UFSC e IFSC Araranguá produzem máscaras para equipes de saúde do município

30/03/2020 13:58

Foto: divulgação/UFSC Araranguá

Um grupo do campus de Araranguá da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em conjunto com o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), está produzindo máscaras para profissionais da saúde que estão na linha de frente de combate ao coronavírus e à Covid-19. Esse tipo de máscara especial, também conhecido como face shield (protetor facial), cobre todo o rosto e é usado em conjunto com a máscara convencional, que cobre boca e narina. A produção teve início na última terça-feira, 24 de março.

São utilizadas impressoras 3D para imprimir os suportes das viseiras, seguindo modelos disponíveis publicamente. As viseiras são de lâminas de acetato, recebidas por doação, e cortadas a laser, por cortesia de uma empresa da cidade. A fita elástica usada para prender a máscara à cabeça também foi recebida por doação. Após a montagem, os equipamentos são higienizados e embalados para entrega.

Foto: divulgação/UFSC Araranguá

As máscaras elaboradas até o momento foram entregues ao comitê de enfrentamento do coronavírus em Araranguá, e já estão em uso no centro de triagem da prefeitura, localizado no Santuário Nossa Senhora Mãe dos Homens. O material recebido por doação até o momento permite a produção de 80 unidades. A partir dessa semana, o grupo pretende manter um trabalho intensivo na produção dos suportes, que é o processo mais demorado, e na aquisição de mais materiais por doação. A doação é aceita somente em materiais. São necessários rolos de filamentos para as impressoras (PLA 1.75mm) e lâminas de acetato cristal 050. O contato deve ser feito pelo e-mail saude.ararangua@contato.ufsc.br.

Segundo o professor do Departamento de Energia e Sustentabilidade da UFSC Araranguá Luciano Lopes Pfitscher,  o projeto deve contemplar não só a “Cidade das Avenidas”. “O objetivo do grupo é atender plenamente às necessidades de Araranguá e, após, estender a entrega para a região e outras localidades de Santa Catarina e do país.”

Além de Luciano, fazem parte do grupo, pela UFSC, o estudante Alef Julio Schaefer Cerutti, do curso de Engenharia de Energia, e os professores Luciana Bolan Frigo e Jim Lau, do Departamento de Computação. No IFSC, o professor Werther Alexandre Serralheiro comanda os trabalhos.

Tags: Araranguácampus araranguácoronavírusmáscarasUFSCUFSC SolidáriaUniversidade Federal de Santa Catarina