculos 

Um nascimento do boi de mamão

Essa contação/brincadeira traz ao público uma das versões sobre o nascimento do boi de mamão. Coletado por Nado Gonçalves com um grande mestre de boi, seu Zé Benta. Uma versão que apresenta a brincadeira do boi como resolução de conflitos e sociabilidade. O artista Charles Augusto traz para o público essa história singeleza e ao final da contação, uma pequena brincadeira de boi com as pessoas presentes.

Aí está a essência do artista. Levar sua arte a qualquer lugar onde alguém esteja disposto a apreciá-la. Pacacoenco, na companhia da sua amiga Jaguaruna, desbrava o interior da geografia mundial e do coração humano. As estradas são percorridas a pedaladas, e, na bagagem, o palhaço leva seus truques, sua casa e seu amor. Afinal, “..a poesia indica que as eras do universo passam e o homem que ama fica.” (Quirino)

Só eu e nós

Pacacoenco segue seus dias fazendo arte na rua, trazendo seu mundo encantado para a rotina cinza das cidades. Um dia este ser solitário encontra um cão abandonado. O que pode acontecer do encontro de um palhaço, um cachorro e uma calça?

Tarrafa Elétrica

A banda de Itajaí-SC mistura ritmos tradicionais e modernos em uma estética diferenciada, levantando a bandeira da arte como ferramenta para a transformação social. Musicalmente propõe uma mistura sonora que circula livremente entre o passado e o presente. Boi de mamão com rap, viola caipira com rock e por aí vai, não existem limites ou rótulos para a proposta sonora do grupo. Com todos estes elementos e uma identidade ímpar o show do Tarrafa Elétrica é um convite à alegria, interagindo diretamente com o público e fazendo de cada espectador um membro efetivo da apresentação.

Palhastê

Pacacoenco encontra a oportunidade certa para estar com o público quando substitui um famoso guru e oferece sua própria visão do autoconhecimento transcendental. Para isso, ele cria a Filosofia “Palhastê”, que já tem 1450 anos – ou segundos – de tradição, com mantras risíveis e momentos de pura magia, fantasia, poesia, alegoria, alegria, padaria, eubemquequeria, boêmia, correria, calmaria, bruxaria, bobearia, anistia, cantoria, academia, filosofia, charlatania, biologia, arritmia, apologia, anatomia, analogia, amigaria, alquimia, alforria, curadoria, confraria, cacofonia, autonomia e até palhaçaria.

Gala dos (A)Gentes do Riso

Numa noite especial, (A)Gentes se juntam para tratar de algo muito importante no mundo, a alegria. Nesse encontro, brincam e partilham histórias. Quando você pensa em um hospital, o que vem à cabeça? (A)Gente lembra do que está bem, do que pulsa, de tudo aquilo que carregamos dentro e que escapa pela boca como riso…

Arreda Boi

A Associação Cultural Arreda Boi surgiu na década de 1990 na comunidade da Barra da Lagoa, em Florianópolis/SC, reunindo pessoas de diferentes gerações, de crianças a idosos, interessados na brincadeira do boi de mamão, prática cultural local. Desde então, em 32 anos de história, o Arreda Boi se tornou uma das referências de cultura popular na cidade de Florianópolis, se envolvendo em projetos de diferentes áreas.

Sobre Charles Augusto

Charles Augusto é um artista brasileiro residente em Florianópolis/SC, atua na arte desde 2002. Nesse ínterim percorreu várias cidades do Brasil e todas as regiões do estado de Santa Catarina até seu interior mais profundo. Apresentou em festivais de renome, circulações artisticas, intercâmbios e produções independentes. Além da atuação, também realiza formações em palhaçaria e artes cênicas em geral e preparação de elenco para audiovisual. Sua produção de espetáculos cênicos implica em parcerias com diversas pessoas do mundo artístico que em conjunto construíram e constroem o repertório do artista, com destaque para os espetáculos: Só eu e nós, Palhasté e Pacacoenco.

A circulação “Pacacoenco nos lugares onde o povo está – edição 2” é um projeto cultural realizado por Charles Augusto, por meio do Programa de Incentivo à Cultura, (PIC), do Governo do Estado de Santa Catarina, aprovado pela Fundação Catarinense de Cultura. Conta com o incentivo da CELESC, com o apoio de Secretaria de Cultura, Arte e Espore da UFSC (SeCArtE).

Mais informações: charlesaugusto.art.br | instagram.com/charlesaugusto_pacacoenco

Texto: divulgação SeCArtE, com informações da produção do evento.