Jornadas Bolivarianas discute ‘Mídia e Poder na América Latina’ entre os dias 16 e 18

10/09/2019 11:25

Na sua 15ª edição, as Jornadas Bolivarianas, promovidas pelo Instituto de Estudos Latino-Americano (IELA), terá como tema “Mídia e Poder na América Latina”. Segundo os organizadores, o assunto é de fundamental importância nesse momento de transformação radical das tecnologias de informação. Para debater esse panorama, articulado com a questão do poder e da ideologia, as Jornadas trarão intelectuais de vários espaços da América Latina, com destaque para o Brasil.

O evento, que ocorrerá entre os dias 16 e 18 de setembro, também contará com a apresentação de trabalhos e a exibição de um vídeo marcando a trajetória e comemorando o aniversário de 15 anos do IELA. Todas as atividades são gratuitas e a participação no evento poderá gerar certificado.

Mais informações no site do evento.

Confira a programação completa:

Dia 16 de setembro 

Manhã – 8:30

Abertura oficial das Jornadas Bolivarianas

Conferência – O sistema da dívida, os meios e o poder financeiro | Alejandro Olmos (Argentina)

Tarde –  14:30 às 18:00

Apresentação de Trabalhos (Auditório da Reitoria)

– O Percurso Walsh –  André Queiroz (UFF)

– Takumã Kuikuro: um cineasta pesquisador indígena, da Aldeia Ipatse à Londres – Lorelay Tietjen Mochnacz Andrade (UDESC)

– Notas sobre como se aprende com a conjuntura: Greve dos caminhoneiros, demobilização e suas repercussões para Saúde Pública – Leonardo Carnut (UNIFESP)

– Os comunistas e a Revolução Bolivariana (1999-2019): Duas décadas de luta contra o imperialismo, pelo poder popular e pelo socialismo no século XXI – Túlio César Dias Lopes (UFMG)

 Noite – 18:30

Apresentação do vídeo: 15 anos do IELA 

Conferência – Comunicação e poder em tempos sombrios | Edgard Rebouças – UFES

Conferência: O mundo jurídico e o poder midiático | Juarez Cirino dos Santos (UFPR)

 

Dia 17 de setembro

Manhã – 09:00

Conferência – Encruzilhadas do processo revolucionário boliviano | Eduardo Rada (Bolívia)

Conferência – Estado, fascismo e guerra irregular na América Latina | Raphael Seabra (UNB)

Tarde – 15:30 às 18:00

Espaço especial

Noite – 18:30 

Conferência – O jornalismo, o jornalista e a revolução | Elaine Tavares  – (UFSC)

Conferência – Imprensa, empresa e a esquerda sem mídia | Gilberto Felisberto Vasconcellos (UFJF)

 

Dia 18 de setembro

Manhã – 09:00

Conferência – Lukács, ideologia e o falso socialmente necessário | Sergio Lessa (UFAL)

Conferência – Os meios alternativos e comunitários como sujeitos políticos da Revolução Bolivariana | Esther Quiaro (Venezuela)

Tarde – 14:30 às 18:00

Apresentação de Trabalhos (Auditório da Reitoria)

– Fábricas de pensamentos: a ideologia neoliberal e os Think Tanks – Laurem Janine Pereira de Aguiar (PUC-RS), Giovane Dutra Zuanazzi (UFRGS)

– Mariátegui, Labor e a organização da classe trabalhadora peruana – Carmen Susana Tonquist (UDESC)

– Os esforços de integração latino-americana sob condução da lumpemburguesia – Raphael L. Teixeira (UNILA), Wolney Carvalho (UNILA)

– Crime organizado e a política externa – O controle do PCC nas fronteiras mostra a fragilidade da política externa brasileira – Antonio Baptista Gonçalves (PUC-SP)

Noite – 18:30

Conferência – A comunicação “desde abajo”. Estratégias da televisão alternativa na transição digital | Natalia Vinelli (Argentina)

Conferência – Os donos da liberdade de expressão: o mito da liberdade de imprensa | Nildo Ouriques (IELA/UFSC)