Calendário

mar
27
ter
Palestra com Ministro do STJ – CCJ
mar 27 all-day

A palestra “O resgate do princípio constitucional da Fraternidade no Sistema de Justiça” será proferida pelo Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Reynaldo Soares da Fonseca. A atividade, promovida pelo Núcleo de Pesquisa Direito e Fraternidade e Núcleo de Estudos Jurídicos, Sociais da Criança e do Adolescente (Nejusca) e do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ), ocorre dia 27 de março, às 10h30, no auditório do Fórum Norte, localizado no campus da UFSC na Trindade.

O evento é gratuito e aberto para estudantes de graduação e pós-graduação, procuradores e promotores de Justiça, juízes, advogados, assessores e assistentes jurídicos, servidores da UFSC e comunidade jurídica e acadêmica em geral. Para participar, basta enviar inscrição, através do link, até o dia 23 de março (ou enquanto houver vagas disponíveis). O auditório possui capacidade para 100 pessoas.

palestrante é Ministro do STJ desde maio de 2015. Cursou Direito na Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e mestrado em Direito Público pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). É doutorando em Direito Constitucional pela Faculdade Autônoma de São Paulo (Fadisp), com pesquisa realizada na Universidade de Siena, Itália.

Mais informações:
Centro de Ciências Jurídicas/UFSC

ago
28
ter
Projeto Fora do Circuito exibe filme de produção teuto-saudita, ‘O Sonho de Wadjda’
ago 28 @ 19:00

O projeto Fora do Circuito exibe o filme “O Sonho de Wadjda”, na terça-feira, dia 28 de agosto, às 19h, no auditório Elke Hering, na Biblioteca Universitária da Universidade Federal de Santa Catarina (BU/UFSC).  Este é um projeto de exibição gratuita de filmes fora do circuito comercial de cinema, que busca trazer obras de diversos países, com diversas temáticas e linguagens. O ingresso é por ordem de chegada e o espaço abriga até 60 pessoas.

Sobre o filme

“O Sonho de Wadjda” foi indicado como melhor filme de língua estrangeira no British Academy of Film and Television Arts em 2014.

Sinopse: Wadjda tem dez anos de idade, e mora no subúrbio de Riade, a capital da Arábia Saudita. Ela é uma cheia de vida, que gosta de brincar com os garotos. Um dia, após uma disputa com o amigo Abdullah, ela vê uma bicicleta verde à venda. Wadjda gostaria de comprar a bicicleta, para superar o colega em uma corrida, mas na sociedade conservadora onde vivem, garotas não podem dirigir carros ou bicicletas. Ela decide, então, fazer de tudo para conseguir o dinheiro sozinha.

Direção: Haifaa Al Mansour
Elenco: Waad Mohammed, Reem Abdullah, Abdullrahman Al Gohanimais
Duração: 1h 37min
set
11
ter
Cineclube Rogério Sganzerla exibe Morangos Silvestres, de Ingmar Bergman
set 11 @ 19:00

Nesta terça-feira, 11/09, será exibido o filme Morangos Silvestres, de Ingmar Bergman. O filme faz parte da Mostra Ingmar Bergman, que está será exibida durante o mês de setembro, e celebra o centenário do diretor sueco. A entrada é gratuita.

Mais informações na página http://www.cineclube.ufsc.br/estamos-exibindo/.

nov
13
ter
Cine Clube Sessão de Arte exibe Ran, de Akira Kurosawa
nov 13 @ 14:30
O Cine Clube Sessão de Arte exibe Ran, de Akira Kurosawa, no  Laboratório de Projeção, Bloco D do CCE, 1º andar, nesta terça, dia 13, às 14h30.
Sinopse
Japão, século XVI. Hidetora (Tatsuya Nakadai), o poderoso chefe do clã dos Ichimonjis, decide dividir seus bens entre os três filhos: Taro Takatora (Akira Terao), Jiro Masatora (Jinpachi Nezu) e Saburu Naotora (Daisuke Ryu). Com o primeiro fica a chefia do feudo, as terras e a cavalaria. Os outros dois ficam com alguns castelos, terras e o dever de ajudar e obedecer Taro. Saburu, prevendo as desgraças que viriam, se mostra contrário à decisão paterna. Expulso do feudo e acaba sendo acolhido por Nobuhiro Fujimaki (Hitoshi Ueki), de quem se torna genro. Hidetora vai ao seu antigo castelo, que agora é de Taro, e não é bem recebido. O mesmo acontece ao visitar Jiro e, isolado em seu ex-império, Hidetora se aproxima da insanidade
Este projeto é realizado por meio do bolsa cultura da SeCArte – Secretaria de Cultura e Arte da UFSC. Tem o apoio do LABORATÓRIO DE ESTUDOS DE CINEMA – LEC – Cinema UFSC , e é coordenado pelo professor Luiz Fernando Pereira do Departamento de Arte do Centro de Comunicação e Expressão – CCE.