Calendário

jun
26
ter
DCE convida: Cinedebate LGBT+ ‘Depois do Fervo’
jun 26 @ 18:30

Diretório Central Dos Estudantes (DCE) convida todas e todos para, no mês do Orgulho LGBT+, participar de um Cinedebate sobre o documentário “Depois do Fervo”, de Matheus Faisting, que aborda a realidade da população LGBT+ na cidade de Florianópolis. Participarão do debate o diretor do documentário, Matheus Faisting, a estudante de geografia Azânia Nogueira, a estudante de jornalismo Eduarda Pereira e o militante pelos direitos da população LGBT+, Matheus Martins.

Mais informações no evento do Facebook.

ago
30
qui
Cinema Mundo realiza sessão comentada de “Gattaca: experiência genética”
ago 30 @ 18:30

A próxima sessão do Projeto Cinema Mundo exibirá “Gattaca: experiência genética”,  ficção científica dirigida por Andrew Niccol. A sessão, de entrada franca, acontecerá no dia 30 de agosto, quinta-feira, às 18h30, no Auditório Elke Hering da Biblioteca Universitária da UFSC, e contará com os comentários Luiza Mazzola e Rafael Muniz.

Sinopse:

E se você pudesse ser controlado por sua genética? Se para arrumar emprego você precisasse ter um certo genótipo? Para entrar em Gattaca, uma corporação que desenvolve pesquisa e tecnologia avançada em astronomia, é necessário uma propensão genética favorável à saúde física e psíquica de um indivíduo. Para aqueles que não possuem dados genéticos favoráveis, sobram os empregos dados a classe social mais baixa nessa nova estratificação social, a classe daqueles que não possuem um genótipo saudável e produtivo intelectualmente. Vincent Freeman foi concebido biologicamente, isto é, não se escolheram os “melhores” genes para sua concepção dentro de um laboratório. Destinado a viver como um faxineiro, Vincent faz uma escolha perigosa para viver seu sonho de trabalhar como astronauta, por meios ilegais finge ser quem ele não é, um membro da elite.

Sobre os comentaristas:

Luiza Salgado Mazzola

Bacharela em Letras Francês pela UFSC, possui mestrado em Literatura e é, atualmente, doutoranda na mesma área, no PPGLit (UFSC). Estuda Crítica Genética e Estudos de Processos Criativo, com enfoque na criação literária, sobretudo, mas também na criação musical e fílmica. É integrante do NUPROC, Núcleo de Estudo de Processos Criativos (UFSC). Atua como professora de francês, tradutora e revisora.

Rafael Muniz de Moura

Graduado em Museologia pela Unirio, em 2007, atuou como museólogo no Projeto Ciência Móvel, vinculado ao Museu da Vida, Fiocruz, entre 2007 e 2008, e no Ecomuseu de Itaipu, de 2008 a 2010. Desde então é Técnico em Assuntos Culturais no Museu Victor Meirelles, Ibram. Tem experiência no setor de Museus e Patrimônio, com ênfase em gestão, comunicação e documentação museológica. Graduando em Letras-Português na Ufsc desde 2016.

set
11
ter
Cineclube Rogério Sganzerla exibe Morangos Silvestres, de Ingmar Bergman
set 11 @ 19:00

Nesta terça-feira, 11/09, será exibido o filme Morangos Silvestres, de Ingmar Bergman. O filme faz parte da Mostra Ingmar Bergman, que está será exibida durante o mês de setembro, e celebra o centenário do diretor sueco. A entrada é gratuita.

Mais informações na página http://www.cineclube.ufsc.br/estamos-exibindo/.

set
18
ter
Cineclube Sessão de Arte à Tarde exibe filme ‘Os Palhaços’
set 18 @ 14:30

O projeto ‘Cineclube Sessão de Arte à Tarde’ exibe, no dia 18 de setembro, às 14:30, no bloco D do Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina (CCE/UFSC), o filme ‘Os Palhaços’, de Federico Fellini. Este projeto é promovido pela Secretaria de Cultura e Arte da UFSC (Secarte), com apoio do Laboratório de Estudos de Cinema (LEC), e coordenado pelo professor Luiz Fernando Pereira, do Departamento de Arte do CCE.

 Sobre o filme

O alter ego de Fellini neste filme é um garoto que vai ao circo pela primeira vez. Enquanto os palhaços fazem suas brincadeiras, Fellini aproveita para criticar os próprios críticos do cinema, através do personagem de um jornalista que fica perguntando ” o que isso significa?”. O filme sustenta sua exuberância na total falta de seriedade, incluindo o próprio Fellini, no papel de diretor pretensioso que, com sua equipe, tenta fazer um documentário com os grandes circos e seus palhaços.

 

 

nov
8
qui
Projeto Cinema Mundo exibe ‘Salò ou os 120 Dias de Sodoma’
nov 8 @ 18:30

A próxima sessão do Projeto Cinema Mundo, promovido pela Biblioteca Universitária da Universidade Federal de Santa Catarina (BU/UFSC) apresenta “Salò ou os 120 Dias de Sodoma” (1975, Itália/França). Dirigido por Pier Paolo Pasolini, o filme remonta à época do fascismo de Mussolini e foi inspirado no livro “120 Dias de Sodoma”, escrito pelo Marquês de Sade. A exibição ocorrerá no quinta-feira, dia 8 de novembro, às 18h30min, no Auditório Elke Hering da Biblioteca Universitária da UFSC. O evento contará com Caroline Marins e Iur Gomez como debatedores da noite.

Sinopse:

Em 1944, na cidade de Saló ocupada por nazistas, no norte da Itália, quatro fascistas sequestram 16 jovens saudáveis e os aprisionam em um palácio perto de Marzabotto. Além deles, há quatro mulheres de meia-idade, sendo que três delas relatam as histórias de Dante e de Sade, e a quarta acompanha ao piano. Na mansão vigiada por guardas, os fascistas vão cometer todo tipo de experiências com os jovens, que passam a ser usados como uma fonte de prazer sexual, masoquismo e morte.

Mais informações sobre o evento no site.