Cine Paredão exibe curtas afrofuturistas nesta sexta, dia 29

25/11/2019 10:34

O Cine Paredão realiza a exibição “CURTAS AFROFUTURISTAS”, nesta sexta-feira, dia 29, no bosque do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) da UFSC, ou no auditório do CFH, em caso de chuva, às 20h. A sessão faz parte da mostra “MODERNIZAR O PASSADO”, apresentada durante o mês de novembro.

Mostra “MODERNIZAR O PASSADO”

A mostra “MODERNIZAR O PASSADO” tem como objetivo trazer uma abordagem sobre os gêneros de ficção científica histórica, fantasia, afrourbanidade e realismo fantástico, com cosmologias não ocidentais. Os filmes refletem sobre as perspectivas de passado, futuro e as afetividades do povo negro numa busca por reafirmar a sua legítima identidade diante das contradições, a desigualdade e o racismo presente no mundo, fortalecendo assim sua própria visão diante de uma lente que olha a sua história pelos seus próprios olhos e escreve suas narrativas afrocentradas com suas próprias mãos. Mãos negras.

“Afrofuturismo é um movimento que abrange diversas narrativas de ficção especulativa – aquela que se propõe a especular sobre o futuro ou o passado -, sempre da perspectiva negra, tanto africana quanto diaspórica” (Kênia Freitas).

Confira a programação

Pumzi

Se passa trinta e cinco anos após a Terceira Guerra Mundial – a Guerra da Água- Asha, uma mulher que vive em uma pequena comunidade fechada de sobreviventes na África. Os suprimentos de água da comunidade são preciosos e devem ser cuidadosamente monitorados. Enquanto os líderes da aldeia monitoram cuidadosamente as atividades de cada cidadão, Asha descobre uma amostra de solo esquecida que sugere que o mundo exterior ainda pode ser capaz de sustentar a vida; contra os desejos de seus superiores, ela busca descobrir o que acontece fora dos muros de sua comunidade.

Direção: Wanuri Kahiu
Ano: 2009 País: kenya
Duração: 21min
Trailer

Robôs de Brixton

Brixton se degenerou em uma área habitada pela nova força de trabalho de Londres, composta por robôs construídos e projetados para realizar todas as tarefas que os seres humanos não são mais inclinados a fazer. A população mecânica de Brixton disparou, resultando em crescimento não planejado, rápido e vertical da paisagem humana. O filme acompanha os desafios dos jovens robôs sobreviventes nesse cenário inóspito, vivendo uma existência fadada à pobreza, à desilusão e ao desemprego em massa.

Direção: Kibwe Tavares
Ano: 2011 País: Reino Unido
Duração: 6min

Rapsódia Para um Homem Negro

Odé é um homem negro. Seu irmão, Luiz, foi espancado até a morte durante um conflito em uma ocupação em Belo Horizonte. O filme utiliza alegorias e simbolismos para contextualizar as relações políticas, raciais, de ancestralidade e urbanização no mais recente cenário social brasileiro.

Direção: Gabriel Martins
Ano: 2015 País: Brasil
Duração: 24min
Trailer

Cartuchos de Supernintendo em Anéis de Saturno

Diante da dor, solidão e desespero, um homem negro assopra um cartucho de Super Nintendo em uma encruzilhada.

Direção: Leon Reus
Ano: 2018 País: Brasil
Duração: 19min
Trailer

Sobre o projeto

O projeto Cine Paredão tem como propósito socializar, trocar e expandir diversas manifestações audiovisuais, buscando produções alternativas e/ou independentes, que nos proporcionam pensar e refletir o cinema como arte em constante modificação, passando por diversos olhares, tempos e lugares ao redor do mundo. Realizadas ao ar livre, sob o luar e as estrelas, as sessões acontecem semanalmente nas sextas-feiras, às 20h (ou 19h, conforme a duração do filme) no Bosque do CFH (ou no Auditório do CFH, em caso de chuva. A depender da sessão, em outros auditórios).

Serviço

Onde: Bosque do CFH (Em caso de chuva, no auditório do CFH)
Quando: Sexta-feira – 29.11, às 20h
Duração total: 1h16min