4º Festival Internacional de Teatro de Animação terá mais de 40 apresentações

11/06/2010 11:39

Com mais de 40 apresentações de 15 grupos da Bélgica, Espanha, França, Alemanha, Peru, Chile e de vários estados brasileiros, ocorre de 20 a 27 de junho, em Florianópolis, Criciúma e Joinville, o 4º Fita Floripa – Festival Internacional de Teatro de Animação. O encontro reúne espetáculos para crianças e adultos, oficinas e exposições, além de artistas da América Latina e Europa.

A Cia Pelmànec, da Espanha, especializada em teatro de bonecos, é um dos destaques internacionais com a peça Don Juan, Memória amarga de Mi. No espetáculo, ao contrário da maioria das versões do mítico galanteador, este Don Juan tem idade avançada. Ao final da vida, enfermo e sob os cuidados de um frade, ele revisita suas memórias.

Do Chile, vem a companhia Teatro Viaje Inmóvel, com El Último Heredero, uma história que fala de casamentos arranjados, guerras e vinganças. Transcorre na época colonial e é protagonizada por uma família que vive em uma fazenda e esconde um segredo que vai despertar no meio de uma guerra civil.

Um dos representantes do Brasil é o grupo paulistano Cia Truks Teatro de Bonecos, com Cidade Azul. O enredo fala de como nasce, cresce e se fortalece uma comovente amizade entre duas crianças de realidades diferentes: um menino de rua e uma menina de classe média perdida pelas ruas.

O Fita Floripa surgiu em 2007 para ampliar o acesso a espetáculos de teatro de boneco e animação no país e divulgar suas diferentes linguagens para o público. A idealizadora é a professora de artes cênicas Sassá Moretti, que via a necessidade de um grande festival também para que os alunos vissem de perto as inúmeras técnicas de manipulação e o trabalho minucioso de reconhecidos grupos de teatro. O projeto ganhou corpo a partir da parceria com Zélia Sabino, do Departamento Artístico e Cultural (DAC) da UFSC, que divide com Sassá a organização de um festival que cresce a cada ano.

Oficinas, debates e exposições – O festival ocupa praticamente todos os espaços culturais de Florianópolis: Centro de Cultura, Igrejinha, Concha Acústica e Teatro da UFSC, Udesc, Teatro da Ubro, Teatro Álvaro de Carvalho e Centro de Criatividade em Arte. Também sediam espetáculos os Jardins do Palácio Cruz e Sousa, Largo da Alfândega, Hospital Infantil e Casa de Repouso Irmãos Joaquim, além das apresentações de Criciúma e Joinville.

Durante o festival ocorre a Mesa de Conversa, com o tema A Dramaturgia do Objeto, com a participação de atores, diretores, professores e críticos. O debate visa discutir o corpo como objeto na peça Women´s, do Grupo (E)xperiência Subterrânea, e o boneco como personagem autônomo na montagem A Galinha Degolada, da Companhia de Teatro Persona.

Estão programadas três oficinas gratuitas de 20 horas cada uma, que já estão com inscrições abertas: Dramaturgia criativa para títeres e objetos com Maurício Kartun (Argentina), Teatro de Sombras com Alexandre Fávero da Cia. Teatro Lumbra de Animação (Rio Grande do Sul) e Introdução ao Teatro de Animação com o Grupo Sobrevento (São Paulo). Uma oficina permanente sobre construção de bonecos com materiais recicláveis, também gratuita, será oferecida a estudantes das séries iniciais do ensino fundamental.

Interessados devem se inscrever pelo site www.fitafloripa.com.br. Mais informações pelo e-mail

Poética de La Cosa: Oficina de Dramaturgia Criativa para Bonecos e Objetos – Mauricio Kartun (Argentina)

Com teoria e prática, o curso propõe ao artista o uso de ferramentas que permitam trabalhar poética e dramaturgicamente um espetáculo para bonecos e objetos, incluindo elaboração de argumento, composição do personagem material, manipulação em função poético-dramática e espaço como signo e suporte, além da possibilidade de reflexão sobre o fenômeno do objeto como signo do discurso teatral.

Quando: De 24 a 26 de junho, das 9h às 13h

Onde: Centro de Física e Matemática (CFM) da UFSC

Vagas: 25

Inscrição: até 17 de junho

Introdução ao Teatro de Animação! Grupo Sobrevento (SP/RJ)

Desenvolve os princípios básicos do teatro de animação por meio de teoria e de exercícios e improvisações. Dividida em três partes, a oficina contempla: princípios básicos da ocupação do espaço cênico e de variações rítmico-dinâmicas, aplicação dos princípios estudados à manipulação de objetos e relação do ator-manipulador com o objeto animado.

Quando: Dias 22 e 23 de junho, das 13h às 17h30

Onde: Centro de Cultura e Eventos da UFSC

Vagas: 20

Inscrição: até 15 de junho

Vivência no Teatro de Sombras – Cia Teatro Lumbra de Animação (RS)

Propõe a investigação da linguagem do teatro de sombras como uma forma e um gênero, e não apenas a mera reprodução de técnicas tradicionais. O ponto de partida é processo criativo e experimental, o que possibilita novos questionamentos e, consequentemente, o avanço em pesquisas individuais e coletivas, mantendo viva a inquietação necessária aos corajosos aventureiros do mundo das sombras.

Quando: De 22 a 24 de junho, das 9h às 13h

Onde: CEART/Udesc

Vagas: 20

Inscrição: até 17 de junho

Outra atividade do Festival é a exposição de bonecos, com o objetivo de exibir as variantes da linguagem do teatro de animação e aproximar o público de conteúdos e materiais específicos do gênero.

O QUÊ: 4º Fita Floripa – Festival Internacional de Teatro de Animação.

QUANDO: De 20 a 27 de junho.

ONDE: UFSC, Udesc, Teatro Sesc, Teatro da Ubro, Teatro Álvaro de Carvalho, Centro de Criatividade em Arte, Jardins do Palácio Cruz e Sousa, Largo da Alfândega, Hospital Infantil e Casa de Repouso Irmãos Joaquim.

Fonte: Fifo Lima – (48) 3721-7848, 4141-2116, 9146-0251