Avaliação da UFSC: resultados de 2016 são divulgados e nova consulta aos alunos inicia dia 26

21/06/2017 14:49

Chegou o momento de conferir os resultados da avaliação institucional e de curso feita pelos estudantes, técnicos-administrativos em Educação, professores e gestores, a partir de novembro de 2016.

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) da UFSC realiza as avaliações, por meio do sistema Collecta, e disponibiliza em seu site os resultados.

A última referente ao segundo semestre de 2016 também já está disponível. Esta pesquisa contou com 8.884 respondentes. A infraestrutura física foi uma das dimensões que obteve as notas mais baixas, seguida da participação da comunidade universitária na elaboração e acompanhamento da execução do orçamento.

Por outro lado, as pontuações mais altas referem-se à contribuição dos cursos de graduação e de pós-graduação, bem como dos setores administrativos, para o desenvolvimento da missão da UFSC, acompanhada dos serviços prestados na Biblioteca Universitária. Os cursos de pós-graduação e a avaliação sobre a instituição pelos pós-graduandos também tiveram um saldo bastante positivo.

Acesso aos resultados

O acesso aos Relatórios de Avaliação de Curso de 2016.2 e Autoavaliação Institucional de 2016 está disponível no site dCPA. Os professores podem acessar os resultados individuais, ou seja, as avaliações como docente e de sua(s) disciplina(s) pela mesma página eletrônica.

Fases de um processo avaliativo

Nesse período de divulgação dos resultados, é necessário que haja discussão, em conjunto com os alunos, inclusive, sobre o aperfeiçoamento dos pontos frágeis identificados nas pesquisas. A CPA ainda solicitará às coordenações de curso e principalmente aos setores administrativos ações para mitigar ou resolver as questões percebidas como avaliadas negativamente.

Com base no acompanhamento das avaliações internas (CPA) e externas (Inep/MEC), algumas ações observadas e decorrentes dos processos avaliativos são elencadas:

  • Movimento para adequação das bibliografias básica e complementar conforme diretrizes estabelecidas;
  • Os Projetos Pedagógicos de Cursos (PPCs) estão sendo reformulados para garantir coerência com as Diretrizes Curriculares Nacionais;
  • Reorganização dos espaços para atender a normativa que trata da quantidade de salas em relação a professores em regime de Dedicação Exclusiva e Tempo Integral;
  • Modificação de espaços para garantir acessibilidade;
  • Reestruturação da forma de execução de estágios curriculares;
  • Aprimoramento da comunicação interna;
  • Estabelecimento de política de acompanhamento dos egressos.

Alunos de graduação! faça sua voz valer novamente

A partir de 26 de junho os alunos da graduação, presencial e a distância, podem avaliar os seus cursos e a instituição novamente. Uma das principais regras da consulta é o sigilo. O anonimato evita qualquer tipo de constrangimento e o estudante tem liberdade para indicar os pontos que julgar necessários.

Um maior número de participantes traçará mais fielmente quais os problemas a serem resolvidos. Ressalta-se que é imprescindível o diálogo com o(a) coordenador(a) do curso, que tem acesso aos resultados individuais sobre cada docente e cada disciplina, para a socialização das informações resultantes da pesquisa.

Os estudantes irão avaliar

Curso: disciplinas cursadas no semestre (quatro questões cada) e docentes que as ministraram (dez questões cada)

Instituição: cerca de 12 questões sobre os seguintes eixos:

– “Políticas Acadêmicas”;
– “Infraestrutura Física”.

Para alunos da pós-graduação, docentes, técnicos-administrativos e gestores, o período de avaliação inicia em 10 de julho e os temas abordados sobre a instituição serão os mesmos.

Novo sistema de coleta e disponibilização de dados

Está em fase de desenvolvimento um novo sistema de coleta e disponibilização dos resultados que irá facilitar o acesso aos dados sobre as avaliações, inclusive em tempo real. Com isso, espera-se que as informações tenham um melhor tratamento e sejam discutidas amplamente pela comunidade acadêmica a fim de gerar ações para aperfeiçoar cada vez mais a atuação da Universidade.

Comissão Própria de Avaliação

Os trabalhos que envolvem os processos internos de avaliação na UFSC são desenvolvidos pela Comissão Própria de Avaliação (CPA), órgão colegiado permanente instituído por lei, composto por dez integrantes da comunidade universitária e dois da externa, sendo presidida atualmente por Sérgio Luiz Ferreira. Na busca por melhor qualidade no ensino, as CPAs foram criadas pelo Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior (Sinaes) em 2004.

A avaliação é o único instrumento legal e institucional que dá voz a comunidade universitária que busca melhorias no curso. A avaliação é o canal correto, respaldada pela MEC, na resolução efetiva de um problema.

Mais informações: cpa.ufsc.br