UFSC reforça diálogo com o município para a melhoria dos serviços na Farmácia Escola

12/02/2017 18:41

O reitor Luiz Carlos Cancellier  de Olivo se reuniu nesta sexta-feira, 10, com a direção do Centro de Ciências da Saúde, coordenação do curso de Farmácia, professores e representantes da Farmácia Escola da UFSC para discutir os serviços desenvolvidos e oferecidos nesta última, que podem ser prejudicados caso a paralisação dos servidores municipais, em especial os da área da Saúde, atinja a unidade. Lá trabalham 16 funcionários ligados ao sistema municipal e Cancellier já pediu uma audiência com o prefeito Gean Loureiro e o secretário da Saúde de Florianópolis, Carlos Alberto Justo (Paraná).

farmacia

Foto: Divulgação

Em 2008, a UFSC iniciou a parceria com a Prefeitura Municipal de Florianópolis para a dispensação de medicamentos utilizados no tratamento de situações como Alzheimer, doenças autoimunes, hepatites B e C, pacientes transplantados, entre outras.

Este é o único local de acesso a estes medicamentos no serviço público no município, com cerca de 6000 atendimentos por mês. “Com a posse da nova gestão municipal, vamos reforçar o diálogo entre a UFSC e a Prefeitura Municipal de Florianópolis visando a melhoria dos serviços, considerando a finalidade de cada instituição”, observa o reitor.

Na Farmácia Escola, onde trabalham 16 servidores municipais, são realizadas, por exemplo, atividades de formação dos estudantes de graduação na área, pesquisa e extensão por meio do atendimento à população.

Participaram do encontro, entre outros, o diretor o diretor do Centro de Ciências da Saúde, Celso Spada, a coordenadora do curso de Farmácia, Flávia Martinello, e a chefe do Departamento de Ciências Farmacêuticas, Diva Sonaglio.