Sociedade Brasileira de Imunologia publica parecer científico sobre utilização da cloroquina

18/05/2020 16:31

A Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI), entidade representativa da comunidade de imunologistas brasileiros, publicou nesta segunda-feira, 18 de maio, um parecer científico sobre a utilização da cloroquina/hidroxicloroquina para o tratamento da Covid-19. Entre os signatários do documento, está o professor do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Daniel Mansur, integrante do comitê científico da SBI.

A associação faz um resumo das bases científicas disponíveis até o momento e conclui que, baseados nas evidências atuais, “ainda é precoce a recomendação de uso deste medicamento na Covid-19, visto que diferentes estudos mostram não haver benefícios para os pacientes que utilizaram hidroxicloroquina. Além disto, trata-se de um medicamento com efeitos adversos graves que devem ser levados em consideração”. A SBI recomenda que se aguardem os resultados dos estudos randomizados multicêntricos em andamento, incluindo o coordenado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) “para obter uma melhor conclusão quanto à real eficácia da hidroxicloroquina e suas associações para o tratamento da Covid-19”.

O documento ressalta ainda que o investimento na pesquisa de outras possibilidades terapêuticas também deve ser priorizado para que se tenha um maior número de terapias com potencial efetivo no tratamento da Covid-19. Segundo a entidade, “até que tenhamos vacinas efetivas e melhores possibilidades terapêuticas comprovadas para o tratamento dessa doença, o isolamento social para conter a disseminação do SARS-CoV-2 ainda é a melhor alternativa nesse momento”. 

Leia o parecer científico na íntegra.

Tags: coronavírusSociedade Brasileira de ImunologiaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina