Assembleia Legislativa cria frente parlamentar em defesa da ciência na escola

04/03/2020 08:28

Foto: Fábio Queiroz/Agência AL

O lugar das escolas não é para dogmas ou crenças, escola é lugar de ciência. Essa é a principal defesa da Frente Parlamentar em Defesa da Ciência na Escola lançada na última terça-feira, 3 de março, no plenarinho da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), com a presença de professores e representantes de entidades educacionais catarinenses. Durante o evento foi apresentada a Carta do Seminário “Escola é Lugar de Ciência”, realizado em agosto de 2019, com principais diretrizes apontadas pelos participantes, que será encaminhada às instituições de ensino públicas e privadas de educação básica, média, superior e tecnológica de Santa Catarina.

Segundo a deputada Luciane Carminatti (PT), coordenadora da frente e proponente da reunião, o objetivo é acolher todos os encaminhamentos do 1º Seminário Catarinense “Escola é lugar de ciência”, realizado em 2019. O secretário regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência de Santa Catarina (SBPC-SC) e professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), André Ramos, destaca que há uma necessidade de políticas públicas que implementem a cultura da ciência nas escolas. “Apesar de já existir previsão de base curricular, sabemos que a ciência nas escolas ainda é precária. Precisamos de programas específicos que fomentem a ciência nas escolas, como estimular os professores da rede pública a se dedicarem a pesquisa, que isso possa ser previsto na carga de trabalho dos professores, que a atividade voltada à ciência possa ser considerada no plano de carreira do professor.”

Mais informações no site da Alesc.

Tags: 'Escola é lugar de Ciência'ALESCSBPCSBPC - SCUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina