Calendário

ago
28
ter
Cineclube apresenta “Moulin Rouge”, de Baz Luhrmann
ago 28 @ 14:30
  

O projeto ‘Cineclube Sessão de Arte’ retorna com a apresentação do filme “Moulin Rouge”, dia 28 de agosto, às 14h30, na sala de projeção do cinema, no primeiro andar do bloco D do Centro de Comunicação e Expressão (CCE).

Sinopse:
Christian (Ewan McGregor) é um jovem escritor que possui um dom para a poesia e que enfrenta seu pai para poder se mudar para o bairro boêmio de Montmartre, em Paris. Lá ele recebe o apoio de Henri de Toulouse-Latrec (John Leguizamo), que o ajuda a participar da vida social e cultural do local, que gira em torno do Moulin Rouge, uma boate que possui um mundo próprio de sexo, drogas, adrenalina e Can-Can. Ao visitar o local, Christian logo se apaixona por Satine (Nicole Kidman), a mais bela cortesã de Paris e estrela maior do Moulin Rouge.

ago
30
qui
Cinema Mundo realiza sessão comentada de “Gattaca: experiência genética”
ago 30 @ 18:30

A próxima sessão do Projeto Cinema Mundo exibirá “Gattaca: experiência genética”,  ficção científica dirigida por Andrew Niccol. A sessão, de entrada franca, acontecerá no dia 30 de agosto, quinta-feira, às 18h30, no Auditório Elke Hering da Biblioteca Universitária da UFSC, e contará com os comentários Luiza Mazzola e Rafael Muniz.

Sinopse:

E se você pudesse ser controlado por sua genética? Se para arrumar emprego você precisasse ter um certo genótipo? Para entrar em Gattaca, uma corporação que desenvolve pesquisa e tecnologia avançada em astronomia, é necessário uma propensão genética favorável à saúde física e psíquica de um indivíduo. Para aqueles que não possuem dados genéticos favoráveis, sobram os empregos dados a classe social mais baixa nessa nova estratificação social, a classe daqueles que não possuem um genótipo saudável e produtivo intelectualmente. Vincent Freeman foi concebido biologicamente, isto é, não se escolheram os “melhores” genes para sua concepção dentro de um laboratório. Destinado a viver como um faxineiro, Vincent faz uma escolha perigosa para viver seu sonho de trabalhar como astronauta, por meios ilegais finge ser quem ele não é, um membro da elite.

Sobre os comentaristas:

Luiza Salgado Mazzola

Bacharela em Letras Francês pela UFSC, possui mestrado em Literatura e é, atualmente, doutoranda na mesma área, no PPGLit (UFSC). Estuda Crítica Genética e Estudos de Processos Criativo, com enfoque na criação literária, sobretudo, mas também na criação musical e fílmica. É integrante do NUPROC, Núcleo de Estudo de Processos Criativos (UFSC). Atua como professora de francês, tradutora e revisora.

Rafael Muniz de Moura

Graduado em Museologia pela Unirio, em 2007, atuou como museólogo no Projeto Ciência Móvel, vinculado ao Museu da Vida, Fiocruz, entre 2007 e 2008, e no Ecomuseu de Itaipu, de 2008 a 2010. Desde então é Técnico em Assuntos Culturais no Museu Victor Meirelles, Ibram. Tem experiência no setor de Museus e Patrimônio, com ênfase em gestão, comunicação e documentação museológica. Graduando em Letras-Português na Ufsc desde 2016.

out
25
qui
CineBuñuel exibe ‘Cabeza de Vaca’
out 25 @ 19:00

O CineBuñuel exibirá o filme “Cabeza de Vaca” (México, 1991), escrito e dirigido por Nicolás Echevarría e Guillermo Sheridan, baseado na história de Álvar Núñez Cabeza de Vaca, um explorador espanhol. A sessão ocorrerá na quinta-feira,  dia 25 de outubro, às 19h, na Sala de Projeção do Centro de Comunicação e Expressão (CCE). O filme será exibido com áudio original e legendas em português, e será seguido de um bate-papo. A sessão é franca e aberta ao público.

O filme é parte do ciclo “Abya Yala na Tela”, promovido pelo CineBuñuel, e traz como tema central as nações indígenas.

nov
8
qui
CineBuñuel apresenta “El abrazo de la Serpiente”, de Ciro Guerra
nov 8 @ 19:00

CineBuñuel apresenta “El abrazo de la serpiente” (Colômbia, 2015), de Ciro Guerra.  A sessão ocorrerá dia 8 de novembro, quinta-feira, às 19h, na Sala de Projeção do CCE, Bloco D, 1º andar. O ciclo “Abya Yala na Tela” tem como temática as nações indígenas.

“El abrazo de la serpiente” foi escrito por Jacques Toulemonde Vidal, baseado em histórias de Theodor Koch-Grunberg e Richard Evans Schultes. A exibição do filme com áudio original e legendas em português é seguida de bate-papo. A sessão é aberta ao público e com entrada franca.